.

.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Para sempre CHE

.

"Devo dizer, correndo o risco de parecer ridículo, que o verdadeiro revolucianário é movido por um grande sentimento de amor."

"Não quero nunca renunciar à liberdade deliciosa de me enganar."

"Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros."
  
Ernesto Rafael Guevara de La Serna
  
 
Che Guevara 
14 de junho de 1928

feliz cumpleaños











atualização: 10H11

Gentefina, olha o que a linda da Katyuscia Carvalho me mandou no comentário.

O NASCEDOR

Eduardo Galeano

Por que será que o Che
Tem este perigoso costume
De seguir sempre renascendo?
Quanto mais o insultam,
O manipulam
O atraiçoam
Mais ele renasce.
Ele é o mais renascedor de todos!
Não será por que Che
Dizia o que pensava e fazia o que dizia?
Não será por isso que segue sendo
tão extraordinário,
Num mundo onde palavras
e atos tão raramente se encontram?
E quando se encontram
raramente se saúdam
Por que não se reconhecem?
.

29 comentários:

HM disse...

Ah! como os enganos ensinam, inclusive a desenganar-se da arrogância, desembaraçando-se do ego onipotente, que mente, mente, mente.
É fundamental acreditar, lutar, indignar-se contra as indignidades tão pouco raras, tão pouco caras, mas sem perder a ternura, jamais.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

HM
nem me diga, os espelhos que nos mostram a sombra que não imaginamos..

Desapegar-se, de verdade, sempre prontos a partir, a mudar, a deixar de lado, mesmo aquilo em que acreditamos com todas as forças.

Que bom que vim xeretar antes de dormir. Adorei te ler...

Sylvio de Alencar. disse...

Ter ele abandonado todas as mordomias que lhe foram oferecidas tem seu valor.
Ter morrido nas condições em que morreu..., impressiona. E nos faz pensar.

« Katyuscia Carvalho » disse...

Wal,

Gosto muito especialmente da última citação. Ainda pinto uma t-shirt com ela!

Deixo-te um texto que diz muito, e um vídeo que abraço sempre:

http://www.youtube.com/watch?v=jppkff5mk34&feature=related


O NASCEDOR

(Eduardo Galeano)

Por que será que o Che
Tem este perigoso costume
De seguir sempre renascendo?
Quanto mais o insultam,
O manipulam
O atraiçoam
Mais ele renasce.
Ele é o mais renascedor de todos!
Não será por que Che
Dizia o que pensava e fazia o que dizia?
Não será por isso que segue sendo
tão extraordinário,
Num mundo onde palavras
e atos tão raramente se encontram?
E quando se encontram
raramente se saúdam
Por que não se reconhecem?
.
.
.
Beijos, moça.

Kotta1947 disse...

Será sempre o maior.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sylvio
cada um escolhe seu destino, é uma verdade.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Katy

que presente mimnha linda!
Nossa, encheu meu dia, me levou pra muitas "plagas", obrigada, amei.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Kat
e esa fotinho com maquillage?

phiníssima!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Kota
que bem te ver.,..
já ganhou
já ganhou
já ganhou!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Katy
as veias abertas do teu blog!

LEON PLATA disse...

"Hay que endurecerse sin perder jamás la ternura" Ché.

Su querida presencia sigue inflamando de amor y libertad nuestra historia latinoamericana; su voz sigue siendo aliento de lucha y estímulo para la construcción de la fraternidad de nuetros Pueblos.

Gracias Walkyria por tu post. Un abrazo latinoamericano para vos.

« Katyuscia Carvalho » disse...

Wal,

Só posso ficar de céu aberto num sorriso!

:)

[Tenho pena das gerações sem heróis, e mais ainda das que se apegam a falsos heróis. Aqui subentenda-se herói como li numa citação um dia, é apenas aquele que fez o que devia ser feito!]

E nem falo de guerrilheiros, cada época é uma História à parte que faz parte de um todo da História; falo da era da orfandade em que se vive, da ausência de ícones de que nossos jovens pudessem se orgulhar, e que lhes inspirasse alguma identidade.

Fica o Che a renascer... eterno e lindo como só ele sabia ser.

Beijos, moça.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Leon
meu abraço cósmico e latinoamericano, com todo orgulho deste mundo!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Katy
verdade, O Campbell falav bastanet isso, e Jesus tbm. Herói é aquele que faz o que somente ele poderia fazer naquele momento. Às vezes, é estender a mão a alguém. Tão simples assim.

