.

.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Tudo é testamento

..
Tudo na vida é testamento
Cada instante ingênuo
Cada minuto inerte
A todo e qualquer momento
A vida é testamento

Está tudo escrito
Seja no acacha ou nas estrelas
No céu ou nas areias
No cosmo ou no firmamento,
Tudo na vida é testamento

Todo dia desperdiçado
Cada coração despedaçado
Não tem remédio
Está tudo marcado

Todo pensar em vão
Cada paralização
Nada é o que te parece
Por que, mesmo que você negue
Se arrependa
Faça preces,
Tudo na vida é testamento

As conquistas não são resultados
São os meios
As artimanhas
O lado oculto de um coração.
Os objetivos não podem satisfazer
Por que o que conta
O que mede cada segundo desse tempo dado
É o que você espalha pelo caminho
A todo momento
pois.....
Tudo na vida é testamento

Quando o tempo pára
Quando a angústia asfixia
Repare, quase sem respirar
Há um mundo acontecendo
Enquanto você inventa a solidão

Por isso
E por tudo que não é dito
Agora
Nesse momento
Olhe pra dentro
Siga esse rio
Chega de avessos
pois....
Querendo ou não
Tudo na vida é testamento
Não depende da tua opinião

foto: ChrisCoelho
.

37 comentários:

.Leonardo B. disse...

[compus e decompus estas letras há uns anos...

Busco


Nas nuvens de pétalas douradas

Nas palavras inocentes de quem

Sonha

De quem acredita

Que a lágrima feliz é composta da mais nobre matéria


De quem caminha

Disposto a lançar em todos os lugares

Os alegres murmúrios das ondas


A desfolhar

Um livro marcado por chuva de rosas amarelas

Um vento de cravos e begónias

Revoltas e dispostas

Na ordem da estação mais fria


A que busco"

... se fazem sentido, são tuas, amiga e irmã de oficio]

um dez cem mil abraços, Walkyria

Leonardo B.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Leonardo
que coisa bonita, essa busca, esse olhar voltado a tudo no mundo, e esse retornar pra dentro da alma.

Kimbanda disse...

Olá querida Walkyria

...acontece
e o que está para vir parece
como estando definido, sempre
e antecipadamente,
o que faça e me parece absurdo
de tão original...
afinal já foi vivido, feito
e refeito.
Razões temporais
que a razão não se compadece...
Ainda e porque assim se deseje viver
não queria deixar rasto,
se não fosse de bem-querer!

---------
"Por isso
E por tudo que não é dito
Agora
Nesse momento
Olhe pra dentro
Siga esse rio..."
----------

E não é que tenta a gente?
Gostei demais e tive de voltar aqui para ler e reler, e de cada vez que o faço, imagino-me a ler pela primeira vez, porque não pára de me dizer algo de novo.
kandandu e muito carinho Walkyria

Mar Arável disse...

Entretanto os amanhãs existem

por conquistar

Bjs

alice disse...

tem toda a razão :) mas nem sempre estamos conscientes disso... nada como ler estes poemas para de novo nos centrarmos na nossa natureza. gostei muito de ler :) um beijinho.

cherrychronic disse...

que bello!! ♥

dade amorim disse...

Grande verdade, menina.

Nydia Bonetti disse...

Interessante esta visão Wal. De nós, fica sempre um pouco de tudo. Por ai, por aqui... Beijos!

Phivos Nicolaides disse...

Cool palavras cheias de verdades chocante que um grande escritor. Beijos

Fabio Rocha disse...

Belo texto!

Luma Rosa disse...

Poxa, Walkyria! Que poema sábio! Estou aqui a matutar (rs*) nos meus testamentos! Beijus,

Ignacio Bermejo disse...

