.

.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Reconhecer o fim das coisas

.Hoje vou ouvir alguma música (tipo chorável)
Tomar um porre
Reler velhos cadernos
Fumar cigarros (trinta)

Depois
Dormir com aquela
Indisfarçável esperança
De que amanhã será um novo dia
De que amanhã estarei nova (até quando?)

Porra,
Será que esta noite vai acabar assim?
Impunemente?
Tá bom,
Eu sei que a noite acabou
Mas eu não acabei ainda!

(como é mesmo que se faz
nestas horas?)

foto: Slowly by Monislawa
.

49 comentários:

Gerana Damulakis disse...

Wal, Wal, Wal: vamos sonhar, que tal?
A noite está todavia começando, há tempo para ler, há tempo para navegar na net (os adultos voltaram a brincar depois da internet, notou?), há tempo para tanta coisa boa. Aqui na blogosfera somos, apenas somos, e isso é tão bom: blogueiros unidos noite adentro.

Nydia Bonetti disse...

ai, ai, sei exatamente o que é isso - só que sem cigarros. e o meu porre é de chá de camomila ou hortelã. mas Gerana tem razão - me recuso a este reconhecimento - ainda... o velho caderno, a tela em branco (ou preto, no seu caso), a poesia, a prosa... as coisas não tem fim - ainda. beijos, wal.

Zininha disse...

Nossa!!! Trinta cigarros...
cruel demais!!!

Vim me desculpar... pode me cobrar mesmo...que falta imensa!!!

Cuide-se, beijos...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gerana....vc hoje me monopolizou. Há 2 horas te disse que tinha que jantar ainda. Depois me fez ler a dedicatória do livro do Aramis.....me fez chorar.... agora me responde assim, de pronto.

Minha querida....quando é mesmo que vc vem me ver? De perto, pq de longe vc tá me vendo, e é muito.

Ok, vc venceu! Tanto calor....tanta alegria de viver....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Nydia
avemaria que é hoje que não janto nem tomo banho.
Ok, vcs podem mandar a conta pela terapia, rápida e nada rasteira.

As coisas não acabam....

Goethe dizia que as fronteiras dos homens eram as coisas....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ziniha....
só de vingança vc vai ter que procurar a postagem. E comentar!

José Doutel Coroado disse...

gostei muito!
citando: "Eu sei que a noite acabou
Mas eu não acabei ainda!"

bem conseguido!
felicitações
abs

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

e gentefina, agora vou tomar banho, juro! Pois sou pobre mas sou limpinha!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

José....
vc viu as palavras das feras? Gerana e Nydia?

essas mulheres sabem de um tudo.

Obrigada por suas palavras

Mundo Mundaca disse...

Como é que se faz?..bem ou se choraaaaaaaaa ate ficar com cara de iguana..ou se toma 2 alprazolans e despluga da vida..pelos menos esta noite!!!
Você tem o dom de me matar de rir..e horas de chorar tb!
Beijinhos de algodão.
Yasmin

Gerana Damulakis disse...

E cadê betina que não apareceu? Ó paí ó, sumiu. Sem ela, a roda fica incompleta.

Vou voltar ao meu texto sob encomenda, preciso trabalhar o texto, preciso aproveitar a minha parca inspiração para juntar palavras (ela só aparece durante a noite, é obscura, é escura), meu Deus!

Isso pega, viu Wal?

Phivos Nicolaides disse...

Lindo! Very nice indeed. Bjs.

Carolina Caetano disse...

