.

.

sábado, 1 de maio de 2010

Vai que é blog

.Gentefina, delírio absoluto, mineira das boas, escreve fácil e faceira, alinhava nossos sonhos, colori com cores impossíveis cada pequena letra que flutua em seu viver.

Como aquelas plumas que sopramos da flor, desprende cada semente, e vai voando, voando, até pousar num coração desavisado.

Foi assim comigo.

Agora, tenho sementes dentro de mim, semeadas Por Carolina Caetano.

Vai, gentefina, vai que bão demais....uai!

ps: se alguém souber o nome dessa flor, me conta, porque ela é um exemplo incrível da praticidade e beleza de natureza .
Mas aqui, tendo os leitores que tenho, mineiros, cariocas, portugueses, galegos, visigodos, gregos, troianos, piracicabanos e soteropolitanos, atrevidos, danados e maravilhosos, não posso contar o milagre sem citar o santo.

Porque gentefina, essa turma não perdoa, aliás, ainda bem, porque essa é a minha turma, que escolhi faz tempo. Foi lá, no comecinho, há apenas 55 anos.

céuAberto adverte

ps: apenas para paulistanos
Paulistanada amada, não os citei porque não quero despertar a ira dos demais pois, como já disse o poeta, quando dizia algo que prestasse, "vivemos na melhor cidade da américa do sul"

.

19 comentários:

Tânia regina Contreiras disse...

Nossa, como a imaginação voa e vê o que nem está mesmo invisível: essa flor aí (que não sei o nome, mas curiosa fiquei) mais parece mocinhas esguias erguendo-se num bailado flutuante: que lin-daaaaaa!!!

Beijos

Leonardo B. disse...

[já volto, que vou confirmar... mas a planta é dente-de-leão já em fase de striptease, apenas como um conjunto de sementes; porque com flor, a dita é amarela]

um imenso abraço, Walkyria

L.B.

* regresso já... vou ali apanhar uma palavra para oferecer à Carolina e você, claro!

betina moraes disse...

wal...

carolina é assim, arrebata!

tem uma escrita como poucas. nas oportunidades em que vi poetas de academia e senhores de júri cheios de conceitos escutarem as palavras escritas por ela, todos se curvaram ao talento nato que ela possui.

mas não é só,
ela é grande entendedora do ofício da escrita e tem como objeto de adoração maior a língua portuguesa. admiro sem nenhuma restrição o trabalho que ela apresenta e não houve um só poema feito por ela que eu não tenha desejado ter escrito.

muito importante você divulgá-la aqui, ela merece ser lida já!

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥


►quanto a flor, minha flor,

segundo minhas exaustivas pesquisas via cientistas botânicos e curandeiros do mais alto xingú, se a foto for de uma espécie que está em solo de terra brasilis pode ser a:

científico: Taraxacum officinale.
Nomes populares: Esperança, alface-de-cão e salada-de-toupeira.
Origem: Eurásia.



se for foto de solo estrangeiro pode ser a:

tragopogon dubius ou a Tragopogon pratensis, que é conhecida como: Raiz-de-Corcioneira; Salsifi-Branco; Barba-de-Bode; Salsifi)

ufa-lalá! o que não se faz para ficar no cargo de irmã! :)

beijos!

betina moraes disse...

em tempo:

a Taraxacum officinale também recebe o nome de dente-de-leão, então já são dois que apostam nela!

:)

sam rock disse...

En español, las semillas del diente de león, tienen varios nombres según las regiones: molinillos de viento, panaderos, farolillos o abuelos, entre otras denominaciones. Lo que sí está claro que en todos los lugares se sopla y a la vez se pide un deseo, una costumbre ancestral de seguro.
En Galicia, la planta, entre otros nombres, el de mexacán. Según la tradición, los perros la consumen cuando tienen cólicos, lo cual les lleva a orinar bastante por las propiedades diuréticas.

Un abrazo

Leonardo B. disse...