Muy bonito. Me encantó leerte

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Kimbanda
interesante como as coisas pegam as pesoas desprevenidas, e a cada um de uma maneira. Que bom que, a vc instigou. Ao escrever isso, eu tava é dando um puxão de orelha em mim mesma...sabe né!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Mar arável
ainda não sabemos deter o sol, apenas impedimos que ele entre. Porque tem dia pra tudo nessa vida, da alegria à imensa tristeza.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Alice
como comentri com um amigo aquyi, escrevi isso pra dar um puxão na minha própria orelha. Ando meio distraída....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Cherry
obrigada cherrie

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Dade
verdade que eu mesma tento esquecer....rsrsrs

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Luma, Luma
chega de férias menina, volte pra gente. Ah, e dá-lhe testamento....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Fábio, obrigada e bem-vindo.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ignacio
gracias e bien venido!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Oi Phivos, obrigada pelo esforço na tradução. Beijo grande

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Leonardo querido,
toda vez que venho aqui, releio o poema que vc me deu....como são lindas. Cada vez elas se apresentam de um modo, e cada vez mais me faz um bem maior. Obrigada amigo!

Cris de Souza disse...

Quanta grandeza...
Belo, belo !

(Obrigada pelas palavras)

Maria Bonfá disse...

ola.. vim agradecer por ter me visitado.. fiquei muito feliz.. e me deparo com esse pomea maravilhoso.

As conquistas não são resultados
São os meios
As artimanhas
O lado oculto de um coração.
Os objetivos não podem satisfazer
Por que o que conta
O que mede cada segundo desse tempo dado
É o que você espalha pelo caminho

quanta verdade. o que vai realmente contar no meu testamento é o que eu espalhar pelo caminho..

parabens.. tenha um dia de muita paz..beijão

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Cris,
o trem da lira é minha condução predileta..rsrsrs.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Maria, mariamariamaria
vamos pensar por aí, pq nosso destino é tão efêmero, tão sem senso...

Lídia Borges disse...

O destino como pano de fundo neste poema muito bem estruturado.

L.B.

Mundo Mundaca disse...

A certeza que tudo que fazemos e que não fazemos deixam marcas no tempo que transcende a nossa efêmera excistência e nossos (as vezes patéticos) desejos!

Sábia e didática poesia,vou guardala no coração!
Beijo eterno.
Yasmin

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindo poema...belas palavras, verdadeiras.

Beijinhos
sonhadora

Sylvio de Alencar. disse...

Bonito!

Mesmo não dependendo, até minha opnião é testamento. Né?

Uma opnião: vc fala de suas coisas e conclusões, de maneira poética.
É uma boa razão para se começar a gostar de poesia, ou, de se aprofundar neste gostar.
(Demorei duas horas para emitir uma opnião que não me desgoste).

Abrçs, meu pé de amendoim!

ju rigoni disse...

Porra, Wal, é isto! Apesar de todo o contorcionismo, trafegamos por estradas e picadas bêbados de ilusão... Para, em algum momento, perceber que tudo caminha na mesma direção. Toda herança tem suas linhas e entrelinhas...

Amei, Wal! Bjs. Inté!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ô Lídia
é isso aí, eu nem tinha percebido, mas é isso, o destino da gente, esse pano de fundo. Será ele moldável...ou não...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Yasmin...será que existe algum desejo patético, será que alguém pode julgar os desejos dos outros?
Pensa nisso....não podemos brincar com desjos.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sonhadora
às vezes a gente acerta...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sylvícola
opinião muito rebuscada, não merece ser postada. A gentefina gosta de coisa na lata. vale mudar de opinião, pq a gente tá aqui pra isso, pra mudar mesmo.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ju
e enessa auto-estrada, mais auto que estrada, vamos dirigindo feito loucos. E dá-lhe entrelinhas.

betina moraes disse...

wal..

mais um texto com o necessário tom de filosofia sem perder o encanto da leveza com a qual você permeia sua narrativa.


fora a constatação bem sacada de que tudo na vida é testamento!

e é mesmo, você tem toda a razão.

maravilhoso!


um beijo.


voltar pro céu