.

.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Planalto Central

.

proCelsoVidal
No planalto verde
O azul entra desbragadamente no meu peito.
Teu andar distante me comove
E eu olho pra ti, sem forças pra te seguir.

Os grandes espaços se encontram com o céu
E eu me perco sem vontade de me encontrar.
E eu me encontro sem nunca ter me conhecido.

As velhas pessoas estão ficando
Cansadas demais pra me procurar.

Irremediavelmente,
Velhas vontades renascem sem previsões
Permanecendo grudadas, calmamente,
Como mariscos luminosos
Em meu corpo de pedra.

E sigo novas marés,
Cheia....
De antigos sonhos.

foto: Pedro Miguel Barreiros

52 comentários:

Leonardo B. disse...

[não a onda que permanece no mar, mas a ilha que se acolhe na azul vastidão, abrigando a margem do mar, disfarçada de pedra: de cá para lá, haverão de se cansar as marés do mundo? Haverão de se cansar as batidas do batente do mundo, coração navegante, cá dentro]

um incondicional e
Imenso Abraço, Walkyria

Leonardo B.

AC disse...

Há lugares de tal forma inspiradores que, neles, sentimo-nos em comunhão com os elementos, dando azo a que o melhor de nós se liberte...

Beijo :)

Tania regina Contreiras disse...

"Velhas vontades renascem sem previsões".... Me vi te vendo...
Beijo,

Gerana Damulakis disse...

Acho que sinto do mesmo modo: sigo novas marés de antigos sonhos.Ao fim e ao cabo, a pessoa não muda em sua essência.

Sonhadora disse...

Minha querida
Velhas vontades adormecidas...como um vulcão prestes a rebentar.
Lindo poema.

beijinhos
Sonhadora

cristinasiqueira disse...

Seu espaço esta lindo.A foto tornou macias pedras.Belas.
E mariscos luminosos...

E as velhas vontades

e calmamente...



Com admiração,

Cris



Postei Sonhos


www.cristinasiqueira.blogspot.com

Djabal disse...

Usei o Jogo da Amarelinha como se fosse o I Ching.
O amor é o sentimento mais explorado, procurado, sentido, achado e perdido.
E permanece sempre altaneiro e quase incólume.
Ao querer uma nova interpretação, encontro:
"40
Oliveira deu-se conta de que o regresso era verdadeiramente a partida em mais de um sentido..."

Regresso às novas marés, cheia de antigos sonhos.
Beijos.

Jussara Christina disse...

Adorei teu blog! Belíssimo!
Gosto de conhecer pessoas inteligentes, observadoras e sensíveis!
Já estou te seguindo ...
Se puder visita meu cantinho tb, que é feito com muito carinho.
Bjs doces!

*´¨)
¸.·´¸.·*´¨) ¸.·*¨)
(¸.·´ (¸.·` *♥ Jussara Christina ♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥*♥

lucidreira disse...

Com sutilesa desbrava a aridez do centro planalto, enchendo de novos e altivos luminosos deixando-os leve e suave em sua essência vital. E dos antigos sonhos virão as novas marés.
Abraço

Márcia Luz disse...

Gostei bastante do poema. Parabéns!

Manuel disse...

Tenho andado perdido numas férias apetecidas.
Voltei cheio de saudades de todos estes momentos que encontro na blogosfera.
Vi aqui para me encantar com este belo poema, que é também um pensamento.
Cara princesa, como sempre, vou deliciado.

Juci Barros disse...

Algumas vezes nos encontramos e de fato como há surpresa, por tão pouco que sabemos de nós mesmos.
Beijos.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Leonardo
não, não haverei de me cansar do balanço deste mar, dentro do meu coração, na ilha feita de pedra e crital.

amigo
que bom te ver.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

AC

verdade mesmo, antigamente se dizia, "fulano é espirituoso", porque perto dessa pessoa, havia como que uma inspiração.

Assim são os lugares onde o espírito está presente.

obrigada sempre por tua presença e espírito!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Tânia

minha rosa...hehehe
me vejo em vc , muitas vezes, principalmente quando vc se vê em mim.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gerana

assim é, ao fim e ao cabo, a pessoa não muda em sua essência..... mas que achar essa essência é difícil...ah, eu acho.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sonhadora
vc sabe, vc sabe muito bem a força de velhas vontades adormecidas. Posso ler isso em seus poemas.
bj grande

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Cristina...
que comment mais doce
as pedras macias
sim....porque rolam e sonham...

sonhei muito no teu blog!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Djabal....
até respirei fundo...
vc me encanta mesmo...

partir e chegar.... se dar conta dessas sutilezas, fazem a vida mais vivida.

obrigada sempre por sua sensibilidade.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Jussara
bem vinda!

obrigada, de coração, por teu tempo e tuas palavras.

te visitarei sim

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Lu
que adorável poema vc fez, encheu de esperança o que poderia ser visto com triteza.

