.

.

sábado, 14 de março de 2009

Vicky Cristina Barcelona

Um filme estrelado pela Penélope Mogi das Cruzes, Javier Barganha, Scarlett Enrolation, Chirs Mediana e, produzido por um Tenembaum, me diz, dá pra ser levado à sério?

Depois de Scoop - O Grande Furo e do irregular O Sonho de Cassandra, e mesmo o não tão ruim Match Point , V.C.Barcelona é uma chatice comparável às novelas da Globo.

Começa o filme: olha, gente, as pessoas são assim. Veja, elas podem mudar. Reparem, elas não mudam nunca! E pronto! começa, rola e termina no mesmo ponto previsível.

Não sei, mas no começo do filme me deu a impressão, pelos atores, pela narraçaõ, pelas cores, que eu tinha errado de filme e havia pego um Almódovar. Mas logo caí na real. Era um Woody Allen pós incesto e praga coreana das bravas.

Ai que saudade das cenas em interiores, em calçadas molhadas, em terraços de prédios....
Mas deixo registrado que adoro Woody Allen, por isso posso meter o pau nele. É a expectativa minha gente, essa demônia que me persegue.

Nenhum comentário:


voltar pro céu