.

.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Antiga Noite

.
O manto negro
se pregou sobre a cidade
com estacas de solidão.

A noite chegou.


A noite cheia de fantasmas

de fatos vadios, passados.


Noite que chegou sem estrelas
no olhar do poeta

Que chegou vermelha
no peito do guerreiro


Noite antiga

Constante.


Os grandes espaços me perderam

Me sugaram dentro da noite

Como se ela fosse subúrbio

ou canais subterrâneos do dia
.

15 comentários:

Sylvio de Alencar. disse...

Ah, a noite... Sempre a mesma, sempre tão diferente.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sempre e tanto e quando!...né Sylvio.

Daniel disse...

Talvez a noite seja mais gostosa do que o dia. Depende do dia. Da nossa disponibilidade de estarmos presentes nela. Sem contar que ela tem um ar misterioso.
Daniel

Sagittarius. disse...

oi. agora já tem como seguir o meu blog
http://apeembrasilia.blogspot.com
vc é welcome lá sempre
tô seguindo e adicionando o seu
: *

Sonia Schmorantz disse...

A noite inspira a poesia, sempre...
Um abraço

casos e acasos da vida disse...

Eu sou noctívaga, na noite o mundo é diferente, abre-se ao mistério e à aventura. Os olhos tornam-se mais doces, as palavras são sussuros, como brisas nocturnas...Gostei do teu poema, assim como gosto bastante da forma como te expressas.
Beijinhos

sam rock disse...

A noite pode ser encantadora, na cidade ou no campo.

Um abraço

jeu disse...

ME SEGUE LA NO MEU BLOG.. já to te seguindo!..

beijinhoss adorei teu blog. :)

http://www.jeisipstar.blogspot.com/

BAR DO BARDO disse...

Chavinha doirada: "Como se ela fosse subúrbio / ou canais subterrâneos do dia."

Bem, eu gostei!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sagittarios...quanto tempo menina. Nunca vou me esquecer daquela foto com o saso do super. Cadê ela, inclusive? Legal te reencontrar. Já fui lá, nos teus 200 blogs. Que fôlego, e que barato!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Casos e acasos, não consigo descobrir o teu nome, mas já sei que vc é mulher. A noite é um caso à parte... ela pode ser qualquer coisa. Não detemos sua forma, não sabemos nada.... tem sua poesia e sua melancolia.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

é nóix Jeu...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Henrique, não sei se vc é a imagem ou o espelho...rsrsrs. Brincadeira, é que sua foto inspira elocubrações. Vc sacou bem, é a ´parte que decide tudo. Subúrbios, subterrâneos...tem noite que fico assim.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sonia, Sam e Daniel, vejo que vcs estão animados hoje! Que bom, realmente, a noite é cheia de poesia e mistérios. Mas tem hora....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sam, escrevendo em Português! Parabéns


voltar pro céu