novas marés, obrigada Lu, meu amigo!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Márcia
obrigada por tua leitura, obrigada por me ver....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Manuel...

vc é mesmo um Rei, phino e elegante. Merecidas férias, e retorno imprescindível, que bom!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Juci
é verdade
e acho esses momentos cheios de perigo e oportunidade.

obrigada por sua leitura

betina moraes disse...

meu amorico,

em outra encarnação eu juro por tudo o quanto há de mais sagrado (e vamos combinar logo agora, para não dar furo na próxima.) que se eu vier homem e você mulher, ou se eu vier mulher e você homem, (não, eu não tenho nada contra amor entre iguais, mas minha preferência na encarnação que estou é por relacionamentos heteros então imagino que eu vá seguir a "mesma linha" quando estiver em outro corpicho) eu vou querer ser amada ou amado por você. vou te dar casa comida e roupa lavada se fizer para mim poemas tão bonitos quanto fez para os teus amados. você não me escapa!

me aguarde!

:)

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

BB
uma das coisas que agradeço, é vc ser mulher, e eu, como vc, dar preferência total pelo amor hetero.

Porque senão, eu já tinha despencado na tua casa, te oferecendo rios e mares, e oceanos inteiros de presente.

Com conchas, sereias e mariscos luminosos.... pra vc nunca mais ter noite escura nos teus dias...

Na próxima reencadernação, te sigo até te achar.....

é uma promessa
feita no planeta terra
por mim
pra você!

Carol Morais disse...

Ok, eu adorei o texto, fato.
Mas, sabe o que mais me chamou a atenção? Essa imagem. Que linda, Wal! Nossa, viajei total. Eu viajei olhando para a foto, voltei, li teu poema e viajei nesses versos: "As velhas pessoas estão ficando
Cansadas demais pra me procurar." Divaguei, pensei em todos que não mais vinham a mim, que o tempo e a angústia do dia-a-dia fez com que a gente se afastasse. Divaguei sobre eu mesma estar cansada para procurar pessoas. Pensei sobre PORQUÊ procurar pessoas. Elas estão perdidas?
Depois voltei para a foto. Eu sei que a vida faz sentido, mas eu não entendo a vida ainda (e tô achando o máximo ficar sem entendê-la e viver para procurar um sentido nela e não para procurar pessoas que não fazem sentido para mim)

Adoro você, por sinal. Não te procuro porque nunca te perdi.

Um beijo

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carol
eu volto pra decifrar a tua lindeza, mas agora tenho que dizer: Carol, vc é a coisa mais doce que me aconteceu por aqui, mais linda e delícia. A tua fala, a tua vontade de viver, de ser feliz, tua garra feita de doçura...... te amo muito!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carol....
nunca vamos nos procurar.... nunca!

betina moraes disse...

ah! amém! que notícia maravilhosa!

com direito a coleção e tudo o mais? que paraíso!!!!

então, como dizem os meninos do skate: é nós na fita!

vou dormir tranqüila hoje, já garanti minha felicidade para a próxima vida!


☺ ☻ ☺ ☻ ☺ ☻ ☺ ☻ ☺ ☻ ☺ ☻ ☺ ☻ ☺ ☻


um beijo bem grande!

Carol Morais disse...

Wal, eu realmente não sei se eu teria coragem de continuar escrevendo no blog se eu não tivesse te encontrado por aí e por aqui e por acolá! Porque você sempre me inspirou. Por isso que eu sempre tento fazer do meu blogue um pouquinho parecido com teu céu! =) Sem copiar, claro, mas sempre procurando seguir teus passos pq eu quero ser como você quando eu me encontrar nesa vida!
=)
Um beijo

nydia bonetti disse...

Ah... Wal, tudo que você escreve é sempre tão intenso. Senti até uma dor no peito, sabia. E estas pedras que parecem flutuar nos enchem de esperança - que os velhos sonhos permaneçam...
beijo grande.

Ralph disse...

Hello and amazing work I will now follow your blog with interest.

ARFERLANDIA disse...

O AMOR não tem tempo, existe em todo o tempo
Os amores vindos com as marés altas da Lua cheia
Podem ser fogo ardente ou luz suave da candeia.
O AMOR está em cada um de nós, porque ELE é vida.
Querer vive-lo não é sonho, mas relidade assumida.

ARFER

rmf disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rmf disse...

Fotografia e texto belíssimos.

Parabéns

Abraço

rmf

Teuvo Vehkalahti disse...

very nice pictures and an excellent blog, I like very much your work, excellent.
Pleace all looking fotoblog Teuvo images

http://www.ttvehkalahti.blogspot.com

and pleace yours comment thank you

Teuvo

FINLAND

Sylvio de Alencar. disse...

Um poema 'calmo'...
É claro, é bem mais que isto.

Tenho que ir para aula daqui a pouco, poderia não ir, mas perderia algo que aprecio: atendimento a pessoas, e encontro com colegas.

Aqui, poderia não vir, mas deixaria de tomar contato com algumas aprazíveis criações.

