.

.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Perspectiva1

Não sou exatamente uma expert em matemática, nem nas disciplinas atreladas a ela. Mas se tem uma coisa que me deixa bem cabreira, pra não dizer indignada, é a estatística e a porcentagem. Nem sei se são disciplinas ou derivativos, mas que são baratinhos advindos da matemática, isso, me parece verdadeiro.

Há alguns anos eu li que o brasileiro comia, em média, dois frangos por mês. Bem, minha cabeça engatou num dúvida grudenta, dessas que passam o dia dando voltas na mente. Mas e os vegetarianos? Como se sentem nessa estatística? E as classes pra baixo da "c", como ficam sabendo que tem alguém comendo o frango delas e, ainda por cima, acusando-as de comê-los? (definitivamente estou na minha fase galinha, viu Romeu)

Bom, deu pra entender né! Hoje ouvi no rádio que 80% dos brasileiros não usa o cinto de segurança. Ah, vai! no meu mundo, no meu Brasil, todos usam cinto, exceção ao pessoas de Socorro, que nem sabe o que é isso. Então, como fica? O quê é verdade? A estatística, ou o mundo que conheço? Acho, modestamente falando, que os dois são verdadeiros.

Outra estatística chocante que ouvi, é quer 92% da população brasileira nunca entrou em um museu. Minha gente fina, vale o museu de Presépios, do Futebol, ou exposições na Oca e na Bienal - que mais ecléticas impossível - como De Moda, ou Guerreiros da China, ou Guerra nas Estrelas, ou sei lá mais qual, pois foram muitas né?

Então, como é que fica? Vale a minha visão ou a visão "real" das estatísticas?

Tendo em vista essa dúvida que me acompanha há anos, hoje, depois de muita elocubração e, com a má vontade humana de aceitar o imponderável, acredito que valha tudo. Nunca saberemos a verdade última das coisas e, tenho uma leve e desconfortável desconfiança, de que ela nem exista.

Então, posto aqui três filminhos que mostram como o que vemos e juramos de pé juntos ser o quê dizemos, pode ser outra coisa absolutamente diferente. O chato é que, nem a gente, quando cientes dessa ilusão toda, damos o braço a torcer, que dirá quem acha mesmo que seu mundo é feito de certezas inabaláveis, tipo sua mãe, seu pai, seus irmãos, amigos, chefes, funcionários e a minha querida - porém não menos ignorante que o resto do mundo - torcida do Corinthiâns

Ah gente fina, não somente as pessoas me cansam a beleza, como eu mesma me canso o suficiente pra querer fazer uma lobotomia, só pra ver se esqueço tudo e começo de novo, desta vez com " menas " ilusão. Nem mesmo assim acho que escapo da saga humana. Viver da fé! Só não sabe fé em quê, né Gilberto Gil!


video
.

5 comentários:

Fraan ;) disse...

Eu odeio estatisticas, principalmente quandoestamos falando de coisas como mortes. Uma pesspa morre e vira siplesmente mais um número? Adorei esse post. Beijinhos!

Walkyria Suleiman disse...

Ah Fraan, nem me diga. Eu não gosto nem de democracia, pois tem gente resolvendo por mim....

Walkyria Suleiman disse...

Quer dizer, prefiro a anarquia

CIBELE CAMARGO disse...

Olá,querida!

Eu odeio estatistica...são todas
furadas ...
gosto mesmo é de astologia, mapa
astral...coisas de virginiana.
Lindo seu Blog
Beijos azuis
Cibele

Walkyria Suleiman disse...

Oi Cibele, eu acredito tbm na força dos astros, haja vista a harmonia entre os planetas. Não dá pra negar que tem alguma influência em nós, habitantes da terra, né?


voltar pro céu