.

.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Com o bisturi na mente

.

Gentefina, eu nem sei bem por onde começar. Diante de tanta dúvida, incertezas, impossibilidades e contradições, desde a criação da nossa raça até a criação de um criador, passando pelas aflições e podridões do ser humano - que já nasce morrendo e vai morrer um dia porque tem prazo de validade-, até a beleza dessa terra abençoada, o cheiro das madrugadas e o esplendor das manhãs, não pode mesmo existir espaço pra tanta masturbação mental.

Com o bisturi na mão, a olho nu na minha mente, usando de toda pureza possível; carma, destino, acaso, livre arbítrio, são apenas palavras antagônicas que habitam nossas mentes e palavratório de bar e de blog.

Se eu acreditar em destino e carma, não posso supor um livre arbítrio. Que catso é essa liberdade de escolha entre MDB e ARENA? É um AI2 celestial muito do ditador.

E, como vocês sabem gentefina, se há lei eu sou contra. Sou uma seguidora insuportável de leis, por coerência interna e geográfica. Se quero morar lá, viver aqui, guiar carro e comprar à crédito, bem, tenho que seguir a lei. Se quero mudá-la, não é sonegando ou me fazendo de Migué, sempre na minha conveniência, que provo algo. Provo apenas que sou espertinha e uso da lei de Gérson.
Mas enfim, posso me candidatar, posso incitar um levante popular, ou coisa que o valha. Mas como não vou fazer nada disso, então tenho que tentar entender meus comportamentos, atitude muito mais eficaz do que ficar tentando entender o comportamento do próximo, de Deus, da natureza ou das moléculas.

Mas vou direto ao mot deste post.

As pessoas, desde que o mundo é mundo pra essa raça que tem apenas alguns milhares de anos, a nossa, tentam desesperadamente falar com Deus, com Manu, Zaratrusta, Buda, Maomé, Alá, Oxum, Javé e outros menos cotados.
E é emulação de cordeiro, quando não de filho, e é sacrifício de aldeias ou vilas inteiras, quando não de etnias, e é galinha preta, centro espírita, promessas, jejuns, correntes e grilhões de tudo que é tamanho, cor e cruz credo.

E a pessoa está sempre pedindo um sinal dos deuses, uma coizinha qualquer, uma reles aparição, revelação, sonho, voz vinda do nada, cachorro falando, trem se mexendo dentro da cozinha, gentefina, são inúmeras as maneiras que o divino podia mandar mensagem. Mas, ele não manda mesmo. Não, se há uma coisa que não acredito é neguinho que fala com santo, antepassado ou seres espirituais em geral. Não estou dizendo que não exista, apenas que não acredito, que tem uma grande diferença de valor e conteúdo.

Por outro lado, veja bem que o assunto é complexo pra minha situação de terceiro-mundista, fêmea e loira, eu acredito em carma do jeitinho que o Rudolf Steiner apresenta. Acredito porque foi o carma mais bonitinho e gostoso que conheci. Ele diz que na medida em que você avança espiritualmente, principalmente através do amor, da criação e do perdão, você vai liberando as pessoas que estiveram na sua vida, atadas por mágoas, injúrias, perfídeas e tudo o mais.

Ao libertá-las de você, você se liberta também. E pode se livrar do carma, assim, por livre arbítrio. Nesse instante você está limpo, leve e solto, e pode viver sua liberdade. Ah, fala se não é bacana essa maneira de ver o Carma da Antroposofia.

Ele fala também, que somente através do outro você consegue evoluir e limpar seu carma. Que não existe evolução sem o próximo, esse sujeito que é o cara mais distante do universo.

O Romeu Leite, um solitário convicto, disse pra mim um dia, que vivia esse drama. Que aguentar as pessoas era difícil, por outro lado, as idéias geniais estavam dentro destas mesmas pessoas.

