.

.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Na Terra do Sonho Americano

" Na terra do sonho americano, Barack Obama derrubou tabus e demonstrou que qualquer um pode conseguir o que quer, e agora a Disney rompe mais uma barreira e dá vida a Tiana, sua primeira princesa negra, que aparecerá para o grande público em dezembro. Tiana, a primeira princesa da Disney em mais de uma década, se juntará à ilustre lista de nobres criada pelo estúdio, formada por Branca de Neves, Cinderela, Bela Adormecida, Ariel, Bela, Jasmine, entre outras. No momento em que os afro-americanos estão ocupando lugar de destaque nos EUA, Tiana será a protagonista de "A princesa e o sapo", cuja estreia nos EUA está prevista para 11 de dezembro. por Antonio Martín Guirado"

Nunca me canso de admirar o capitalismo no que diz respeito à sua falta de moral. Ela é intrínseca a esse sistema e, desta maneira, o torna o sistema financeiro mais inteligente que essa Terra já viu. Calma, segura a torta, os ovos podres e as verduras em decomposição que eu vou explicar o que quero dizer com isso.
O texto acima é um exemplo notável dessa inteligência. Virou moda, entra no rol do incluídos. No Capitalismo não tem gosto ou não gosto. Surge uma nova tendência, surge um novo movimento, o Capitalismo não briga gente, ele inclui. E desde quando incluídos podem fazer uma revolução?
Nos anos 80 eu fui a Berlim e, aqui no Brasil, os ecos do movimento punk estavam chegando com alguns anos de atraso. Fui viajar no meu estilo toda de preto, coturnos, cabelos despontados, crente do sucesso. Em Berlim conheci a diretora do Museu Egipcio de Berlim - fui lá ver o busto da Nefertiti. Era uma senhora de uns 70 anos, muito bem vestida, cabelos pretos com uma super mecha rosa choque na franja. Foi tão chocante o entendimento dessa desmoralização que o Capitalismo infringe ao novo, que me deu um treco e precisei comprar roupas novas pra deixar a fantasia punk de lado, mesmo porque lá, em Berlim, o Capitalismo já tinha feito um movimento virar moda, e só gente bem desinformada e cafona, ainda se vestia de punk - afora os punks de verdade.
E pudemos ver isso aqui no Brasil. Até socialite aderiu ao estilo punk. Quem viveu os anos 60 sabe também, que cabelos compridos e vestes floridas foram incorporadas à sociedade. E as C&As da vida vão produzindo em grande escala, as roupas que as pessoas serão compelidas a comprar. E lá se vai outro movimento..... no movimento devorador do Capitalismo. É inteligente o negócio, ah, ninguém pode negar.
Agora então, que os EUA têm um presidente negro, opa! vamos logo fazer filme, boneca, atrações, por que neste momento isso é favorável ao capital. Se amanhã não for.....bem, fácil inverter as correntes quando não se tem moral.
Enfim, abaixo segue o trailer do novo filme da Disney que, segundo os produtores, foi fiscalizado por líderes da comunidade negra para agradar às famílias afro-americanas. E final feliz!


.

Nenhum comentário:


voltar pro céu