.

.

sábado, 15 de agosto de 2009

Ai, ai, tá difícil votar!



Marina, morena Marina você me traiu.....
Poxa, e agora? Votar está se tornando realmente um ato da consciência. A coisa tá ficando complicada; só falta a Erundina se candidatar.

Antes era mais fácil. Até a extinção do AI2, eu nunca votei em ninguém, porque Arena e PMDB, ninguém merecia. Com isso me livrei de votar no Quércia e em outros tanto ou mais escabrosos.

Mas tinha um comichão pra votar. Enfim votei, e votei logo no Pt. Foi bom sabe, me deu uma noção, ainda que errônea, de cidadania, e olha que eu nem conhecia essa palavras, mas ela já morava na minha alma.

Depois, votar no partido ficou pequeno demais, pois conheci gente boa em outros partidos. Votei nas pessoas. Então saquei que sem apoio o cara podia ter boas intenções, mas o respaldo da maioria e do partido era o que mais importava. O jogo político.... olha, desceu como uma baciada de sapo na minha garganta, mas tive que entender.

E agora? Sei não, sei não, só sei que essas mulheres vão me deixar louquinha da Silva Roussef. Acho que dessa vez vou dar um salto na compreensão do que é votar. Só não sei ainda que salto será esse, pra terra firme ou pra um desfiladeiro.

Olha o Lula como tá inseguro......

6 comentários:

Robson disse...

É Walkyria, tá difícil mesmo de votar, mas por uma outra razão, a classe politica brasileira se apequenou demais e se nivelou por baixo, lei-se por baixo da lama. Homens, Mulheres, Sulistas ou Nordestinos, todos eles só tem um objetivo em comum, se darem bem e ficarem rico o mais rápido possível, são todos iguais sem exceção.
Nós, pobres mortais, somos apenas um voto na vida deles e eles só se interessam no que pagamos de imposto de renda.

Beijos
Robson

Walkyria Suleiman disse...

Sei não, acho que eles são, na verdade, o nosso reflexo.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Walll,

Essa política feita nas coxas está nos deixando perdidos nas escolhas. Sei lá, é muita podridão rolando solta. O importante é fazer nossa parte, né?

Beijo imenso, menina linda que adoro!

Rebeca

-

Walkyria Suleiman disse...

Rebeca moleca, nem sei mais qual é minha parte. O povo cobra tanto....que parte me cabe nesse latifúndio?

Sylvio. disse...

Sem dúvida, deve ter uma parte por aí que nos cabe...: não é a de viajar por pelo mundo com a grana do povo, nem de ser presa com mão na massa.
A impressão é que essa coisa de "parte" é um treco meio etéreo; por outro lado, "parte" é isso que fazemos mesmo: acordar, lavar o rosto, escovar os dentes, fazer xixi, beijar o/a amado/a, xingar o desafeto, enfins, tocar o bonde sem sacanear ninguém... Acho que é por aí!

Vou votar na Marina. Já tão dizendo que ela não tem o 'dom'.
Dane-se!
Tem uma cambada que já deu o que tinha que tirar. Temos todo o direito de escolher que nos irá sacanear ou não.

Walkyria Suleiman disse...

Sylvio, calma, vamos devagar, ela nem disse que é candidata. A única coisa que sabemos que ela é, por enquanto, é evangélica. Bom, mas isso dava pra ver pelo cabelo e pelas roupas.


voltar pro céu