.

.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Comer ? Por quê?

.
Sabe aquela noite em que você está em casa, bem da sozinha e te dá assim aquela fome, mas você não sabe bem do quê? Então, você abre a geladeira e constata que não quer frutas, nem suco, nem nada frugal. Fecha a geladeira, fica meio que parada em copas entre a dita-cuja e a pia. E suspira!

Vamos deixar claro que toda essa indecisão gastronômica, revela o estado da sua alma, pois veja bem: se você estivesse com outra pessoa, rolava uma sugestão, um “eu faço isso e aquilo”, ou ainda melhor, “deixa que eu preparo algo pra você”. Abriam uma cerveja ou um vinho e, entre uma coisa e outra aperitivavam, beliscavam, essas coisas que fazemos entre amigos, sempre na cozinha, pois a cozinha, é o melhor lugar da casa pra conversar.

Ou, se você estivesse pra lá de animada, saía por aí, comia algo na rua, dava uma volta, mas não é o caso, né.

Oi ainda, se estivesse alegre, disposta, abria logo a geladeira e comia qualquer coisa, só pra alimentar o corpo, já que a alma estava em paz.

E é nesse ponto que eu chego a fazer uma revelação gastronômica, bem de quem não tem mesmo uma reputação a zelar. Quando estou assim, sei que não é meu corpo que pede alimento, é a alma. Então eu faço um Miojo com ovo cozido picadinho por cima, azeite e flor do sal, e chamo isso de alimento pra alma.

Vai entender.......

Essa ilustração MUITO da linda é da Yasmin Mundaca, e está lá no seu maravilhoso blog.
.

39 comentários:

Manuel disse...

Cara amiga, mesmo estando muito longe, eu entendo essas angustias feitas de incertezas.
Estando a alma alimentada o corpo se sente reconfortado.
Gosto desse português do Brasil com tanto açúcar à mistura. Me encanta.

Kimbanda disse...

Olá querida Walkyria.
-Vai entender sim.
Por vezes (no meu caso) nessas alturas só algo bebível, porque alma tem sede também. Então sai um vinho de minha produção, terrivelmente espirituoso! ... e aí, até o apetite aparece.

"...Deixa que preparo algo para você..."
- Essa é uma boa e que sabe muito bem! e aí "o que vem à rede é peixe" - Quero dizer um miminho bem vindo.
Curioso como quando recebemos alguém em casa, a cozinha é o lugar mais concorrido e onde a conversa rola. A cozinha vira a sala de visitas! - Será assim com todo o mundo?
A ilustração que acompanha o teu texto é maravilhosa como todas as que a Yasmin tem por lá, ela é uma artista maravilhosa e fico suspenso no colorido, pormenor e acima de tudo na originalidade, porque é um trabalho não comparável com outro qualquer.
Bom apetite... vá!
Kandandu do coração para ti amiga.

ju rigoni disse...

Puxa, como eu entendo... Vez em quando, também tenho dessas fomes...

Bjs, Wall, e inté!

ACR disse...

Bom crítico é aquele que narra as aventuras de sua alma entre obras-primas.

Você consegue...

um anjo

A.Tapadinhas disse...

Logo que acabe de escrever a minha declaração, concordando consigo, vou comer um petisco...
rsrsrs

Beijo,
António

angela disse...

é isso mesmo, assim mesmo. Fome danada essa que vem desse jeito...e como incomoda essa fome!
acho que um ovo frito com a geme mole e um pãozinho frances dariam conta, o miojo..
Adorei as reflexões e as confissões.
beijos

Luma Rosa disse...

Ansiedade e invariavelmente tratada com açucar. A nutrição explica que os carboidratos ao descerem pela garganta, se transformam em açúcares.

Adoçar a alma, não é fácil!

Bom fim de semana! Beijus,

Rui da Bica disse...

Olá Walkyria. O meu comentário vai destoar.
Sabe que eu nunca tenho fome, nem necessidade de comer?
Nunca me apetece, desde que esteja sozinho e se acompanhado, desde que não falem em comer.
Quando sentado à mesa com outras pessoas, acabo por comer mais do que elas.
Sou incapaz de saír sozinho para ir comer, mesmo que seja um simples café.
Quem me vê comer, não acredita.

Bjs. e bom fim de semana.
.

Sonhadora disse...

Walkyria
Linda postage...mas comigo não dá, pois nunca tenho fome.
mas uma boa conversa, vai.

Beijinhos
Sonhadora

Sylvio de Alencar. disse...

Ylustração da Yasmin: chique no úrtimo!

Que coisa, nunca pensei..., já!, já pensei nisso: ficar olhando abestalhadamente pra geladeira querendo algo que não sei, ou que sei (mas sem certeza), que intúo, pois a gente fica como que se perguntando ao corpo o que ele quer, já que a gente mesmo não sabe.

Fui lá no armário pra ver se tinha um miojinho; não tem.

