.

.

sexta-feira, 13 de março de 2009

Pode isso?


Estava fazendo um lanche na minha cozinha, olhando os azulejos (programão), baixei o olhar pra mesa branca, e cocei meu braço: formigas.

Agora me diz? Tem ser mais sem amor à vida do que a formiga? Ela vem na tua comida, no teu corpo, passeia impunemente (ah! coitada) em tudo que está sob as leis da gravidade e ainda sobe em parede. E quer que a gente fique parada?

Ah não...é misturinha de permacultura, magiquinha da biodinâmica, simpatia da tia...nada.
Aí a gente parte pra ignorância. Dedetiza, põe massinha nos cantinhos da casa, e finalmente, já sem forças para nada, compra um belo Raid no super.

Sem frescura heim! Eu tava lá no Ibirapuera quando o Dalai Lama em carne e osso disse que não se pode tirar a vida de outro ser. Mas que ele abria uma exceção para os "mosquitos" ( leia com sotaque gringo) Bem, se o Dalai Lama abre exceção....

2 comentários:

Maikel Budny disse...

Wall, só você mesmo.

huahuaha

Beijão

Walkyria Suleiman disse...

Ah, Maikel, o ócio faz isso com a gente....


voltar pro céu