Um dia minha filha me deu um livro pra ler, “Conversando com Deus”. Enjoei na capa já. E ele ficou ali jogado, até que eu devolvesse. Mais tarde, umas pessoas falaram desse filme, e eu meti o pau, sem nem ter visto. Belo dia, tô na vídeo locadora e o Mateus, que eu adorava e nem trabalha mais lá, me diz pra assistir o filme. Oquei era muito chamado. Eu assisti.

Gentefina sei lá, uma coisa no filme me deixou de quatro. Ele dizia que Deus conversava com a gente através das pessoas. Olha só, essa informação me fez ver tudo diferente. Deus já tinha mandado 3 recados pra mim, e eu nem tchum.

Vocês conhecem a piada do homem numa inundação? Quem sabe pula pra frente. Serei breve:
Um agricultor tem uma terrinha passou a vida fazendo roça, criando animais, a terrinha é a vida dele. Um dia rompe a barragem da represa por causa de um vendaval, e anunciam na TV uma inundação geral. Pedem que os habitantes da região abandonem suas casas.

Ele fica transtornado, não pode abandonar aquilo que levou a vida construindo. Sua filha liga da cidade em que mora e implora ao pai que abandone a casa. Ele se ajoelha, reza fervorosamente e pede a Deus um sinal.

Momentos depois passa a defesa civil, com água no joelho, e tenta levá-lo sem sucesso. A água atinge o primeiro andar da casa. No segundo andar, o homem reza e reza pedindo um sinal de Deus.

Já no teto da casa, passa uma canoinha de bombeiros e diz que é a última chance dele. Que eles não podem mais voltar. E o homem, firme em sua crença, espera um sinal de Deus. Encurtando a história ele morre afogado e ao chegar à presença de seu criador, diz muito do puto da vida, que pediu um sinal e ele não havia mandado nada. Seu criador lhe diz: - Primeiro te fiz assistir ao noticiário na hora em que você não assiste TV. Depois mandei tua filha te ligar. Mandei defesa civil e bombeiros. Me diga, qual desses sinais você não entendeu?

Então gentefina, na minha vida acontece assim. Tudo, mas tudo mesmo que eu preciso, chega aqui na minha casa trazido por alguém que veio apenas levar um lero.

Minhas amigas e filhos dizem que eu tenho que sair mais, que eu penso que vou arrumar um namorado como? Que ele vai aparece aqui, do nada? Eu digo que sim, que ele vai bater na minha porta, em todas as portas que eu puder deixar abertas. Eles dizem que o cara então, é um entregador de pizzas.

Mas eu sei, sei que tudo chega pelas pessoas. Deus fala comigo o dia todo. Eu escuto se quiser. Porque cada pessoinha, por menor que pareça, traz algo de muito valioso pra mim.

Podia contar mil casos, mas pouparei vocês disso. Quem me conhece não acredita como as pessoas aparecem na minha vida, tipo Reis Magos, me trazendo valores preciosos.

Tenho reencontrado gente do meu passado, onde eu nem sabia que tinha gente. Encontro gente no presente, cheia de presentes para mim....e com olhares que me mostram futuros maravilhosos. Gente que nem sabe, que naquela fração de segundo, mudou a minha vida. E minha vida muda todo dia, todo segundo....

Minha vida fica estagnada quando me enclausuro dentro do quarto do meu coração e me tranco por fora. A minha mente vai lá, me obedece fielmente, e me tranca por fora. Aí acabam as mensagens, os presentes e o futuro. Fico desconectada de mim mesma e das pessoas.

O que pode fazer um coração trancado pelo lado de fora? O único caminho é chamar a fiel mente, que nunca falha ao ser chamada, e pedir que ela destranque a porta. Então se vestir de alma e dizer sim à vida, às pessoas e a esse tão distante próximo, que a gente deveria amar como amamos a nós mesmos. E como anda o seu amor por você mesminha?

Então, hoje mesmo foi demais..... mas eu não vou contar não.
Já falei demais.



33 comentários:

Jéssyca Carvalho disse...

