.

.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

De como Serra teria afundado o Brasil

.
Gentefina, por favor, como um carinho especial com esta que vos fala, tenham a paciência de assistir a esse vídeo. Se não por mim, pela nação.

Vocês se lembram da crise financeira mundial em 2008? Se lembram então como Lula foi criticado por seus atos e palavras dizendo que aqui no Brasil a crise não seria um Tsunami, mas uma marolinha? Seus adversários mais ferrenhos, eram do PSDB, encabeçados por....

Assite gentefina, assiste vai. Nem precisa comentar, nem precisa nada. Só assiste e pensa.

.

.

17 comentários:

Dario Dariurtz disse...

Gente!!! Quanto tempo eu não entro no teu blog. Quanta coisa perdi... desculpa pela não presença. Te sigo mais do que sempre.

Beijo

Dario Dariurtz disse...

Fabuloso!!! Tem que comentar sim, esse vídeo precisar ser divulgados, precisa ser repassado, já é hora de todos acordarem, se não vai ser tarde demais. Aplausos....

Marcantonio disse...

Muito bom, Walkyria! Por mais que se manipule a memória recente deste povo, por mais que se exerça a má fé de não reconhecer os grandes acertos do governo Lula, essa questão da "marolinha" vai entrar para a história como um dos mais belos gols do presidente. Eu me recordo o quanto ele foi ridicularizado. Agora, no entanto, é muito bom ver a arrogância fatalista de muitas figuras capitaneadas pelo PSDB do Serra, serem ridicularizadas pela realidade dos resultados!

Abraço!

ROBERTO disse...

Excelente! Já providenciei até uns spams!

lucidreira disse...

É por essas e outras que o povo de cada estado deu as costas aos postulantes ao senado e camara federal.
Agora o congresso não terá esses bandidos disfarçados de bonzinhos. O PSDBesta, e DEMônios deverão ver a vitória de Dilma lá de fora.

Abraço

Victor Gil disse...

É! Economistas. Bah!!!! Terroristas da Economia.
Um abraço
Victor Gil

CAROLINA CAETANO disse...

Wal!!! Este deve ser o mais divulgado!! Vamos ervadaninhar, menina!
Beijos e beijos, mulé!

O que seria "anoplach"?

Carol Morais disse...

Ah, repassei tanto isso no Face!
rá. Muito booooooooooooooooooom

Carol Morais disse...

Wal, eu não só assisti como repassei por e-mail diversas vezes.

Até eu que não gosto muito de política pareço entender mais do que muita gente que vive em casa socada vendo a Globo!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Dario

avida é muito cheia de desejos....ãs vezes queremos tudo...mas tem tempo.

Ajude a divulgar na NET.... é importante. Adorei te ver aqui.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Marcantonio

O incrível é que nem com um elefante diante do nariz, a aristocracia reconhece.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Roberto

manda bala!

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Lu
amigo
Deus te ouça

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Victor


vc definiu bem, esses são os verdadeiros terroristas

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Crolina
minha nega
vamos botar a boca no teclado mesmo.

anoplach, é quando querem emplacar um anormal.....rerererere

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Carol
vc não entede de política, nem eu sabe. Mas um dia vc disse que o (nem vou dizer o nome) tinha cara de gente ruim. Vc entende de gente.

repasse, repasse tudo minha santa.

Sylvio de Alencar. disse...

"Além disso, no aumento dos investimentos na área social é onde Lula pode tentar se diferenciar de Fernando Henrique Cardoso - ainda que boa parte dos programas do petista tenha origem em projetos iniciados no governo tucano.

Na economia, o máximo que o petista pode dizer é que aplicou a receita de Fernando Henrique com mais competência, ou pelo menos, com resultados mais positivos."


BBC Brasil.
http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2006/06/060625_lulacampanhafhcaf.shtml

'Tudo' é resultado uma continuidade, nenhum governante está dissociado da história.

A crise chegou aqui. Dilma, como ministra, disse que as obras do PAC continuariam normalmente; teve que dar um breque...
O PSDB fez o papel que o PT fazia na época do FHC, botou lenha na fogeira do alarmismo...

Nada mudou, apenas trocaram-se os papéis.

E nós continuamos indo, que cheguemos lá um dia, pois!

Abrçs!


voltar pro céu