Um bonito poema.


PV.: facienda
-Não deixa de ser, a face de uma senda.

CAROLINA CAETANO disse...

Walkyria!
Você é dum tipo raro de gente que pode dizer tudo. Dum mais raro tipo que faz de tudo o bonito.
Você me desculpa por eu ter sumido?
Um beijo de saudade deste seu Céu!
Carolina.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carol...
acho que estamos pedendo tempo, ou perdendo o juízo, pois eu, eu queria ser como vc e como a betina.... sério.

Bem, o bonito é que nos encontramos e podemos nos mirar nesses espelhos amigos, que torcem por nós, onde nos sentimos amadas.

Assim desse jeito, somos sempre uma pouco de cada gente que a gente ama. Iche, acho que baguncei....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Nydia
preciso dizer de novo, como me encanta quando vc comenta algo que escrevo. Como fico feliz, pareço boba....

As pedras têm tudo a ver com o poema, como a Carol disse, são leves...
E como vc disse, nos encehm de esperança.

Há leveza nessa vida pesada.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Ralph
thanks, you are so kind!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

ARFE

que delícia a sua resposta, fazendo poema de poema, muito legal. Agradeço sua amizade.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

rmf

puxa, obrigada pelo incentivo!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Teuvo Vehkalahti

thanks, thanks, thans
you are so nica and so kind

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Sílvio
puxa, adoro seus comments...adoro mesmo. E a PV?
Vc se diverte, né amigo SYLVIUS!

Olha, é interessante como temos mesmo que empurrar o piano pra poder tocá-lo....

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Crolina
meu doce de leite... de coco, de abóbora...

Obrigada viu, eu tento mesmo dizer tudo que quero, tentando ser bem compreendida, amando embelezar as coisaaaaaaa
ai, sei lá, nem era isso que vc tava dizendo, mas enveredei!

Suma carolina, suma e volte, sem assombração de parte alguma.

Sylvio de Alencar. disse...

Esse conhecimento (de pessoas, idéias, corações e mentes), que tenho adquirido aqui, no meu blog e em outros, está me fazendo diferença..., sinto que estou tocando alguéns..., que estou me sentindo atavés de outras pessoas, independente se participam ou não do que escrevo, do crio, do que 'colo' em meu espaço. na verdade, acho que o que faço aqui tem outro porquê, e não sòmente o de mostrar o que faço. No fundo, este é o significado de eu estar aqui: achar pessoas que comunguem uma maneira de sentir a vida e às outras pessoas de uma maneira mais rica: em sentimentos. Parece, sim, que eles é que valem. Claro, que se vier acompanhado de uma inteligência, ou melhor, de uma abertura mais espiritual que mental..., aí então é o céu!
Sou cíclico, talvez em futuro próximo entre em um estado menos 'eufórico', menos falante...; até lá, vou cutucando, dando leves cotoveladas em quem está do meu lado..., pentelhando um pouco, descobrindo e descobrindo-me mais outro pouco.

Somos talvez como aquelas formações de aves que cortam o céu no verão em que, durante o vôo se revezam; que está na frente sendo seguida, cede seu lugar, e passa a seguir as outras.
Segui pessoas de um 'bando' que adotei, uma hora o estarei 'liderando para, mais cedo ou mais tarde ceder meu lugar, enquanto, voando, descanso e admiro os que na minha frente estão.

Pouca coisa basta para que eu mergulhe em minhas idéias e as faça sair meio tipo um manncial; neste caso, foi a resposta que me deu.
Ariano é uma bosta: fala muito...

:)

Bjs, meu outro Eu.
Como vc respondeu acima para a Carol, outros Eus são os melhores que espelhos de cristal para vermos os nossos (Eus), é só desejar.

PV.: unnerfa
(Vai saber que bosta é essa...!)

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Unnerfa, meu amado Sylvius, é aquele tipo de amigo que a gente adora, sente falta, e quer ver lá na frente da formação passaral do nosso voo vida a fora.

Ele fala o que pensa, pouca coisa serve pra ele abrir um manancial de sentimentos, palavras e maravilhas nunca dantes pensadas.
Vc é um unerfo.

Sylvio de Alencar. disse...

Na verdade, não sei se poderia ser 'unnerfo', mas, ser o cara que que se "quer ver na frente da formação passaral do nosso vôo de vida afora...", é bom demais!
Uma responsa que dá para amarelar ,mas que eventualmente posso assumir sem problemas.
Quanto as 'maravilhas nunca dantes pensadas", passo a bola para vc, que não tem esse monte de admiradores(as) por nada.

ju rigoni disse...

Uia! Arrasou, Wall! Certeiro e lindo, amiga.

Bjkas. Indo...

Patrícia Gonçalves disse...

Eh moça, acho que a gente não se dá conta desses encontros...

Lindo, adoro te ler, mas adoro mais ainda suas poesias!

beijo grande


voltar pro céu