.

.

sexta-feira, 20 de março de 2009

Quem quer ser um Milionário?



Danny Boyle é o diretor de “Transpoint”(1966), um dos melhores filmes que já vi. Agora é o grande vencedor do Oscar com “Quem quer ser um milionário”. Mais que um filme de amor, de destino, de cultura oriental é, antes de tudo, um filme delicioso de se ver. A gente torce, se diverte, fica apreensivo, é contagiante o ritmo do filme.

Ao voltar do cinema, andando pelas ruas do meu bairro, sentindo o cheiro da noite eu pensei que, muitas vezes, é no mais trivial e corriqueiro de nossas vidas que estão as respostas que podem nos salvar. Nos salvar da monotonia, da solidão e da falta de siginificado. Tudo depende do quanto você se conhece, ou da vontade de se conhecer. Da qualidade da sua presença na sua própria vida, da consciência que você depositou, não nos seus pensamentos, mas nas suas ações.
Enfim, podem ver que o filme me valeu uma filosofada, que é mais do que se pode esperar de um simples filme.
.

Nenhum comentário:


voltar pro céu