.

.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Phinas e Finas

..
Gentefina da minha vida, me sinto na obrigação íntima - porque no final, é só pra mim e pra Deus que deveria me explicar -, de esclarecer para vocês, um termo que uso. O termo é PHINA.

Bem, já que a Gerana, que é a “Dama” do ceuAberto disse que eu posso passar a boiada pela porteira, e nomeá-los todos, começo aqui esta função.

PHINA é com P de puta, porque desde cedo, acostumada a ser tratada como mulher, que se não quer dar, já deu, ou é mal comida, escolhi ser puta, ao invés de vagabunda. Dessa você gostou né sorella Betina!

H de muito macha, incomodando mulheres desesperadas para encontrar um sustento de duas pernas do sexo masculino, de preferência, sem polegar opositor. Concomitantemente segui incomodando homens que se sentiram ameaçados por minha inteligência, curiosidade, peito, desobediência, civil e social, e candura(rsrsrsr).

E chegamos ao INA.

Ina tá mais pra Erund-ina, que para Ciccio-lina e ina-propriada, ina-ceitável, ina-cabada, s-ina, lampar-ina e, finalmente discipl-ina.

A inapropriação vem do fato de eu ter o péssimo hábito de falar o que penso. Mudo de idéia, por ser inacabada. Mas depois do leite derramado, nem bezerro aceita.

Quem diz a verdade, praticamente pode ser considerada alguém que diz tudo o que pensa. Pois é, gentefina. Pela tabela internacional de doenças, aquele que tem pensamentos em abundância e fala muito rápida, pulando de uma ideia para outra, ou não tendo filtro em seus comentários, é considerado Psico Maníaco Depressivo, ou portador de Bipolaridade.

É hilário gentefina, mas quem diz a verdade – friso - pela tabela internacional de doenças, é louco. Tem que ser tratado, dopado, preso ou envenenado, tipo o Paul Éluard, Thoreau, Gandhi, Emerson, Graciliano Ramos, Kaspar Houser, Rudolf Steiner, Mi Yamaguishi e outros PMDs ou bipolares menos conhecidos. Concorda comigo, Sylvícola?

Então gentefina, a PHINA diz a verdade, ela acredita na educação para o comportamento, não para o conhecimento. Educação e respeito, são atributos inseparáveis da PHINA.

Porque eu não quero ser uma fina de carteirinha, que leu tudo que é porcaria chique, que conhece tudo que está up today. Pra pra, mim up today, são meus amigos, livros, filmes e discos.... e nada mais. ( tem mais, meus computadores e meu carro)

Já passei da época em que tinha uma reputação a zelar, e eu falo tanto isso que, algum dia vocês vão acreditar. Então não vejo filmes, nem leio livros “que não me conduzam à libertação”, para citar Manoel Bandeira. Aliás, quando li esta frase, minha phinura emergiu das profundezas de meu ser. Fiquei livre daqueles filmes onde ninguém entendia nada, e os personagens tinham todo tipo de problema, menos aluguel, escola de filho e condomínio. Nunca entendi direito do que eles viviam. Será que de aposentadoria por exílio político? Não sei.... quem sabe Ziraldo ou Jaguar possam explicar melhor esse lance.

Outra liberdade que assumi, foi não ter mais que encapar certos livros que eu lia, e eram considerados leitura vulgar e comercial. Ah, eu adorava: Moris West, Arthur Hailey e outros que nem me lembro mais. Mas se eu aparecesse lá nos barracos da Usp com essas leituras.... nossa, seria linchada.

Mas já desviei do assunto, como toda boa louca.

Então, querida Gerana, não vou dar nomes às finas, porque você sabe, em time de futebol, religião, partido político e cônjuge, as PHINAS nunca se manifestam, acreditando na suprema liberdade de escolha. Ainda que equivocada. Porque o amor é cego, mas pode ser surdo também.

Justifico o uso de fina sem H em ”gentefina”, para não complicar. E porque aqui falo para finas e phinas, pois cada um sabe a phinura que tem, que pode, ou que merece.

Se alguém souber quem é esse artista que colca zíperes nas coisas, me conta (já deu comichão na sorella...rsrsrs)
.

30 comentários:

Carolina Caetano disse...

Wal! Tomei a liberdade de chamar assim, acredita? Hehe.
Você faz quantas postagens por dia?? Eu custo a acompanhar! Hehe. Mas é bom, que eu sempre saio correndo e lendo tudo como se o blog estivesse andando, ou como se uma nova postagem pudesse ser inserida a qualquer momento! Daí, misturo logo as definições de cada coisa separada que vou lendo. E sabe o que vira? Fica ótimo! Acho que se trocarmos suas letras de lugar, você sempre manterá a fotografia original, assim, sem nome.
Um abraço!

Tânia regina Contreiras disse...

Quer saber? Mas quer saber MESMOOOO? Com toda sinceridade? ADOREI!!! hehehe...Você é ótima!

Abraços,
Tânia

milu disse...

Falou, mas falou direito...do jeito que eu gosto...mas sou tão covarde ainda!!!Bjs.

Carol Morais disse...

Wal, PHina,

por favor:
http://desmondier.blogspot.com/

obrigada!

Andrea Galvez disse...

Wal queridona!

Me diz uma coisa, afiou teus deditos heim!...to aqui pensando assim, quem você teria o prazer de cortar o pescocito agora?:)

Que não seja Yo!!rsrs

Mas senti uma vibração daquelas de: "não vou engolir nada daqui por diante!"

