.

.

domingo, 8 de agosto de 2010

Do pensar e do dizer

.
Estava aqui separando, pela milésima vez na minha existência, alguns livros para vender, ou dar, enfim, sempre juntei muito livro na vida. Certa vez, eu e o Moisés, meu segundo marido, juntamos nossas coleções e ao vendê-la, compramos uma máquina de lavar, a nossa primeira. 

Mas, voltando a hoje, encontrei esses dizeres, escritos por mim dentro do livro - coisa que faço demais -, e tem apenas umas iniciais. Não tenho ideia de onde tirei. Mas achei bem sugestivo, e de muitos modos explica a minha fala, a minha dificuldade vez ou outra.
  
 "Pensar é esgueirar-se entre as palavras e as coisas. 
Dizer é trair as coisa. 
Para não dizer traindo, tenho que trair o meu dizer. 
Tenho que dizer, não dizendo."

poema:  J. A. Peçanha
foto: palavras_by_Erickeps

17 comentários:

Sarah Slowaska disse...

Noiva, dizer sem ter que dizer é tipo uma proteção, né? Expormo-nos sem nos sentirmos expostos, sem nos tornarmos nas vítimas vulneráveis das nossas próprias palavras.

Um beijo

angela disse...

Aiii...se eu soubesse o que se passa dentro de mim e pudesse decidir o que dizer o que não dizer, o que disfarçar, o que mostrar. "Tava" bom.
Perco tanto tempo tentando não me trair o resto é lucro.
beijos

Carol Morais disse...

Wal, que saudade!
oxa, fico chateada por nao poder acompanhar mais teu blog, pois por aqui a vida ainda esta uma loucura, mas sempre que posso venho.So nao da para deixar um comentario, por isso parece que nem passei por aqui, mas eu passei,viu?!

Estou vivendo e aprendendo a viver. Sozinha, com mais tres garotas num apartamento, mas sozinha, pois vivo sem o conforto oferecido pelos meus pais, o carinho deles e os mimos.

Mas, estou amando isso. Estou crescendo e, por mais que isso seja chato, pode ser bom tambem.

Um beijo enorme

Tania regina Contreiras disse...

Quem teria dito isso? Fiquei curiosa, gostei...
Abraços,

O POETA DE MEIA-TIGELA disse...

Dizer é guardar-se em ventre
E também expor-se ao vento.
É - num único momento -
Mostrar-se e esconder-se entre...

Abraços tigelíricos.

César Sempere disse...

Siempre debemos decir. Debemos hacer, debemos vivir.

Un beso,

Gerana Damulakis disse...

No momento em que algo é narrado, já está modificado pela narração.

betina moraes disse...

interessante, as duas coisas. primeiro é que faço a mesma ação, anoto coisas e coloco, geralmente, no livro que estou lendo. depois de anos encontro a tal coisa e não sei de onde, nem como... é engraçado.

depois a frase, ótima e pertinente.

vou ver seu papai agora...

um beijo.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sarah, noiva amada,
vou dizer algo que vc não vai gostar. Na sua idade, é normal ter medo de se expor. Quando vc fica mais velha, vira paura mesmo. Depois, bem depois vc perde o medo porque perde a vergonha.

Aí começa a parte interessante...os significados, o que passa dentro mesmo, qual a verdadeira intenção do que fazemos....
É um mundo novo.

Neste mopmento compreendemos como o falar pode trair sentimentos...
Como a libguagem do coração fica além da linguagem dos homens.

beijão

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Angela...
é isso, achar as verdadeiras intenções da vida, das palavras, dos gesteo...é coisa pra mestre. O resto é lucro mesmo, bem dito, minha bendita!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carol....
não precisa se avexar....
não precisa comentar
só fique esperta na vida
por dentro
e assim
estaremos sempre pertinho
sabe?.....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Tania
pois é.... foi o Peçanha, que parece nome de personagem de crônica....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Poeta de mei tigela!!!
Vc é um poeta de cama mesa e banho...inreiro!
mostrar-se e esconder-se...

poxa, falou bonito e bem!
bem vido!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Cesar
as palavras criam mundos.....temos que ter cuidado ao proferi-las...
obrigada por tua presença.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gerana
vc sabe, como,leitora e escritora, e ser vivente...tudo é tradução!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

BB
claro que vc faz isso, afinal vc é eu e eu pou vc!

Jéssyca Carvalho disse...

Trair não traindo, dizer não dizendo, e vamos, assim, escrever escrevendo...

Porque a minha vida se passa também no papel (ou na tela)...

Beijos, querida!


voltar pro céu