Eu sempre durmo às 05:00h pra noite não acabar. E muito menos impune.
Quanto ao comentário anterior que fiz: sim, sou torcedora do USC (Uberaba Sport Club), já conformada pelas divisões que o time faz inventar por não ter mais pra onde ser rebaixado. Hehe. Mas também tem o Vasco, por minha família de pai ser fortemente portuguesa. Mas o melhor é a notória descendência italiana. Imagine! Quanto a ser democrata... Olha, eu sou adoradora de alguns aspectos teóricos da política e respeitadora dos aspectos práticos. Por um lado, sim, posso ser dita democrata, mas estou BEM longe de ser por completo. É um paradoxo explicado pelo contexto (como quase todos eles, hehe), mas é muito pano pra manga. Gosto de falar de política, embora me falte conhecimento. Enfim, sou Tricolor Uberabense e politicamente correta.
Tá vendo? A gente tem que marcar café com a Betina e falar sobre essas coisas todas, né?

A Gerana foi perfeita nas palavras do primeiro comentário, principalmente entre os parênteses.

Walkyria, mil beijos pra você! Estou muito entusiasmada em ficar lendo e tecendo com você.

lírica disse...

Walzinha
"estamos meu bem por um triz pro dia nascer feliz!"
bj minha linda

Valter Montani disse...

beijos e bom dia!

Se amar-te foi um pecado,
então já estou sentenciado.
Meu corpo já não me pertence,
minha mente foi subjugada,
pertinaz, só tenciona ter-te.
Espero de Deus, apenas piedade
quando penitente eu morrer de amor
tenha da minha dor, compaixão
e absolva o espírito deste homem
que em desatino para ti entregou:
o corpo, a alma e o coração!

Valter Montani

Tânia regina Contreiras disse...

Fico aqui só lendo os comentários e evitando dizer: "Ô, Wal, totalmente solidária! Fumo menos de trinta, mas cadaum tem a força dos trinta!" rs

Beijos, Wal

RICARDO MIÑANA disse...

Reflexivo texto, siempre hay que reconocer el final de las cosas,
bella imagen, un placer leerte.
feliz semana.

sam rock disse...

Yo le deseo que duerma plácidamente y sueñe con ese amor adolescente que buscó con la mirada inquieta de quien despierta a la vida.

Un abrazo

Senhor da Vida disse...

E nessas horas, musica animada no fone de ouvido, e muito blog blog blog! A noite voa, vc canta, o sono ecoa, e o dia passa e vem!

Riff disse...

Posso te acompanhar... Levo o vinho ou a cerva ou a vocka ou a tequila...ou o whisly.. red bull... Enfim... deixa eu ir também com vc. pela noite afora e madrugada a dentro.... Prometo chorar baixinho e não vomitar no seu tapete...Amei o seu texto...como sempre impecável..Bjitos.

Sarah Slowaska disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sarah Slowaska disse...

Noiva, sabe o que eu costumo fazer nestas noites? Abro a porta da varanda, puxo uma cadeira e deixo que a escuridão da noite me caia dentro dos olhos, transformando-me em madrugada. Nada melhor do que ser uma madrugada acordada: ver o céu mudando as cores, passando do negro ao roxo escuro, depois ao lilás, do lilás ao laranja e do laranja ver nascer o azul.
É uma maneira de a noite não acabar nunca. Não dentro de mim.

Não se tranque no quarto, puxe a cadeira também.

Um beijo :*

Carol Morais disse...

"tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu..."

Tem dias que nos esperamos falsamente por um amanha que sabemos que sera a mesma porcaria que estamos vivendo hoje.

O cansaco, a desilusao, a falta de um lar para chamar de nosso.

Eu nao fumo, mas ja bebi. Eh dificil tentar falar com nosso subconsciente. Muito dificil!

Jéssyca Carvalho disse...

Ah, não, a noite não acaba assim. Isso é o começo. Aos poucos, vai-se indo a solidão, pois os pensamentos todos vêm à tona e resta acompanhar-se deles!

Adorei!

A propósito, tem um presentinho pra voc~e lá no meu cantinho. Quando puder, dê um pulinho lá... hihi'

Beijo!

betina moraes disse...

wal...


faz poemas, bons assim, como os teus!!!!



um
beijo
querida!
!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Yasmin
não gosto de remédio, 3 ou 4 cervejas e me meto na minha deliciosa cama.