Muito bem explicado por vc, de seu jeito doce e certeiro. Uma heroína!

Tania regina Contreiras disse...

É a frase-clichê que traduz o Che, mas é tão minha, apropriei-me desde que a escutei há tanto tempo, que diz da ternura que não pode deixar de existir, mesmo nos momentos em que é preciso endurecer.
Para sempre nosso revolucionário, Che!

Beijos, Walkyria,
TÂnia

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Tania
rsrsrs, eu tbm amo esta, e é a que mais me toca, no dia-a-dia.

Tania, minha querida!

José Doutel Coroado disse...

como gostaria de conhecer melhor o Che.
principalmente, o que o levou a abandonar as funções que tinha no governo de Cuba e partir para levar a Revolução a outras paragens (África, etc)
confesso minha ignorância...
A figura é espantosamente atraente e merece que o conheçamos melhor

Patrícia Gonçalves disse...

Para ter a liberdade de se enganar é necessário ter a coragem de se permitir. Ter a coragem de lutar, de se indignar e de querer transformar. Excelente exemplo!

beijo grande!

P.S I- Coloquei um post com um milhão de palavras, um km de extensão, só você pode ler (rsrsr), A maldição de Graham Bell!

P.S II - A gente poderia aproveitar o mês de junho, as festas juninas e fazer o nosso noivado caipira?

betina moraes disse...

wal...

emocionante.

o cara!

eu gostaria que você pesquisasse sobre a mãe dele,Celia de la Serna y Llosa... olha vou te dizer, ninguém é o que é por acaso e ele teve uma mãe tão surpreendente quanto ele, você vai gostar muito dela!

beijos, my love.

PV: undercom

tradução: endereço do site undercom, ora,ora...

Le Vautour disse...

Walkyria, passando para cumprimentá-la, mesmo sabendo que depois que você descobriu que sou nanico não tenho mais a menor chance...
Descobriu minha identidade secreta? Pois sim, com tantas dicas: nanico, chato, mas de voz grossa, só podia ser o Nelson Ned.
Ernesto. Grande homem. Adiciono ao seu o meu parabém.
Abraço de duas asas (asas curtinhas, mas sinceras)

Le Vautour disse...

Ah, você me permite uma sugestão?
Por que você não nos permite comentar em janela de 'pop up'? Senão, a cada comentário feito será necessário reabrir sua página.
Think about, please!
Abraço de duas asassssss!

Gerana Damulakis disse...

Galeano tem razão, o Che dizia o que pensava e fazia o que dizia. Com ternura?

Há outras formas de ser revolucionário; há, sim.

disse...

Concordo com o Sylvio.

Adorei o post sobre ele.

bjos

[ rod ] ® disse...

Que a força dita não fique somente na experimentação surreal. Que a ideologia do Che sobreviva ao tempo! Bjs moça.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

José
aquele filme, Diários de Motocicleta, abre um leque de pesquisa. veja-o e desfrute tbm da ótima trilha sonora do Jorge Drexler.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Patrícia,
que post é esse que só eu posso ler....

Querida, o medo é a força motriz da coragem. Meu pai dizia, Quem tem cu tem medo. Mas ter essa força de ir em frente, ah, isso é o que conta. Onde vamos chegar? Mais na frente....sempre.

Adorei a ideia de fazermos nosso noivado em estilo dança circular, bem pagão.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

BB
nunca ouvi falar da mãe dele. Mas vc, que escolheu de livre arbítrio ser mãe de 200 filhos, claro que sabe algo. Vou perquisar.

Undercom, desculpe, mas é estar por baixo de alguém no coito....

hahahaha

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Le Vautour, criado para comentar...hehehehe.

Bem, eu tenho muitas utilidades para baixinhos aqui em casa. Criado-mudo, mesinha de centro, e outras cositas más....

Obrigada pela sugestão da janela. Veja bem, é como falava meu amigo Romeu Leite, " por mais que me esforce, não consigo ver minha própria bunda". Obrigada por ver minha bunda e me dar o teoque.

Abração de muitas asas.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Geranaentre pensar e fazer existe um mar, esqueci onde li isso, mas é verdade.
Ter ideias é relativamente fácil, todos termos. Colocá-las em prática, é para poucos.

Sim, como disse Otávio Paz no século XX: o ato mais revolucionário do século XX é o amor.


voltar pro céu