.

.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Minha assinatura vale muito

.

Sob pena de influenciar as pessoas - não que eu o faça, mas não queria correr o risco - não comentei nada aqui sobre a campanha Ficha Limpa. Tive uma impressão, que é diferente de intuição, que eu já tinha visto esse filme.

Explico:

Nunca votei em ninguém - apesar de ter aquele comichão de votar quando fiz 18 anos, antes que o AI2 fosse abolido , promessa que fiz ao meu tio Daniel Linguanoto, que me introduziu ao mundo da política, dos Atos Inconstitucionais, e na sessão coruja da rede globo. Fora Fernando Pessoa, Marx, Hanna Arend, David Hume, Noel Rosa e outras maravilhas mais.

Então, com tio Daniel morto, e minha palavra sendo a única coisa válida neste mundo de desmandos, mantive a promessa.

Ah, que delícia, nunca votei no Carvalho Pinto, nem no Orestes Quércia, nem ao menos no Fernando Henrique Cardoso. Escapei da Arena e MDB com louvor, e dei meu primeiro voto aos 25 anos. Foi minha primeira atitude abertamente política, com 1-quarto -e- sala de século, achei significativo, numerologicamente falando. (diz aí, blog do senhor da vida)


Depois veio a história de Diretas já, panelada, etc e tal. De novo, não fiz panelada, mas se fosse pizzada, talvez eu achasse mais coerente e tivesse mandado ver nas formas da minha casa. Escapei do Tancredo... Credo!

Assim, esse papo de ficha limpa não me soou bem. Ninguém definiu ficha limpa. A quem interessa isso? De onde vem essa coisa?

Ter ficha limpa pra ser funcionário público, é diferente de ter ficha limpa pra comprar nas casas Bahia. Ter ficha limpa pra ser mesário, é diferente de ter ficha limpa pra ser padre. Ter ficha limpa para comprar um apartamento, é diferente de ter ficha limpa para pode se casar no civil, ou no religioso.

Assim, me neguei a assinar algo, a colocar lá a minha participação, em um palavratório mal explicado.

Mas, espero que essa impressão seja algo mal impresso no cimento molhado de minha alma, de verdade. Eu dou o maior valor pra minha assinatura. Aprendi isso em um dos livros do Henry Miller. Ele fala que você só dá valor a 1 centavo, quando é o que falta pra comprar um maço de cigarros, e a balconista não te vendo o maço.

Era isso gentefina..... mas coerência é tudo. Só abro mão da coerência, quando as coisas começam a ficar incoerentes na minha cabeça. Aí, mudo logo de ideia, e volta a coerência, por pouco tempo, porque mudar de ideia......

Gentefina, mudar de ideia é maravilhoso.

Mas por favor, argumentos inteligentes, sensíveis e próprios. Nada de me citar livros, leis e história. Vamos pra frente gentefina, que atrás vem gente, apesar de alguns acreditarem que a Terra vai acabar. Vai nada.....é nóix no fim do mundo. E fim do mundo significa, a nossa morte.

Ah! e não se preocupem em descer a lenha. Minha foqueira precisa de combustível, e madeira alheia é mais barata, além do mais, eu nem tenho que me preocupar com a procedência.
.

31 comentários:

milu disse...

Ai..ai..Como é bom te ler...Bjs.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Miluzinha
como é bom saber que você existe e ajuda a raça humana na transformação.

sam rock disse...

Walkiria, desde que el mundo es mundo, la gente viene diciendo el mundo se acaba. Pues, me pongo irreverente, y como veo que usted echa mano de una fotografía de Henry Miller mirando lo que en el fondo más le interesaba, digo: ¡A follar que el mundo se acaba! De paso me cisco sobre todo lo que aspira a la grandeza, palabra esta última en la que incluyo todas las palabras escritas con mayúsculas que no son más que vanas letras puestas unas detrás de otras.

Un fuerte abrazo y que pase un buen fin de semana.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sam
você com sua palavra certa, com a medida certa das coisas. Já disse e repito: como é bom conhecer homens como você.

Mas Sam, você tá na lista dos homens da minha vida, vc sabe!

Sarah Slowaska disse...

Noiva, em resposta à tua pergunta no outro post, eu acho que prefiro ser o Ronaldinho.

Eu li tudo, mas preferi não descer a lenha não. Prefiro subi-la pelo elevador, pois aqui está meio frio.


Xapralá, passei para deixar um beijo :*

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sarah....me nego a ser a Daniela. Ela é dentuça, peituda, metida à besta, e não fala albanês.... e não é a betina. Eu só sou quem a Betina é.

Bem, manda pelo elevador noiva, guarda tuas forças pras paradas mais importantes.....minha querida Sarah....querida demais.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sarah, como toda terceira mundista que se preza, eu detesto frio.

