.

.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Cortinas de Organza

 .

 
Minha querida amiga blogueira, Patrícia, do blog Dias Genéricos, escreveu algo, tocada pelas toalhas da minha mãe, pelas minhas gavetas de passado, e porque não dizer, por minha vida e pela vida da véia Walkyria, a minha mãe?

Adoro a frase do Plotino que fica dependurada à direita do meu céuAberto:
 - Tudo no mundo traduz símbolos, sábio é aquele que em que em qualquer coisa pode ler outra.

Fiquem com o belíssimo poema da Patrícia.




Cortinas de Organza
Na escuridão me conforto
na gaveta fechada
entre folhas de seda
o intocado guardado
vida inteira
bem dobrada
preservada
da vida

Choro medos antigos
emoções esvoaçantes
na janela voam sonhos
feitos de cortina de organza

12 comentários:

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Patrícia
vou te dizer que tbm me deu um aperto no peito o teu poema.

Às vezes eu sonho que tem um lugar escondido dentro da minha casa, não essa, mas a que morei grande parte da minha vida com minha família.

Minha mãe me mostra e eu, no sonho, fico temerosa e encantada ao mesmo tempo, de saber que tem pedaços da casa que eu ainda não conheço. Mas NUNCA adentro neles.

Então Patrícia, penso que a gente nem sabe direito quantas gavetas e tudo que nelas está contido.... ainda.

Às vezes temos que nos mudar, ou ter uma enchente, avalanche, incêndio, pra dewscobrir o que está escondido.
beijo grande

Gerana Damulakis disse...

Eu também senti. Há tanta energia no ar, tanta troca de carinhos...

Patrícia Gonçalves disse...

Wal, vou escrever aqui algo que já postei e diz muito do que senti hoje quando li seu texto:

"A manhã que me sorri, é a mesma manhã que foi lhe dar bom dia. Abrimos os braços para os mesmos raios de sol. Nosso sentir é compartilhado, o sentir é sempre o mesmo, a forma do sentir pensava eu ser única e agora vejo que não, visito cantos onde reconheço palavras, sonhos e temores.
Minhas buscas, já foram suas ou serão de outros, nossos caminhos se cruzam, na poeira do tempo, do acaso, coincidências ou não...
Mas, a certeza de estarmos de mãos dadas caminhando juntos."

Moça, é isso, caminhamos juntas, suas gavetas são as minhas gavetas e espero ter a sua coragem de ter cortinas de sonhos de organza.

beijo grande

betina moraes disse...

de rara beleza e grande significado o gesto de patrícia...

um poema que voou de uma janela a outra.

belíssimo.

dois beijos,
um para cada moça. :)

PV: unplin

tradução: se diz quando um poema vai de uma janela a outra. se diz assim: o verso fez unplin aqui.

Carol Morais disse...

Foi o Deja vú mais gostoso que já vi e vivi nos blogs.

Lindas. As duas. Ou as três (contando com a sua mãe, Wal)

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Gerana
essxa energia eu sinto com algumas pessoas às vezes. E com outras sempre. Vc é uma delas, viu!
٩(•̮•̃)۶

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Patrícia
no seu caso, a emenda ficou melhor que o soneto...hehehe.
Vc é uma graça mesmo, senti isso na primeira vez que vi teu blog, e que te postei no vai que é blog.

Tenho uma certa vaidade de achar pessoas legais pela vida. Ou seria uma meta?

Não sei, minha amiga, mas sei que todos têm sua coragem e seu momento. A coragem de um inspira a nossa, que é diferente, tem outros alvos e motivos.
Sei que vc tem muita coragem....
E vc sabe tbm!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carol minha fada desbocada...hehehe
Já disse essa semana, que te adoro?

Pois sim, um deja vú, sua poliglota, não desbocada.

Minha mãe era uma linda, não sabia bem disso, mas era.

E foi mesmo muito gostoso. Que bom que vc tava aqui.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Betina...

que linda.... mas vc viu como o poema foi de janela em janela, no windows, inclusive, visitando todas nós?
Deu umplin.... querida, que doce vc é, como fico bem de ler vc, de te ver aqui de te saber na terra, junto com minha existência, no nosso tempo de viver.
A PV te venera!
Na outra vida, vc sabe, estaremos juntas de verdade!

»----(¯`v´¯)---»

armalu disse...

que lindo poema para uma toalha linda. bj

ayie disse...

hmmm nice curtains..hehe

betina moraes disse...

٩(•̮•̃)۶

»----(¯`v´¯)---»


que lindinho...


voltar pro céu