.

.

domingo, 4 de outubro de 2009

Deixa a Terra, "La Negra"

.

A voz da América Latina, ou “La Negra” como era chamada pelos fãs, por sua ascendência que misturava índio e francês, a cantora argentina Mercedes Sosa morreu hoje em Buenos Aires.

Exilada da Argentina por muitos anos, Mercedes inspirou oponentes dos regimes militares tirânicos em todo o mundo.


"Gracias a la vida" e "Si se calla el cantor", jamais serão esquecidas. Juntamente com outros cantores e compositores, como Victor Jarra (brutalmente assassinado pelo golpe militar Chileno), liderava a "Nueva Canción", um tipo de música de protesto, muito comum naquela época na América latina.

“Eu não escolhi cantar para as pessoas. A vida me escolheu para cantar”dizia Mercedes que era de família pobre que trabalhava na cana-de-açúcar em Tucuman.

Incansável, este ano está indicada a três prêmios no Grammy Latino, incluindo melhor disco do ano. Neste novo disco, ela divide as canções com verdadeiros fãs de sua carreira, como Joan Manuel Serrat, Caetano Veloso e Shakira, Luis Alberto Spinetta, Gustavo Cerati, Charly García, Calle 13 e Joaquín Sabina.

Mais um modelo, um exemplo de vida, conduta e amor deixa a Terra. Vai com Deus Mercedes, e obrigada por tudo que você semeou nos corações das pessoas.

Esta semente será levada a lugares e tempos impensáveis para nós, simples mortais. Sua voz permanecerá na coragem e na justiça semeada pelo sopro da tua vida em nossas faces voltadas pro sol.








"Nasci em Tucumán e vivo em Buenos Aires. Sou cantora. Sou viúva. Tenho um filho, Fabián Ernesto, e duas netas. Dirijo um Audi pequeno. Fiquei muito doente e me reencontrei com Deus. Sou progressista. Sou embaixadora do Unicef"

8 comentários:

Mundo Mundaca disse...

Cresci ouvindo sua musicas, e também sentia saudades.Não era uma saudades geográfica nem da gente que pouco conheci,era saudades das raizes que deixei para tras,Sua voz e suas musicas estão profundamente ligadas a minha história e a ouvir e como sobrevoar a cordilheira novamente.
Gracias a la vida..que nos deu a oportunidade de ouvir a sua bela voz!
Saudades.
yasmin

RAFAEL LIZARAZO disse...

Hola...

Inmenso pesar me causa su partida, su voz fue mi compañera de luchas universitarias, sus canciones aún suenan en mi triste guitarra.

Abrazos.

Hneto disse...

Lamentavel, o mundo fica sem uma grande voz.

BAR DO BARDO disse...

... anjo...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Yasmin, suas lembranças podem atravessar mundos. Faça-as alegres, sinta-se previlegiada por tê-las. Acredite, é uma benção.

LUZ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LUZ disse...

Obrigada por publicar, eu amo Mercedes Sosa.
Paz na sua Alma
Abraco grd

Esmeralda disse...

He pasado por aquí de manera, y en un rapto de atrevimiento te escribo en mi lengua porque carezco de la habilidad de hablar en portugués, (luego usare el traductor), pero temo que no sea fiel con mis dichos.
La Negra fue, es, y será realmente un signo de lucha. Su voz inconfundible, su muerte nos deja su inmenso legado y una tristeza propia de quien se añora aún sabiendo que nos veremos a la vuelta de la esquina.
Bello Blog.

Beso Esmeralda

Eu hei rodado até aqui que maneira , e em um arroubo que ousando ti escriba at my língua já que cuidado da destreza que conversa em Português , ( de seguida vestir o tradutor ), mas EU receio que don't ser religioso com my mencionado. O corvo era , a senhora está , e irá a ser majestoso uma tabuleta que batalha. Dele voz inconfundible , dele morte ourselves ela esquerda dele tremendo herança e uma tristeza própria que quem se saudade ainda sabedor que ourselves viela mais ou menos no dia esquina. Beleza Blog.

Beijo Esmeralda


voltar pro céu