.

.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Vamos levar vantagem?

.
Bem, faz tempo que eu tenho pensado nesse lance de ficar por aí, agitando bandeiras e fazendo um pretenso patrulhamento em senadores, deputados e afins governamentais.

Tem uma ala, nesse desfile carnavalesco pré-eleição, que quer por toda lei dizer que agora vamos votar bem. Que agora, de posse do conhecimento das inúmeras falcatruas, espertices e levação de vantagem, no melhor estilo Lei de Gérson, do SEU candidato eleito, você, que é um justo, uma pessoa de índole e caráter acima de qualquer suspeita, agora, você vai votar em outro carinha, que faça jus à sua inabalável reputação.

Faça-me o favor, não acredito que as pessoas sejam tão cara de pau assim...

Quando eu fazia faculdade paga pelo contribuinte, você mesmo, caro leitor, a USP, teve uma pós-graduanda que fez uma tese avassaladora. Não me lembro o nome da mulher, e se alguém souber, pode me acrescentar.

Bem, ela fez uma tese em ciências sociais que mostrava por pesquisas, entrevistas e embasamento da histótia (a única ciência, segundo Marx) que os eleitores do Maluf achavam o seu comportamento exemplar. Que tinha mesmo que levar vantagem, que o Maluf era muito do esperto e esse sim sabia ganhar dinheiro. Nessa época foi cunhada a frase histórica dos governos do Maluf: rouba mas faz. Ou seria do Adhemar?

Pasmem, mas a classe social mais representativa dos eleitores do Maluf, eram os donos de padaria. Será um resquício da monarquia, ou uma introdução à massa da pizza??

Bem, então, o que quero dizer mesmo, é que, quem vota nesse ou naquele candidato, tem o mesmo tipo de procedimento, leva a vida naquela mesma toada, e tem os mesmos princípios que o candidato.

Quem ouve o povo na televisão, ou lê os e.mails e jornais daqueles que ficam se indignando e ainda contando isso pra gente, eu me pergunto: será que eles acham mesmo que são tão diferentes outros?

Que ilusão de correção e ética foi essa que baixou em todo mundo? Até parece mesmo. Vivemos num mundo onde ser esperto e levar vantagem são cartões de visita plenamente aceitos em todos os territórios nacionais.

Uma pequena mostra disso, é que, o povo e a pova em geral, não bota muita fé em candidato que não fez faculdade, que não venha da aristocracia, ou, que no mínimo não tenha passado alguns anos fazendo nada no exterior - exilados os pobres - vivendo da mesada da família ou da grana de instituições sociais, pagas por trabalhadores que batem cartão.

Ah, gentefina, como era gostoso o meu francês.....do tempo pré-Napoleão, e pós- Nelson Pereira dos Santos.

Enfim, como dizia a minha avó, cada um vive a vida que pode, que quer, ou que merece.
Mas não vão pesando que eu sou trouxa não. No meu não, gavião.
.

16 comentários:

Gerana Damulakis disse...

Todo mundo valorizando a ética? Nós não acreditamos nessa, né não?

Gerana Damulakis disse...

Todo mundo valorizando a ética? Nós não acreditamos nessa, né não?

Senhor da Vida disse...

Ah entao agora voce descobriu, jejeje, tava gostando de promover essa duvida quanto ao sexo dos anjos, jejeje.
Bem, mas agora voce me pegou, aquela barra de compartilhamento eu adotei quando visitei um blog e add, mas vou pesquisar pra voce e te informo, agora vivi um literal 8 de espadas, muita informação as veses atrapalha, grande beijo!

Senhor da Vida disse...

http://www.noticiaeblog.com/2010/06/botoes-de-compartilhamento-novo-recurso.html ta ai a resposta da sua pergunta, espero que seja isso, bjs!

Sergio disse...

Pobre Gerson...

ONG ALERTA disse...

Ano de eleição a responsabilidade é nossa...paz.
Beijo Lisette

MAILSON FURTADO disse...

Belo blog, bela postagem...

Muito bom trabalho!!!

Parabéns!!!

Veja:
http://mailsonfurtado.blogspot.com

Steve Finnell disse...

you are invited to follow my blog

Marcantonio disse...

Muito bom. Não há como discordar. E mais: por trás daquela suposta indignação que tenta por todos os políticos no mesmo saco, no embalo de uma pregação contra a política em geral, alguma coisa se aliena, e parece que é o próprio sujeito supostamente crítico, que separa sociedade e representação política tal como se os políticos fossem alieníginas que pousaram do nada no planalto central.

Abraço.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gearan
não mesmo.... tudo farinha do mesmo saco!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Senhor da vida
manterei o sexo dos anjos em segredo...hehehe.

Obrigada pela dica, como já te disse, adotei e deu certo.
Beijo grande, meu querido anjo.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sérgio...
pobre mesmo, teve o azar de cunhar esta expressão

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ong Alerta....
nunca sei se vc é a Lisete ou a Ale.... não faz mal né.
Mas sabe, a gente tem que assumir as responsabilidade... errar, acertar, não faz mal. Mas temos que assumir.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Mailson
seja bem vindo...... e vou lá te conhecer.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Steve
see you soon

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Marcantonio
é isso aí.]Tenho posts e mais posts sobre esse lance da pessoa falar de "humanidade" "se humano" e afins, como se ela não fizesse parte desse saco, dessa farinha.

É, ver o rabo, se tocar, ter espehlo em casa.

Seja bem vindo!


voltar pro céu