.

.

sábado, 3 de janeiro de 2009

Queima de fogos na praia

.
Foi uma festa, como todo ano acontece nas praias do Guarujá. As pessoas vão chegando devagar e incessantemente à praia. Pelas ruas que desembocam na avenida principal, a gente pode ver um rio de gente vestindo branco caminhando rumo às areias do mar. Quando está perto da meia noite, não se vê pedaço algum de areia que não esteja tomado pela festa. Pontualmente às 24 horas do último dia do ano, começa a queima de fogos. Este ano a prefeitura não patrocinou nada, mas os turistas e frequentadores não deixaram por menos. Foi rabo de foguete pra todo lado. Nas fotos que seguem, dá pra ver a queima em Pitangueiras e em Astúrias. Forcem a vista e procurem as pessoas na praia, é de arrepiar. Claro que eu vejo tudo lá de cima, pela janela, mas depois dou uma caminhada pela praia, desviando de garrafas, velas e flores. No final da festa, ficam na praia as pessoas que gostam de curtir o silêncio e a noite. Então a festa se transfere para bares, clubes e residências particulares. Minha família tem mania de pular sete ondas, e lá vamos nós, uns mais velhos, outros mais atléticos, pular as ondas. Os meninos e meninas entram na água pra valer, e mergulham sete ondas. Eu já fiz isso, agora os sobrinhos menores que fazem, para alegria da velharada - onde me incluo com alívio!















.

Nenhum comentário:


voltar pro céu