.

.

domingo, 25 de julho de 2010

Sábia Decisão

.




Na véspera do que não serei,

tomo a decisão:
Amanha resolverei tudo!

No dia em que já não sou,

me decido:

Amanhã me procurarei!
.

41 comentários:

sam rock disse...

Canto.
Mas o meu canto é triste.
Não sou capaz de nenhum outro, agora.
Em cada verso chora
Uma ilusão,
Tolhida na amplidão
Que lhe sonhei...
Felizmente que sei
Cantar sem pressa.
Q!ue sei recomeçar...
Que sei que há uma promessa
No acto de cantar...

Apanho unos versos De Miguel Torga para você

Uma aperta

Bom fim-de-semana

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sam
que belo poema....gosto muito de Miguel, quase tanto como do Fernando Pessoa.

Sylvia Araujo disse...

E a gente vai deixando pra amanhã o que não tem remédio. (remediado está?)

Beijoca

covnitkepr1 disse...

Hi. I came across your blog through another blog I follow and have signed up as a follower. When you’re free, please do visit me and let me know what you think of my blog and leave a comment. If you like, do follow as well. I am always open to great new people and interesting websites. Look forward to hearing from you.

Sonhadora disse...

Minha querida
Como este pequeno poema, fala de uma vida inteira, eu pelo menos senti assim.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sylvia
é assim mesmo, senão, como tocar a vida, né?
Obrigada por vir me brindar com sua presença.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sonhadora
menina, vc me emocionou.... é isso mesmo, uma vida toda pra ser resolvida

Gerana Damulakis disse...

Poucos versos para muito dizer. Tudo jogado para o amanhã e para outro amanhã. Resultou num ótimo poema o que era (é) dor.

marcello disse...

Wal
Faz parte da condição humana postergar...

Ianê Mello disse...

Em poucas palavras, tudo foi dito.
Belo! Bjs.

Phivos Nicolaides disse...

Ola querida amiga. Boa semana! Viagens

Beatriz F disse...

Me gusta el poema, me gusta tublog. Practicaré portugués.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gerana
eu acho que quando não se sabe onde ir, melhor verificar onde estamos. Pra mim, aí começam as dificuldades...onde estou mesmo?

Então amiga, a dor resulta em poema, e devo dizer que hoje, tbm não resolvi nada ainda.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Marcelo
faz parte da condição postregar, mas às vezes, as pessoas, os acontecimentos exigem decisões que ainda não estamos no ponto para dar. Tem que ter muita coragem pra dizer que não sabe, que ainda não pensou...as pessoas acham isso um defeito, um coisa de indecisos......

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ianê....
que lindo ver seu sorriso. Sabe, às vezes poucas palavras traduzem um sentimento. Outras, nem um eciclopédia! Obrigada por tua presença.... e pelas coisas bárbaras que vc posta no Face!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Beatriz F
obrigada pelas palavras, pela visita, e venga sim praticar o português. Praticarei o espanhol no seu blog!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Phivos....
[otima semana para vc, viajante inveterado!

Carol Morais disse...

Wal, meu amor,
tô passando rapidinho só para dar uma satisfação. Eu vou viajar nessa quinta, então ainda estou naquela loucura...Por isso nem entrei mais direitinho no meu blog nem nos outros blogs que frequento...como o seu, é claro.

Mas, como não me aguento, quero, mesmo assim falar só umas palavrinhas sobre esse poema lindo.
Eu me identifico, pois muitas vezes deixo para ser uma de mim das que eu sou, entre tantas no amanhã. Nunca deixo para ser hoje, ou deixo sim, todas as decisoes sobre a minha identidade para amanhã, para um depois. O agora é tão difícil de se perceber, que acaba tudo virando passado. É difícil saber quem somos, pior ainda é tentar procurar a nós mesmos, por isso deixamos para amanhã.
Talvez, quando deixarmos essa vida, comecemos de fato a procurar nós mesmos, pois nessa vida, todo dia é o dia em que nós já não mais somos.

Amo você Wal.
Sendo quem eu sou hoje e, provavlemnte quem eu sereu amanhã, após inventar desculpas para me procurar no dia seguinte.

Beijos!

CAROLINA CAETANO disse...

Walkyria, essa vida parece com gavetas. Nós somos mesmo feitos de meias, blusas e tecidos com naftalina. É bom quando está arrumadinho e tem espaço pra se esticar.
Lindo o poema! Temos sintomas parecidos. Hehe.
Ah! Seu comentário foi uma ordem acatada no mesmo instante em que li.
Um abração, menina!

geminis disse...