Realmente! Eu já vi o filme e adorei!
Concordo contigo: deus fala com a gente através das pessoas, de todas elas. Ninguém vem e volta sem deixar algo em nós e isso é sinal de Deus, sim.

Amei o post, beijões no coração!

Carol Morais disse...

[com sem acentos]
Wal,
eu amei esse teu post. De verdade. Eu penso como vc sabe? E nem precisei de tantos sinais. rsrs
Bom, as vezes eh um amigo que liga e pergunta sobre a materia da prova de amanha e vc diz: "prova?que prova?" rsrs
Bom, o negocio eh que aconteceu algo muito estranho, mas ao mesmo tempo muito bonito na minha familia, e que um dia ainda vou contar la no meu blog, mas como o momento eh oportuno, vou te contar logo agr:
Meu avo faleceu ha 3 anos. Foi uma barra mto grande na familia, pq, mesmo que ele tenha nos dado a felicidade de viver or bons e bem vividos 100 anos, nossa familia tem como base meus avos e minha avo foi casada com meu avo por 68 anos, sem mtas brigas no relacionamento. Eh..isso nao acontece mais nos dias de hoje, e, se acontece, deve ser pq as pessoas assistem menos novela ou tentam nao ver tantos absurdos que foram banalizados no mundo.
Sim, quando o vovo morreu, no mesmo ano, no final do ano, meu tio(filho do vovo) foi resolver umas coisas na secretaria da fazenda, eu acho.O negocio eh que ele estava mto mto mto aperreado e se nao resolvesse logo naquele dia, sua vida viraria de cabeca para baixo. Ele chegou la e pegou uma senha para aguardar na fila. Como se era de esperar, a senha que meu tio pegou era a ultima das ultimas.Ctz o lugar la ia fechar e ele nao ia conseguir resolver nada. Foi ai que ele ficou ainda mais nervoso e desesperado.Foi quando um senhor velhinho, de cabelo bem branquinho chegou para ele e pediu que pelo amor de Deus, que ele trocasse a senha com meu tio. Meu tio ficou uma fera, pq ia trocar por uma senha mais atras.Mas, ele ja estava tao desesperado que aceitou.QUando meu tio trocou as senhas, e quando ele olhou no papelzinho que ele trocou com o velhinho, o velhinho havia pegado a senha do meu tio e tinha dado a senha dele: ele era o numero 1!!!!
Meu tio ficou branco.Olhou pra tras e procurou o velhinho pra agradecer e nao o encontrou.Deu tudo certo.
Ate hj contamos isso na familia com muita emocao. E tem gente que diz que Deus nao existe.E tem gente que diz que Deus nao fala com a gente?Que Ele nao interfe?Que ele nao nos ajuda??
Acho conversa fiada.
Deus esta sempre conosco e como a historinha da inundacao, a gente so percebe seus sinais quando a gente realmente QUER perceber.Nao precisamos ouvir coisas inacreditaveis ou ver magica! Precisamos escutar os outros.
Vamos lembrar que Deus faalou pela gente e muitas vezes nos tb somos um pouquinho de Deus para os outros.

Um super beijo

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carol
minha linda. Eu ando como naquela música, choro até me beijo de novela, que nem assisto, pra vc ver meu estado. Então quando vc falou em família, em avô e avó, eu já desabei aqui, molhando as teclas do meu "véio". Carol, que história linda, e como vc a soube contar.

O ex da prova foi demais, pq é assim de pequenidades(existe?) que é feita a nossa vida.

Carol, obrigada minha linda, muitas vezes vc foi a emissária de Deus pra mim. E é por isso que nos unimos, nada mais.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Jéssyca
que delícia sua foto, seu rosto, sua alegria que vem mesmo de Deus, e entrou aqui pra me deixar agradecida e atônita.

Obrigada, de coração.

Maria Valéria disse...

Adorei seu post, achei a minha cara!! concordo com o que vc escreveu rsrsrrsrs
beijão ;)

Tânia regina Contreiras disse...