Cada um encontra uma maneira de aplacar a ansiedade.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gerana
essa Betina faz mesmo muita falta. A gente tinha uma dupla, picanha e chuleta. Acho que agora somos um trio: Picanha, maminha e chuleta. hahahahaha

Querida, que texto é esse, como é isso, pra onde vc anda escrevendo. E a inspiração, às vezes é um oli no pasto e tem que ser laçado.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carolina....su Caetana!

Eu durmo às cinco pro dia não começar...hahahaha.

Seu time é mesmo obscuro, mas faz parte do coração, mas eu SABIA!

"Olha, eu sou adoradora de alguns aspectos teóricos da política e respeitadora dos aspectos práticos. Por um lado, sim, posso ser dita democrata, mas estou BEM longe de ser por completo. É um paradoxo explicado pelo contexto (como quase todos eles, hehe)"

Olha só como vc é esperta, diz um monte de coisa certa sem dizer nada. Nesse contexto aí, tbm sou democrata.

Ah Carolina, eu tbm estou muita da feliz de poder conversar com vc.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Lilica

É, mas sendo o Cazuza, tinha uma gilete, um canudinho, um espelho e um pó branco na mesa.
hehehehehe

lilica....saudade

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ô Tânia
te senti aqui pertinho.... e como nessas horas, tudo tem mais força do que o pnesado, do que o posível!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ricard, obrigada por tua presença, e seja Bem Vindo

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sam
que posso dizer?
seu desejo foi cheio de amor, como se você lesse minha alma,mimha vida.
Obrigada, mil vezes.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Senhor da vida,
sempre com esse indisfarçável amor à vida. Contagia!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Menina Riff
vem, tô na escuta e na espera. E pode vomitar minha linda.....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sarah
minha linda
minha niva especial e tão mada
que coisa linda vc disse
que calor nas tuas palavras
que imagem
sim, colocarei a cadeira do lado de fora, pensarei que sorte ter te conhecido.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carolzita
na mosca mesmo
é íngreme esse caminho de volta pra alma.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Jássyca
que graça.... é uma perspectiva animada, consciente, cheia de frutos.
obrigada minha linda
e vou passar lá sim!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

BB
vc tá de sarro comigo
comentário de 3 linhas?
BB
cadê vc
BB
volta pra nós....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gentefina, 30 cigarros é quase uma metáfora. Só fumo de palha, pouco. Mas nessas noites vai uns 5, ao menos.
Mas como disse a Tânia, vai com as força de 30.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gerana
comecei "Os Bandidos", do seu amor Aramis.

Agarra meu olho e minha mente.
TÔ adorando!

Gerana Damulakis disse...

Ele agarra bem ( comentário sem 2ª intenção entrelinhas).

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

GERANA!
A dama do nosso blog, a maminha do trio.... que será de nossa vida se "até" vc desandar e ficar assim, na boca do povo e da PV como a Betina?

Gian Le Fou disse...

Tomar café é sempre um jeito de recomeçar não recomçando porra nenhuma, hehe.

Lindo blog!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gian
verdade
um café e um cigarro
e bola pra frente!

ju rigoni disse...

Adorei seu poema! É a minha cara!

Bem, quando eu tiver uma resposta te escrevo, ok? rsrs

Bjs.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ju, que delícia te perseguir!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ju
hehehe
sabe um deja vu? Phina heim.
Mas te juro, ou é um deja vu ou vc já me aplicou esse golpe. Despois me diz....sei!

Le Vautour disse...

Putz, que foooorteeee! Vontade de sentir a dor do mundo para me rebelar assim também. As cores de Pedro Américo, as de Walkyria, as cores de um momento de liberdade e de um momento de dor.
Abração de duas asas!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Vautour
chama seu daimon.... ele me faz companhia nos momentos de dor, sério.


Péra aí...tá lendo de baciada é!

E quem é esse cara? Pedro Américo?


voltar pro céu