.

.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Fantasia


praCarolinaSuleimanCavini
Você chega com seu olhar de gata
Me amassa a roupa
Desarruma meu cabelo
E escorre por entre meus dedos
No momento em que penso que é minha.

Me pergunta coisas
Questiona as ordens
E desconversa o que não lhe interessa.

Você está sempre assim
Fresca e limpa
Ensaiando um sorrido ondulante
Me fazendo crer, à vezes,
Que a vida é uma grande dança.

Você chora e ri
Pula e se cansa
E quando penso que acabou
Você recomeça mais forte
Mais depressa.
Me chama de feia
E diz no escuro
Que nosso abraço parece fantasia:

- Mãe, você me queria?
.

11 comentários:

betina moraes disse...

tal mãe, tal filha...

belo poema de amor, wal,
bela filha do amor, mãe!

beijos emocionados.

Tania regina Contreiras disse...

Bonito, bonito, Wal! Emociona, sim...
Beijos

Helcio Maia disse...

A vida é uma dança...e a dança do afeto tem o ritmo da vida.
Texto que faz sorrir.
Abraço de um pai apaixonado pelas filhas que tem.

Sonhadora disse...

Minha querida
Os filhos, o nosso maior tesouro e o nosso maior medo.
Linda sua filha...que a vida lhe dê tudo de bom.

Beijinhos para as duas.

Sonhadora

Gerana Damulakis disse...

Linda!
Qual mãe não iria querer?

sam rock disse...

Ya se que es así, pero cuanto amor de madre a hija, y viceversa, hay en las palabras y la imagen. Se siente la frescura de ambas que abrillanta la limpieza de vuestra relación que no necesita de nombre, basta con las miradas y ya se produce la comunicación.

Un abrazo

Sylvio de Alencar. disse...

Filha linda
linda poesia.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Betina
Tânia
Hélcio
Gerana
Sylvio
Sonhadora

fiz isso quando minha filha tinha 2 aninhos....hoje ela tem 35. Mas era bem isso que eu sentia.....foi difícil, era muito jovem, 20 anos e tinha outra filha já.... de 1 ano. Mas foi o que tinha de ser.

Depois que a gente tem filhos, para o bem e para o mal, nunca mais somos os mesmos.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sam,
muito lindo, mas me sinto assim com alguns amigos.... não com toda minha família.

ju rigoni disse...

Wall,

ser mãe é mesmo um negócio complicado... Bem, lógico que estou falando da minha experiencia pessoal. Amo a minha filha, e sei, por alguns contratempos que vivemos juntas, que ela também tem amor por mim, mas nunca tive tanto curo-circuito numa relação...

E, Wall, a sua filha é muito bonita. Não há como você negar isso, né?

Agora vou-me, Wallzinha. Tô atrasadíssima aqui no seu "Céu". Muita coisa pra ler ainda. Volto outro dia.

Bjs, lindona, e inté!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ju, ok, e nem me fale de curto circuito...... a gente sempre deu choque mesmo


voltar pro céu