Frio, só do outono em Nova York, ou das cidades de água mineral aqui do Brasil.

Céu azul de dia, e uiski, conhaque, pinga, vóCA, rabo de galo, e um lance que tem diabo no neio que esqueci o nome. Ah.... sempre cerveja, e com fogueira a noite toda.
ah....
e cobertor de orelha!

Sarah Slowaska disse...

Uia, vamos ter que tirar no par ou ímpar. Ou vamos ter que revezar, pelo menos nos momentos mais íntimos.

'
Ah, desculpe, eu nasci em Ribeirão Preto, vivi até aos treze anos em Ribeirão Preto, e detesto calor. Transpiração, suor, roupas coladas. Não dá não.
Gosto do tempo londrino, dos dias cinzentos e noites tempestuosas. Adoro chuvas de granizo, vento gelado, invernos insuportáveis.
É comigo mesmo.

Teremos que assumir uma relação aberta, escancarada, com quilómetros de distância, porque para o calor infernal do Brasil eu não volto não! Fico com o meu vinho moscatel, vinho do porto e uma boa sangria ao som de Jacques Brel.

Ale Danyluk disse...

Bom, não seria diferente de todas as outras vezes que aqui estive: O que escreve é substancialmente bom e por isso cá estou outra e outras vezes virei. Mas terminando essa chuva de confetes eu vou deixar o meu pitaco sobre algumas coisas que vi(li).
Respeito sua posição e acho mesmo que o livre arbítrio serve para ser exercido. Eu também vejo muitas coisas que desaprovo, discordo e não compactuo, porém não consigo ficar de fora, não consigo não meter a mão na massa e a vontade que sempre me dá é meter a mão na cara mesmo.
Infelizmente temos que conviver com cada estapafúrdia situação e políticos e pessoas com eficientes manobras mas ineficazes posições. E me refiro a essa tal de ficha limpa.
Soube dia desses que mesmo que essa fosse aprovada,não poderia ser já utilizada nessa eleição pois tem uma data em questão de 1 ano de antecedência...E como estamos a apenas 6 meses de novas eleições tenho certeza que já sentiu o cheirinho da pizza né ???
Enfim...mas continuo a teimosa de sempre e votando arduamente e esperançosa de que um dia possamos ver uma paisagem diferente dessa que vemos a tempos...
É a velha história do passarinho com a gotinha tentando apagar o incêndio. Estou fazendo(tentando) a minha parte. Espero fervorosamente mais "passarinhos"para que possamos apagar e afugentar de vez essas chamas fumegantes de bandidagem e ladroagem política.
Utopia?
Talvez....mas sonhar é viver.
Adorei o post.
Vixeeee...escrevi demais. Pardon madame!
Beijoooooooo e obrigada por sempre me fazer refletir
Ale

Aloizia disse...

Vim retribuir a visita!!!Poxa que espaço sensacional menina, seu blog é tudo de bom...Simplesmente amei!!!!!
Parabéns por construir um espaço destes!
Já estou seguindo.
bjs

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Coerência é tudo! :D

Lau Baptista disse...

É Walkyria, é complicado essa história de ficha limpa, afinal, quem tem ficha limpa de verdade é aquele que não viveu. Não é?
Mas, no nosso Brazil, as coisas mudaram tanto, os valores ficaram de ponta cabeça. E, existe um monte de gente achando que pode educar o povo e colocar ordem na Câmara e no Senado, fazendo leis.
O que precisamos de verdade é de princípios, valores e muito respeito. E isso, só com educação desde cedo.
Parabéns Wal, não dá prá participar porque virou moda.

Sylvio de Alencar. disse...

Tô com o Lau:
'O que precisamos de verdade é de princípios, valores e muito respeito. E isso, só com educação desde cedo'.

Sandra Botelho disse...

Acabo de me apaixonar...
Concordo com vc em g.n.g
E olha que não suou de ficar rasgando seda não.
Bjos que tenhamos dias mais coerentes., com pessoas mais instruidas.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga.

Com o tempo aprendemos que não
se pode mudar o mundo com palavras,
até porque muitas delas parecem filmes que já vimos em nossa
vida.
Mas não podemos perder a esperança,
pois de tudo que possuímos na vida,
(ou pensamos possuir na vida),
é tudo o que ainda nos dá sentido

Que a vida esteja plena em ti,
e que tenhas tempo de viver esta plenitude.

sam rock disse...

Walkyria, me produce una verdadera paz interior saber que cuento con su amistad. Me gustan sus certeros comentarios de una persona que lleva en sus genes la magia bimilenaria de esos seres mitológicos que le han dado a usted nombre y sabiduría. Ellas, según la tradición nórdica, elegían a los que morían en la batalla. ¿Qué es la vida sino una guerra con pocas treguas?
Me honra que me lleve a su Walhalla.