[Carolina faz-me lembrar a minha primeira experiência numa aula de química em que acabei expulso da sala, só por tentar saber como reagiria potássio com água... foi deveras, um dos melhores confrontos que tive com a natureza! Mas não aconselho a ninguém de seu perfeito juizo...

A Carolina traz-me à memória esse confronto da natureza que nos dá a sensação de confronto connosco próprios... Carolina é reagente para quem não teme a reacção!]

Um imenso abraço, Walkyria

Leonardo B.

* Carolina: perdoa-me por comparar com Hidróxido de Potássio, certo?

Selena Sartorelo disse...

Olá Walkiria,

Que deliciosa poesia que me levou a lembrança do que sentia cada vez que o vento batia. Cada pétala que caia. Sementes que voam no tempo. Parecia chuva de encanto, sonho e fantasia a se realizar , e um dia sem querer é que sabemos onde ela foi pousar.

Vou conhecer tua indicação.

depois volto.
Beijos e bom final de semana

Inês disse...

Essa flor é o Dente-de-Leão...
Profissa seu blog e sua escrita, hein?
Massa demais...
Um beijo!
Inês.

Gerana Damulakis disse...

Irei lá conhecer.
Acho que foi ela quem escreveu em comentário aqui que adorava acompanhar a conversa sua com Betina nos próprios comentários. Não esqueci porque eu também acompanho vc e Betina conversando: parece um msn dentro do blog, é muito divertido.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Cientistas de plantão, biólogos de fimdesemana, e amigos adorados.

Agora que já sei o nome da bichinha, vou procurar o milagre que ela faz. Mas depois, pq agora muita pluma já rolou, e outras sementes estão disputando espaço no solo do meu coração.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ô Betina
deixa de ser bestina.....me amarrota que tô passada.

Quer dizer que vc e a carolina são escritoras de verdade? Não como a gente que está aqui de gaiata?

Gentefina, eu sabia, eu sabia.....
Olha, a escrita da carolina nem me dá inveja, como a sua. Dá êxtase. Saio do biológico e entro em outro patamar. Ainda bem, pq inveja mata.

Mas sorella.... me diz mais da mulher que tem ninhos de passarinhos no terraço....eu sonhei com isso.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Betina
meu
onde vc arruma tempo
pra ser tão maravilhosa?
Fala, vc é andróide, andrógena, andorinha...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sam
cachorro sabe tudo
adoro saber significados novos para velhas coisas. Adoro como vc me conta essas coisas. Vc é um homem extraordinário.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Leonardo
A carolina me dá a sensação de conforto!
nela, sou mais humana, vejo belezas, amores, música.....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Selena
só uma pessoa tão agitada pela vida podia responder criando um poema.
Selena
puxa.... vc tbm me levou para outras paragens....
Muito linda, vc, e seu nome me encanta
SE
LE
NA

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Inês Paraiso.....
onde ce tava?
Me esparramei no teu blog! parece minha biografia....
Já tá linkada, e perseguida....hehehhe

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gerana
além de ser a "dama" deste blog, vc ainda tem bom-humor e gosta de besteira.

geran, meu Deus, não tenho mais palavras....

olha, vai lá, quero saber o que vc acha, pq eu fiquei pasmada com ela.

e foi ela mesma quem disse o que vc disse, que eu disse, quando a betina disse o que disse.

Carolina Caetano disse...

Walkyria! Você é dessas pessoas que ficam cem anos queridas em dois minutos! Obrigada por tanto! Você foi delicada e lúcida e linda nas palavras. Obrigada, querida!! De verdade.

Quanto ao Leonardo, eu, na verdade, adorei a comparação, sempre quis ser inorgânica!

E a Betina, ela sempre fica falando essas coisas de mim! Morro de sengracisse!! A gente tem que aproveitar essa mulé! Que dessa não tem mais!

Abraços e abraços muito abraçados!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carolina
vc é uma dessas pessoas que já nasceram queridas. Era questão de te encontrar, apenas isso.

Ser inorgânica, sabe, é uma das minhas aspirações. Quer dizer, médio, um dia explico melhor.

Quanto a betina, ela é uma coisa né. Será que ela é de verdade?


voltar pro céu