Wal, belos presentes recebo de Deus através de seus filhos e todos têm sempre algo a doar. Entender-se com Deus é muito fácil e ao mesmo tempo difícil. Se Deus está em cada um de seus filhos, está no pobre e no rico, na freira e na puta, no lúcido e no louco. Entendo que os preconceitos nos tiram a possibilidade de belos aprendizados eu estou sempre aberta a receber significativas mensagens de cada um deles.

Beijos,
Tânia
P.s.: sincronicidade, as letras de verificação abaixo formam lusputha!

Gerana Damulakis disse...

Eu simplesmente amei este texto! Em vários pontos, me identifiquei tanto e, em outros, tive vontade de tomar um avião e ir para SP, só para conversar urgentemente com vc. Aqui no texto há assunto para horas de conversas.

Para descontrair: imagine um entregador de pizza maravilhoso...rsrsrs

betina moraes disse...

wal...

só vim lhe dizer:
tá lá o corpo estendido no chão,

ou seja o e-mail!


amanhã venho ler.


um beijo!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Maria Valéria
com toda a tua e a minha alma(nome do teu blog delícia) e gente pode ativar as escutas de Deus. Obrigada por me receber.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Tânia
este foi um ponto que evitei tocar, mas vc, com toda sabedoria que tem, foi lá....
Isso, de ter preconceitos, é a forma mais eficaz de ensurdecer a criatura. E eu tenho, e temos todos.

Cada um do seu lado do muro, abomina o lado que não vê, ou que não entende, ou que não concorda. Conversa comprida essa.

Tânia..... obrigada.

Ai jesusmariajosé.....tá vendo a PV dando lição na gente!!!!!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gerana, olha...nem sei.

Fiquei atônita, já tava com a chave do carro na mão pra ir te prgar no areoporto. Gerana, vc faz ideia do que significa pra mim estar conversando com vc? E olha que nem fiz ainda as outras perguntas, que têm muito a ver com esse texto.

gerana...o que nos impede de pegarmos este avião?
Não vale grana, tempo....não vale.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

BB
vc é a minha peste mesmo.
O corpo tava lá, estendido no chão, e com quem eu poderia conversar, assim, com os zoinhos grudados na lama?

E, por outro lado, parece que vc estava lá no chão tbm.... estendidaça. Será que foi por isso que arrumei forças, levantei do chão e te escrevi?

Sei lá..... mil coisas, vc com bola de palhaço, e as crianças, e tua vida...e tudo o mais.... e tenho que ir trabalhar filha. E vc...cozinha djá!

alice disse...

ler este texto do princípio ao fim são 10 minutos de puros sorrisos! tem um sentido de humor formidável. há aqui em portugal um livro com o mesmo título, ou qualquer coisa muito semelhante com "conversas com deus", que nunca li por não me agradar o título :) conhecia a estória do homem que morre sem entender os sinais e penso que em nossas vidas isso acontece muitas vezes, porque pedimos sempre sinais maiores do que se calhar somos dignos... é bom, é muito bom, reflectir consigo. um beijinho muito grande.

Sylvio de Alencar. disse...

O destino, o carma, existe da seguinte forma:
vc vai viajar, existira normas (rodoviárias) a seguir, um trajeto conhecido a percorrer. Isso seria o 'carma', situações que ocorrerão conhecidas (se fizer besteira ocorrerão acidentes; isso pode ser evitado com o 'livre arbítrio' (fazer essa viagem na boa).

Acredito que vc só se liberta através do auto conhecimento (estar atento ao que pensamos e fazemos).

Não existe evolução sem o próximo (certíssimo!). Somos todos Uno (Natureza inclusive), mas, nesta dimensão onde TUDO é relativo, achamos que tudo é separado...

Conversando Com Deus, os livros.
se vc se impressionou com o filme (que é legalzinho mas não tem muita coisa de mais - pra mim que já li os livros), vc ficará abismada com o conteúdo dos livros.
Considero ter tido, realmente, uma conversa com um Amigo.