E eu acho e acredito que tem que ser mesmo assim, algumas pessoas se acham no direito de pré-julgamentos, e como você diz, quem sabe de você é você mesma, e este negócio de reputação à zelar é pra quem tem culpa no cartório né?Isso na verdade se faz passado, o importante é viver assim, com liberdade de expressão.

Agora to em dúvida aqui....sou phina ou fina?..rs

Beijocas queridona...
Bom inicio de semana.

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Visceral... :D

Carolina Caetano disse...

E essa coisa de você ter letras do João Bosco no cantinho é tão... Ai! É João Bosco demais da conta!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

gentefina...
respondo tudo depois, tô tomando uns sais(de baixo) pra passar a taquicardia da emoção.

Ana Lucia Franco disse...

Walkyria, passando para te deixar um abraço. E salve Inana, Astarte, Afrodite, Venus, as prostitutas sagradas, que nós mulheres conhecemos bem a relevância de seus arquétipos na mesma medida em que as respeitamos...finas ou phinas..

betina moraes disse...

hahahaha


eu adorei sim, como é que sabe???


e deu mesmo um comichão danado mesmo! hahahaha vou descobir custe o que custar!

texto fabuloso wal, fabuloso!

eu amei!

PV: pozesms,

tradução: as poses das miss!

beijos!

Gilson disse...

Menina Wall, vc hoje está com a corda toda...rs.rs......
Gosto de sua sinceridade e da mudança de moça culta para a policial fetiche...rs.rs...

Abs

Augusto Dias disse...

Tô embasbacado contigo criatura,
Adorei isso, você tá fazendo gente crescer por ai viu.
Beijão!!!

Patrícia Gonçalves disse...

Cara, adorei, acho que achei minha alma gêmea (rsrs)!!!

Não é por acaso que a gente se achou nesse mundo virtual!

beijão

Gerana Damulakis disse...

Fui lendo sem saber se ria, ou se chorava. Um desabafo e tanto!
Que bom q vivemos neste tempo com tal ferramenta para escrever e, de imediato, encontrar a resposta: isto é a tal bloguicidade.

Sylvio de Alencar. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sylvio de Alencar. disse...

Humm, um post sarado! (Um 'humm' léxicamente perfeito!!!!: tira 'm' põe 'm', tira 'u', põe 'u'... Um minuto pra chegar nele!)

Bem... Rhan/rham!
Gostei.
Tudo bem escrito, descrito, quase desenhado! E olha que é um assunto, para muitos, espinhoso; tipo: falar de si.
De fato já dei umas surtadas no decorrer de minha existência que, embora tenham sido normalíssimas, assustou bastante a platéia; mas no fim, deu tudo certo graças a Deus: minhas irmãs se formaram 'cun laudae' e eu sou um projetista ocioso, e um pintor de paredes respeitado e sem serviço, mas não sou um durango (tenho pro cigarro, vinho, queijo e azeite)!

Uma moça sempre me falava que eu era muito fino na cama (eu a execrava!), hoje tou pendendo mais pro meu lado cafetão (nunca imaginei que isso ía acontecer!).

Ai! Sou fã de mulheres inacabadas...
'Completá-las' é o céu!

Vc não lia Yan Flemming???????????
De minha parte, falando do Hailey, devo à ele meus conhecimentos dos meandros de uma fábrica de automóveis, de um hotel (o elevador despencando no fim, com a mocinha dentro!), e de um hospital.

Poderia mentir phinamente e dizer que 'me esqueci do nome do autor das fotos', mas, isso não seria coisa de gente fina.

Bjs.

(apaguei o posta nterior por causa de uma vírgula)

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carolina
se vc assobiar eu respondo.

Eu faço mil postagens na cabeça. No final do dia, quando chego em casa, a pia e o tanque me chamam. Quando consigo escrever, muito se predeu. Às vezes recupero, às vezes não.

Mas eu sou muito astralizada....

Que barato vc ver uma coerência em tudo. Pq eu acho que tem. Até separo as coisas em alguns post. pq desembesto quando escrevo.

Eitcha minerim espertim!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Tânia
eu SEMPRE quero a sua opinião!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Milu
MINHA linda.....
somos todos atemorizados. Mas então a gente fica com medo, vai lá e faz e pronto. Ai, ai passou, agora já fiz...ufa! E tocamos o barco.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carol
olha a minha carita de tacho!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Andrea
de novo vc me sacou!
Eu estava de cutelo na mão, e qqr cabeça tava valendo.

Vc, vc,vc....é a minha PHINA amiga de inPHância

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Francisco,
intestinal!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Caroliona,
só tenho algo a te dizer:

balauÊÊÊ...injodabada...u~E~E~E.

jadê.....

amo esse cara

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ana
gente phina é outra coisa. Dá nome às putas. Assim que eu gosto!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Betina
as poses da missssss

fofolete

mas então?
cumé?cadê o artista?

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gilson
olha, moça curta, policial feitiço...
hahahaha.... eu sou uma legião!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Augusto
Ah, vc é tão tão. Vc é um presente pra mim. Eu tô crescendo. Talvez expluda.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Patrícia

eu acho que achei tbm...desde o primeiro dia que te li. Já tô noiva da Sarah, mas sou a favor de harém. E vc?

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gerana
te falei da bloguicidade em outra encarnação deste blog. Parece que foi há 1 século.

Gerana
como vc é precisa. É assim mesmo que eu vejo. Escrevi rindo e chorando.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sylvio
graças, vc descartou o calendário.

Olha, o assunto mais fácil da minha vida, é falar de mim. Afinal, me aguento faz tempo, emtempo integral, e com agrotóxicos.

Pode vir aqui em casa me completar que eu gosto!
vc é demais!


voltar pro céu