.

.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Fui ficando....

Chegou a segunda-feira e eu não voltei pra São Paulo. Resolvi e, resolveram por mim também, que eu ficaria mais uns dias. Nada programado, uma troca de roupa, um vidrinho mini de shampoo, e coisas essenciais, como a câmera, o IPodTouch, os cigarrinho de palha e a inseparável Parati.
Bueno, está difícil escrever, porque tem tanta coisa pra olhar, pra fazer, pra conversar, e é cachorro correndo, galinha ciscando, mulher proseando e amigos sorrindo.... gente fina.... tem dias que eu penso assim: "puxa eu devo ter feito uma coisa muito da boa em outra vida pra merecer tanto reconhecimento dessa terra!"

Aqui a vida não acontece, aqui a vida é.
O que eu quero dizer com isso? Sei lá, pode interpretar, pode soletrar, cantar. Ninguém manda nada e as coisas estão sempre mandadas, acertadas, com vida e ritmo próprio.

E, antes que eu acabe essa conversa fiadézima, deixa eu contar que vimos um filme muito do bom mesmo. Entrou na listas dos filmes da minha vida. É com o Paulo Autran, e chama "A Máquina". Depois dou mais detalhes. Mas a trilha sonora espelha bem o que eu sinto agora:

- Não se avexe não
que amanhã pode acontecer de tudo,
Inclusive Nada".






4 comentários:

Jéssica a Maior disse...

Humm...interessante..vou assistir pra ver se gosto!!!! Amo filme nacional!!!

Bjinhoss..se cuida!!!

Sylvio. disse...

Então quer dizer que aí, a vida é... Como Deus. Sem dúvida, deve ser um ótimo lugar. E vc demonstra sapiência em permanecer mais um dia..., ou dois, ou três.
Hoje tirei o dia para mim, para ficar comigo. Tenho percebido que não sou uma péssima companhia. Nem vc. :)
Quanto ao filme, vou assisti-lo.

Walkyria Suleiman disse...

É Sylvio, às vezes eu não me aguento....digo até que a solução, era mesmo uma lobotomia.

Walkyria Suleiman disse...

É Sylvio, às vezes eu não me aguento....digo até que a solução, era mesmo uma lobotomia.


voltar pro céu