Quanto a aprecer alguém m sua vida.... Bem, só posso falar de mim:
posso até ficar ficar com a pessoa 'errada' enquanto não vier a 'certa', mas, não muito 'errada', que não tenho tempo pra ficar errando de bobeira.
O problema é que nem a 'errada' tá aparecendo...

Que coisa viu? Vc conhece um pai de santo legal?
(Rêrêrê!!!!!!!!!!)

Palavra de verificação: nessessi (necessidade talvez de pensarmos nas coisas?).

b disse...

Sinto informar que sua religiosidade, no sentido do re-ligare, grita nessa postagem.
Independentemente do que você queira pensar, fez aqui uma declaração de amor à vida, a você, ao outro, e por conseguinte, a Deus ou Deusa ou Deuses, sei lá.
Sua postagem é Dharma.
Tomara que seja prá quem souber ler e aproveitar.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sylvícola
de toerias estou farta, de ditados, idem...eu não vou ficando com os errados não......fico comigo mesma, acho mais gostoso.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

b
sim, fiz mesmo, um declaração de amor à vida, a Deus, às pessoas.... vc percebeu. Meio que me escondo, mas Jesus dentro de mim grita alto!

ju rigoni disse...

Wall, caramba, que texto! Depois você pega aí um paninho e apaga as minhas digitais... Identificação, perde. Vai muito além... É Wall queira ou não queira!

Beijo, linda, tô melhor sim. A dor persiste, mas está diferente para melhor, se é que me entende...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ah Sylvio,
continuoa a achar o filme qqr coisa, mas tinha uma mensagem para mim. Não o recomendaria a ninguém, como filme. Nesse sentido fico com "A naturea selvagem" .Esse eu recomendo.

Carolina Caetano disse...

Walkyria, um dia Betina foi me apresentar a uma amiga dela e disse "essa é a Carolina, aquela pessoa com quem tudo acontece". Sabe aquela frase que todo mundo fala, mas quase ninguém vive mesmo "eu atraio gente doida; isso só podia acontecer comigo" etc? Então, imagino que você, como eu, de fato, vive essas coisas também. Assim, menina, eu só posso constatar: se Deus manda tanto recado à nossa porta, é porque somos MUITO teimosas!! Hehe.
Beijos e beijos!

Senhor da Vida disse...

Sem comentarios, aqui pude perceber a sintonia total, Deus falou pelo texto, pelos comentarios, enfim, sinais e sinais que ele existe e olha por nos.
Esse fato da inundação, ate me faz lembrar a ressaca aqui em praias de Florianopolis, ate exercito trabalhando para conter o mar.
O que fico a pensar, se o mar avançou ou o homem que tava invadindo a area dele?Bjs a todos!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Alice
que bom que vc sorriu....que bom que podemos refletir junto e uma na outra. Teu livro me encantou.....

Olha, não recomendo o livro e nem o filme.

Dayane Figueiredo disse...

gostei do post :)
eu fiz meu blog a pouco tempo..se puder da uma passada la..to te seguindo aqui! Parabens pelo blog! Sucesso sempree !!! beijos

http://dicasquevoceprecisa.blogspot.com/

betina moraes disse...

wal...

o amor por mim anda tinindo! e se revigora quando leio quem eu gosto e vejo que quem eu gosto é gente do bem! penso que sou muito fera para escolher pessoas para estar no meu coração, meu ego infla! por outro lado, penso que deus me ama pra caramba pois me dá chances incríveis de ser feliz com meus amigos e amores, pois eles me escolheram para partilhar maravilhas. assim, exatamente como você tem feito...

a confiança é uma das tantas maravilhas que recebo para partilhar, de presente!

nos textos que você escreve sempre há a beleza do questionamento, a clareza, acho admirável que você não se perca do que quer realmente dizer, com tantas considerações, todas amarradinhas. é lindo de ler a tua escrita.

quanto ao Karma eu nem penso nisso, a única Lei que obedeço é a da não fazer aos outros aquilo que não gostaria que fizessem comigo e pluft! tá tudo resolvido. a causa e o efeito existem, é uma Lei da física comprovada e eu quero acumular reações positivas para minha alminha que, por via das dúvidas, não quer de jeito nenhum ficar como ioiô indo e voltando em corpos variados para pagar credikarma. tem muito planeta para conhecer, muita estrela onde quero ir....