Un abrazo desde el lejano valle que está vigilado por "os tesos cumes", de O Courel: "Eiquí síntese ben o puco que é un home" (Uxío Novoneyra).
Día das Letras Galegas 2010

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ale
então, eu nem falei disso no post pq esqueci.

Não vc não falou muito, pode falar mais que aqui quem manda sou eu...hehehe...e adoro quando alguém alarga meu pensamento.

E pensamento verdadeiro é assim, como o teu, intenso, sem ordem mental, são impressões, deixam a gente com a pulga trás da orelha, que acho que orelha serve pra isso mesmo, e pra colocar cabelo atrás, da dita.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Aloizia
bem vinda!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Lau
pra mim não tem essa de Brasil de Europas e de Estaites e Malvinsa. Ser humano é igual em todo o lugar. Mudam as leis e como elas são cumpridas....nada mais.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Francisco
falou e disse!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sylvícola
gosto mais quando vc não copia o Lau.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sandra
quero pessoas menos ignorantes....a instrução é coisa de juiz em processo...e não vale nada.

Mas olha, eu tbm me apaixonei!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sam
me sinto mesmo invadida pelos mitos, arquétipos, lendas.....

Vem comigo meu lindo amigo e conselheiro, vem pro nosso Walhalla.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Aluisio
sempre torcendo por mim eplea minha alma. Eu sei com o isso vale.
Obrigada querido professor!

Sylvio de Alencar. disse...

ai Wall..., tava meio de saco cheio o dia em que postei...: tava na Escola, com pressa, cansado, o google excluiu meu 'orkuti'...; tava daquele jeito viu!

Bem vamos lá comentar as preciosidades:

1) Verdadeiramente, vc acertou: esse filme já passou com outros títulos e temas.
2) Vc não é ligada a política ( o Carvalho Pinto era muito legal! O Orestes se revelou um filho da puta). Eu também não sou, só quero ter um pouco de informação pra, dentro dos meus limites, atuar com um mínimo de coerência (com minhas idéias do que é fazer política).
3) Considero esse papo de 'ficha limpa' legal, pois a coisa tá desandando..., já tem de tudo na política: ladrão, assassino, vigarista, canalhas, psicopatas ocasionais e crônicos.
Chega né??
Claro, todos os países têm os seus, mas aqui a coisa tá meio que escancarada e a gente não tem que aguentar de boquinha fechada. Eu acho.
Assinei o bagulets.
4) Vc não deixou muito explícito sua posição com relação a política em termos gerais; temos que convir que viver sem ela é impossível.
5) Bjus!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Postei um coment bem agressivo pra vc SYLVÍCOLA....depois desisiti.

Há muito que não aceitava provocação de PSDBISTAS.... vc quase me pega. Mas meu santo é forte.

E o Betinho, o Henfil, o Carlito Maia, Hélio Pellegrino, Chico Mendes, Don Helder Câmera e muitos outros me inspiram lá dos céus....

Sem falar nos vivos.....

Sylvio de Alencar. disse...

Se tivesse postado esse a resposta'agressiva', teria me pego de calça curta...
Escrevi de alma leve, e, por isso, uma resposta brava me pegaria de surpresa.

Ninguém tem 'obrigação' de ter um partido, uma 'posição' partidária; mencionei a política como uma coisa mais alta, tipo 'escolhas' que fazemos no dia a dia de como nos posicionarmos em diversas questões que envolval relacionamentos formais.
O homem é um animal político? É. por isso a inutilidade de se querer negar o 'tomar partido' de uns, e não de outros.
Vc sabe de tudo isso, é uma´pessoa coerente com o que pensa; só comentei tudo isso pois quero que saiba o que 'eu' penso.

Está de parabéns por não ter me espinafrado. eu teria ficado bicudo uns..., 15 dias! Emburrado ficaria pelos cantos.

Esses nomes que citou:
Betinho, o Henfil, o Carlito Maia, Hélio Pellegrino, Chico Mendes, Don Helder Câmera e muitos outros que te inspiram lá dos céus, sem falar nos vivos...; também me inspiram.

Espero ter sido minha resposta ao seu post, razoável...

Bjs.
(E parabéns: não ter me xingado demonstra um certo amadurecimento geral).

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sylvio, não te chinguei pq não sou amdurecida...apenas tava com preguiça de brigar....

Ando cansada...

Augusto Dias disse...

Essa é tu
e que se .... o resto!!!
Beijão!

Sylvio de Alencar. disse...

Que bom!
Quanto ao resto..., que fique tudo sempre bem.

Abrçs.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Augusto
não é bem assim, no fundo sou uma carente, romântica e ofendida. Tenho que gritar alto pra ninguém descobrir a minha fraqueza.

Mas acho, que vc já descobriu....né?


voltar pro céu