Eu estava lendo seu blog e eu gosto, eu sigo e convido-vos a seguir-me no e historiasdelbus diariodeunageminis

Djabal disse...

Meus votos que a véspera e o amanhã, jamais se encontrem. Fosforescendo eus que ora não são. Borboleteando decisões que jamais resolvam nada.
Só vento, só brisa, apenas ar...

Nath disse...

Voooolteeei Wal! Gostei da foto.

betina moraes disse...

wal...

adorei!

é a melhor solução, sem dúvida! deixa para amanhã que amahhã nascerá com autonomia de atos e tomará as melhores decisões por nós!

um beijo, querida-amada-idolatrada-salve-salve!

Lua Nova disse...

Às vezes, tudo que queremos é que a vida se demore e o amanhã seja distante o suficiente para que, quando ele chegar, nos sintamos prontos para decisões que a alma, naquele momento, não tem condições de tomar.
Beijos.

Rafael Castellar das Neves disse...

Tomara que dê tempo!

Gostei da forma e do jogo com as palavras..

[]s

F. Otavio M. Silva disse...

Fantástico texto. Vi um comentário seu no poema meu q O Mailson postou no blog dele por isso decidi passar pra ver seu blog, bem diferente seu blog, adorei.

se vc puder dá uma passada no meu tmbm http://otaviomsilva.blogspot.com/
Bj

Ludmila Ferreira disse...

Wal... Briigadaa pela força...

See não fosse voces ficaria mais triste ainda..

Um fortee abraçoo...

beeeeijOdalua!

Mariana disse...

De manhã em manhã...os problemas vão perdendo força ...acho que é melhor assim, com tempo, com sabedoria, com AMOR e MISERICORDIA...a vezes deixan de ser tão problemas ...
Carinhos de Mariana.

A.S. disse...

Apenas um minuto pode decidir toda a nossa vida... pressa para quê?


Beijosss
AL

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Lua Nova...
menina, nem sei sabe, vc disse de um modo incrível o que minha mente estava tentando me dizer, pra me acalmar, não era pra parecer um adiamento.

Adorei isso, esperar que a alma esteja pronta. Se livrar da pressa humana, e ter a calma necessária para deixar aflorar.
Vc me ajudou muito.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carol....
na quinta feira pesnei em vc, viajando, indo desbragar outros mares e outros "eus". Que Deus te guie nessa jornada, minha linda....

E olha.... que a gente possa sempre, muito, e de novo, criar outros eus, mais bacanas, mais seguros, mais sem-vergonhas....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carolina, minha nega.... é bom estar arrumado, mas dá um comichão de mexer em tudo de novo.

Vou lá ver se vc me obedeceu mesmo!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Geminis
seja bem vida, e vou lá te seguir sim, obrigada.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ah Dajabal
que delícia de comentário, deu vontade de ter vc aqui pertinho pra me falar junto com esse teu sorriso.

Tipo assim....viva Walkyria, não se preocupe...vc chega lá! Obrigada, gostei tanto, mas tanto, que nem vou tentar explicar mais.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Oi Nath!!!!!
que bom que vc voltou e veio me ver no céu. Já fui lá no teu cantinho..... lindo demais.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

BB
idolatrada salve salve.... só vc. Sabe, senti uma saudade de vc estes dias....
Eu queria ser assim, como vc, esse trem em linha reta, cheia de amor e esperança, que nada descarrila. Sei que não é fácil pq por mais que eutente ser vc....por mais que eu seja vc.... eu não fico na linha. Eu não tenho esse amor, feito de renda e compaixão que vc tem.

snif....
hhehehe, mentira, tô feliz, pq não sou vc, mas vc é eu!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Rafael, deu tempo certinho pra ir no teu blog e ler a crônica da maçã.... que eu adorei, diga-se de passagem. A mensagem das tuas palavras tem que ser ouvida!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ot[avio
seja bem vindo, chegue e se acomode, ou incomode a gente, que estamos na vida pra isso mesmo.
Já fui no teu blog, e já tô com inveja da Paty!

Querido novo amigo, obrigada pela visita.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ludmila
a vida é assim minha querida, uns dias sim, outros não, algum talvez....mas a gente segue. Vc vai ver....um dia riremos de tudo isso.
Fique bem!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Mariana
é isso mesmo, com amoe e misericórdia por nós mesmo. Tem vezes que nos exigimos demais....
Obrigada querida, por tuas palavras e carinho.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

AS
Abílio....sim, um momento eterno, como no teu belo poema.
Obrigada pelas palavras, viu!


voltar pro céu