.

.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Como armar um presépio

.

3f0039c8c58127111a233358ca0957f8

José Paulo Paes

Pegar uma paisagem qualquer, cortar todas as árvores e transformá-las em papel de imprensa.

Enviar para o matadouro mais próximo todos os animais.

Retirar da terra o petróleo, ferro, urânio que possa eventualmente conter e fabricar carros, tanques, aviões e mísseis nucleares, cujo morticínio há de ser noticiado com destaque.

Despejar os detritos industriais nos rios e lagos, exterminar com herbicida ou napalm os últimos traços de vegetação.

Evacuar a população sobrevivente para as fábricas e cortiços da cidade.

Depois de reduzir a paisagem à medida humana, erguer um estábulo com restos de madeira, cobri-lo com chapas enferrujadas e esperar.....

Esperar que algum boi doente, algum burro fugido, algum carneiro sem dono venha nele esconder-se.

Esperar que venha ajoelhar-se diante dele algum velho pastor que ainda acredita no milagre, e esperar... esperar....

Quem sabe um dia não nasce ali uma criança e a vida recomeça?

foto - Devianart

.

9 comentários:

Ricardo Calmon disse...

Minina Kyria,kicontundente post,afff adoravelmente surreallllllllll,quanto ao coemntario em post meu último,amaderrima amiga,conhecimento tomei,me lembro bem,amei,te agradeci e retribui em forma citação post meu,após isso,operei a cuca pela terceira vez,e já estou normalmente bemblem bem kkk!

ti amu pessoa terna!

Viva la vida!

Henrique Pimenta disse...

Eu amo o Paes!

Boa mensagem para o dia...
Gentefina, beijo!

Elaine Barnes disse...

Belo post ainda faltou tvz as águas das enchentes. Feliz Natal! bjão

Fred Matos disse...

Não obstante a minha implicância com o uso comercial do "espírito natalino", não tenho como escapar da influência que a data exerce sobre o meu emocional que ainda teima em crer que a humanidade não é caso perdido e que podemos construir um mundo mais justo, sem violências e sem preconceitos. Em suma: sou um ingênuo assumido.
Sendo assim, é inevitável que venha para deixar os meus votos sinceros de que você tenha um feliz natal e que o ano novo não seja apenas uma nova página no calendário, mais um marco de mudança que inaugure uma nova era de paz e felicidades para todos e que possamos realizar todos os nossos melhores sonhos e projetos.
Felicidades.
Beijos

A fada das agulhas disse...

Oi querida,
Vim aqui te desejar um Natal de muita SAÚDE,
PAZ,AMOR E FELICIDADES.
Que Deus derrame muitas bençãos sobre
vc e toda sua familia.
Obrigada pela amizade durante esse ano
de 2009...foi muito gostoso te conhecer nesse
mundo da blogosfera.
Um grande beijo!
Simone

Rui da Bica disse...

Excelente "mensagem" !
Que "coisa feia" tão bem tecida !
Se isto não der uma volta muito grande é para aí que caminhamos vertiginosamente !
Um beijão
.

angela disse...

Sua foto esta enfeitando o blog Varal de ideias.
Espero que tenha tido um bom dia de Natal.
beijos

Primeira Pessoa disse...

Mais um recanto bonito que descubro na blogosfera.
Sol, maresia, estra, flor...
poesia a céu aberto.
Curti! Ganhei meu dia.

Abração do

Roberto Lima.

um tal de Caçador disse...

Gostei do texto desse senhor Paes, é quase tão pessimista como eu...

Bêjo


voltar pro céu