.

.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Hi, a real human interface

Me fez lembrar da internet discada e, ao mesmo tempo, daquele making of incrível do site do FOX. O trabalho é do Multitouch Barcelona, um grupo de artistas que explora a comunicação entre pessoas e tecnologia.

12 comentários:

...arthur... disse...

MUUUUUUUUUUUUITO BOM!

Walkyria Suleiman disse...

Demais né Arthur, essa gente se excede.

Julio Haddad disse...

Muito bom
essa foi D++++
wallllllllllllllllllllllllll

Walkyria Suleiman disse...

Sabia que vc ia curtir julião. Vc viu o link da valsa com bashir? Falei do teu blog.
bjão

zé márcio disse...

Vou ter que ver de novo, em outro momento. hoje o que ví é inenarrável. abs.

marcia disse...

Querida, lembra aquela conversa em Socorro, sobre a imagem, fotografia, cavernas, pintura e função da arte? Pois é... olha aí a arte “dedurando” nossas necessidades. Por mais evolução que homem pense alcançar e por mais substitutos para todas as nossas necessidades animais, a mais essencial de todas será a responsável por nosso fim como espécie caso não nos atentemos para isso logo. Somos animais sociais, precisamos interagir com gente, por mais que as máquinas sejam maravilhosas, e por mais que cientistas já tenham inclusive desenvolvido interfaces muito mais “amigáveis” (fique chocada neste endereço...!... http://info.abril.com.br/aberto/infonews/032009/12032009-18.shl).
Apesar de ter dado umas risadinhas... em especial na hora da atualização do sistema... o tema é bastante sério. Há coisas que simplesmente não podem ser substituídas. Para todas as outras há um andróide de plantão...;o)
Grande beijo, querida e obrigada pelo ótimo post!

Walkyria Suleiman disse...

Zé...conta o que vc viu ómi!

Walkyria Suleiman disse...

É isso Má, precisamos interagir, e existem até mesmo formas doentes de interação, tamanha a necessidade. Mas o que vejo da história, é que é de dentro que a destruição vem...não te parece também? Lembra do Exterminador do futuro? Gostei da mensagem e da confusão entre destino e fatalidade, passado e futuro. beijão da Walll

zé márcio disse...

"eu vi o futuro repetir o passado..." vejo a impessoalidade, as pessoas se prestando a qq coisa que lhe dê possibilidades, de sabe se lá o quê? vejo tbém uma visão, muito diferente da minha, acho que virei claustrófíco, ou qq coisa pareceida kkk, foi legal ver esta visão, mas choquei, e é por isso que ti falei que tenho que ver em outro momento, estou meio que embotado atualmente, processando sentimentos e então é isso.
Só pra vc não ficar sem resposta.
bj

Walkyria Suleiman disse...

Hum..Zé, deixa eu te dizer que tem coisas que não sei o que sinto, o que acho etc. Por exemplo, quando vejo construções modernas, tipo Ruy Otake, eu não sei se caho bonito, se gosto, não sei nada, fico indefinida. Acho que existem coisas para as quais não tenho referências, não tenho habilidades, não para julgar, mas para sentir. Penso que entendo vc.Quanto ao vídeo, sinceramente tbm não me senti muito à vontade. Se a meta era ressaltar a importância do "humano", eu, como humana, me senti uma escrava. Mas, como disse, não sei o que sinto ainda.

yuri disse...

a outra instalação que tem no site deles é prá lá de bacana, também... toquíssimo, dona wall... mas, pera lá: será possível que NINGUÉM além de mim mesmo e minhas 32 persolnalidades reparou que o "catalão interativo" é muito belezinha? será que tem jeito de descolar uma human interface dessa catigoria aqui prá casa?!?

dani.penna disse...

Olha só, querida, também não sei bem o que pensar... Incomoda, encanta, que coisa esquisita. Só sei que não consigo olhar o meu micro do mesmo jeito - fico meio pensando se tem alguém lá dentro escrevendo cada letrinha que digito, com cópia em carbono prá ficar uma versão na caixa de enviados...
Vou pensar mais um pouquinho, né?

(e obrigada pela contribuição prá nossa sagrada masturbação mental....)

Muitos beijos!


voltar pro céu