PV: entessi

tradução: palavra usada no interior do mais profundo longínquo lugar para dizer o mesmo que "até se..."

um beijo, querida.

Mundo Mundaca disse...

Ok vc e a leitora Jessica me convenceram vou ver o filme!
Essa coisa de Carma..odeio..talvez eu seja ignorante,sei lá. Só que detesto a ideia de que tah tudo escrito e tenho que passar por coisas ruims,conhecer pessoas ruims e comer pao amassado pelo capeta por que alguem escreveu em algum lugar que esse é meu carma.Entao? nao tem jeito? quer dizer nao adianta eu rezar,me benzer, correr de gato preto ser boasinha e seguir a lei que se tenho o tal carma escrito vai ser sempre assim?
Que fiz eu pra ter Pinoche em minha vida? pra passar fome? so pra inumerar coisas que aconteceram na primeira infancia...
Quanto ao entregador de pizza..se for gato me da o disk dele..to precisando!
Beijocas e toma umas a mais amanha em Pedreira por mim.
yasmin

Patrícia Gonçalves disse...

Essa discussão de ouvir Deus é complexa, essa semana uma pessoa me disse que não precisamos de intermediários, que havia passado por várias religiões e seitas e agora percebeu que há um canal direto com ele, é só falar. Nosso problema é ouvir, por isso, precisamos treinar nossa sensibilidade, para receber e perceber a sutileza da palavra, Deus é sutil.

..."se vestir de alma e dizer sim à vida"... é lindo. Lindo post, moça.

beijão

Sylvio de Alencar. disse...

Existem certos momentos em que nos aproximamos de Deus, de sua compreenção: quando nos colocamos frente a nós mesmos por exemplo.

Minha maneira de falar às vezes até a mim me irrita... Daremos um jeito nisso.

Verei este filme.

Namastê.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Dayane
seja bem vinda!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Betina
credikarma, vc não existe mesmo.
Eu sempre olho o céu aberto e penso que adoro a terra, que de todos os lugares que estive, é daqui que gosto mais.

Claro que rio comigo mesma com essa afirmação. Mas sei que vc me entende.

Sei que a Walkyria, não sou eu, meu nome espiritual ninguém sabe. Talvez, minha eu, vc saiba.

Não gosto muito da norma de não fazer aos outros o que não quero que façam pra mim. Ela não me satisfaz. O outro não sou eu. Ele tem que ser visto, e às vezes, o que ele quer, não é o que eu imagino.

É difícil satisfazer o outro se eu não o reconheço como um diferente.

Mas tá bom, eu entendi, só me estendi, pq sou folgada.
BBzinha......
eu gosto de vc, muito.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

BB
entessi
amei
isto é pra sempre, vc sabe!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Yasmin
eu costumo pensar o que fiz de bom pra merecer tanta coisa boa que me acontece.

As ruins sei que são da alçada do imponderável.
Toso temos nossas tragédias, faz parte da vida.

Quanto ao livro e ao filme, não recomendei nada.....veja bem!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Patrícia
é isso aí!
Re-ligare, sentimo primo da conexão com os deuses.

Não conseguimos ouvir tudo pq é muito barulho. Fazer esse filtro, eleger o que ouvir e o que dar crédito. Colocar a mente a nosso serviço e não deixá-la vagar pelo disco rígido da mesmice.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sylvio
vc não me irrita pq eu te adoro
e o filme é ruim.


voltar pro céu