Interessate o papinho!
Tipo ovo de colombo...!

Quisses!

Sônia Silvino disse...

Ameeei o teu blog. Vou divulgá-lo no The Best Blogs com certeza!
Quando quiseres, conheça o meu perfil e meus outros blogs!
Bjkas!

Susaninha disse...

AHAHAHAHHAHAHAHA....
CLARO QUE DÁ PARA ENTENDER...
Sinto-me assim as vzes...
SUUUUUUrrisinhos:)

campoazul disse...

Está muy bién tu relato, y tengo que decirte que soy un bicho raro porque yo cuando tengo ansiedad o estoy sóla y aburrida en casa, nunca tengo hambre prefiero dormir.

Un beso.

Ira Buscacio disse...

Wal,
vou entender? Pensei que tava falando de mim!

Que maravilha essa sua sensibilidade, esse olhar pras coisas miúdas e tão honestas.

Bjs

Norberto Marques disse...

OI Wall :)

Passei para desejar uma boa semana :)

Beijo

Norberto

ana.d.w disse...

Vai entender porque somos assim. Hoje estava exatamente igul sua descrição, nesses momentos procuro um bom livro...

beijos Wall!*

Gilson disse...

É melhor vc arranjar alguém para esses dias tediósos porque miojo não faz bem não...rs.r.s...
Esses dias são o Ó.........

Passei aqui só para deixar um abraço saudoso de férias e já falo umas gracinhas né.

Bjs e asta lá vista

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Manuel
essa línga nossa é muito matreira, muito cheia de ginga e poesia.
E como a alma precisa de alimento... Às vezes não nos damos conta disso, e passamos dias sem dar à nossa alma, alguma cor, paisagem, poesia, imagem....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Kimbanda
a cozinha é "o lugar" da casa. Eu fico impressionad como todas as minhas amizades elegeram a cozinha. Então, me conte, vc faz vinhos..... que delícia, que surpresa....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

JU
fome de alma!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

ACR
que elogio forte, que visão mais generosa dos meus humores. Obrigada!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Antonio
petiscomé coisa de gente na boa, alegre, tem que acompanhar uma cerveja, ou vinho...hum delícia.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Angela
eu adoro a geminha do ovo com pão. MAs quando estou no estado que citei, pegar frigideira, [oleo, dar o ponto do ovo, poder errar e ficar duro e sem graça, lavar a gordura, ah tudo isso não cabe naquele momento solitário e carente de alimento pra alma.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Luma
boa explicação científica, e deve ser assim mesmo, pq eu não sou muito fão de doce, assim abuso dos carbohidratos. Difícil mesmo adoçar a alma, amiga....nem te conto.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Rui da Bica
seu neg[ocio é companhia, parece bichinho de estimação, só come se o dono estiver por perto...brincadeirinha...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sonhadora
nem na alma?

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sylvio
quantas coisas fico perguntando pra alguém que está denteo de mim, pode ser meu corpo, minha alma, não sei, mas é como vc disse. Fiquei pensando....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Suzaninha
já percebi no ato que vc sabe do que estou falando....beijão procê

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Campo Azul
quisera eu nestas noite, poder ir dormir, te sono...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ira querida
é o bicho carpinterio da alam, rsrsrs, como no seu poema.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Oi Norberto
obrigada meu amigo.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Anadedabliyou
um livro é um modo legal de alimentar a alma, tem sentido, mas pra mim, puxa, junta a alma e o corpo famintos.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gilson
já me deram esse conselho....
e então, retornou das férias?

betina moraes disse...

rsss

sensacional!

descobri finalmente o motivo pelo qual sempre comia miojo com ovo cozido quando morei sozinha!!!!

(não posso deixar de elogiar a escrita, fluída e muito elegante, viu, bonitona!)


um beijo.

Mundo Mundaca disse...

Uau!!!..que bela sorpresa..ai que estoy tímida..de ver aqui mi desenho.
Nossa!..me deu uma P....saudades de miojo..pode?..aqui não tem :(
a minha receita favorita era jogar nele umas gotinhas de mostarda e algumas alcaparras...to até me babando.ahahaha
Obrigado amiga por mostrar aqui em teu maravilhoso espaço um pouquinho de meu trabalho
I love you pra xuxu.!

Gisele Freire disse...

Walzinha
To morrendo de rir aqui, tenha dó, miojo com ovo rs!!!!! Eu adoro, mas sem ovo rererere, adorei teu texto, tá lindo, vc é a mina! :)
saudades docê!
bjs minha mais nova amiga de infância :)

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ah Betina
então temos o miojo em comum. E olha só, seus comentários são de um crítica literária supes phina...rerere. Querida, obrigada viu.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

É Gi, amiga de infância, são confissões que eu nem deveria fazer, né!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Yasmin
a sOrpresa foi tanta em ver TU desenho em MI blog, que vc até misturou seus idiomas...querida...adoro teu trabalho e vc sabe.


voltar pro céu