.

.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Trem

.

proCarlosClémen
Peter Pans pela vida
Estrelas impertinentes
Crianças dementes.

A lágrima sangue azul da Prússia
Como Blues
Nada cegou nossa percepção.

Na linha do horizonte que abraça o tempo
Milhares de fragmentos banham o coração
Desarmando o cérebro,
Me levando, inopinadamente,
Num trem cósmico
Direto pra eternidade.

Clémen preparando la expo en el Museo de Arte Moderno de Buenos Aires em
foto: Laura Plibuda

24 comentários:

escotilha disse...

que bonito!

adorei o:

Peter Pans pela vida
Estrelas impertinentes
Crianças dementes.


acho que esse despertou o amor da amizade...

fiquei com ciúmes!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

escotilha....
amizade é o maior bem da vida
vc é m inha amiga, irmà....
pra sempre
e o Clémen, bem..... me ensinou muito, e me perdou de meus erros.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

e é um gostoso até hoje....
hahahhahahaha

Helcio Maia disse...

A impertinência salvou as estrelas. Os blues propuseram à demência que se satisfizesse com clemência.
Fragmentos de horizonte, de tempo, de lágrimas...passaportes para a eternidade em migalhas, mas jamais esmigalhada, pois o trem ainda nos conduz e a vida nos seduz com seu coração prussiano.

☆mnemosine☆ disse...

Hélcio

parece que vc tava lá, vc leu o passado e o nosso presente, nesse coração prussiano, entendendo que a eternidade apenas dá migalhas, pelo seu tamanho perto de nós.
Mas nunca esmigalhadas.
Hélcio
vc é um presente!

Manuel disse...

Fiquei sem palavras, só me resta o meu aplauso.
Parabéns Princesa.

Ricardo Calmon disse...

POLICIAL ESSA DE NOVAIORQUE,ABANDONOU CAMPOS MEUS DE GIRASSOIS,PURA TRISTEZA!BUÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ

SNIF
VIVA ...LA SNIF,VIDA

CAIS DO ORIENTE disse...

Lindo tudo!!!
Além que o Clémen é , ainda, um gostosinho...rsrsrs
Beijos doceS!
Nádia

Caio Martins disse...

Gostei muito, Wal. Sempre um surpreendente achado a mais ao visitar sua casa. Você nos enriquece.
Beijos.

Fernand's disse...

forte.
gostei.



bjsmeus

Carol Morais disse...

Se a nossa vida, nossos desejos e nossos sonhos não são fragmentados, então eu não sei oq ue são de fato.
O que é a vida sem um pouco de pedaços espalhados pelos cantos?
O mistério e a graça de tudo isso consistem em juntar caquinhos e formar novas imagens.

Carol Morais disse...

Gostei do que escrevi. Vai virar post no meu bloguênho!
rsrs
Tu me INSPIRA, mulé!

Luciane Morais disse...

Bom dia!

Gostei do poema e da imagem...show!

Abraços,

Lu
http://olharacreano.blogspot.com/

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Manuel
vc sempre me trazendo a alegri ibero americana, que está no meu sangue

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Ricardo
me perdoe, dá um tempo pra mim, minha vida tá um balaio.....

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Nadia
ele é um gostosão....procura o lindo no face

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Nadia
ele é um gostosão....procura o lindo no face

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Caio
sabe, o que me alimenta são meus queriods, os blogs que leio e a vida......

fico mto triste de não estar podendo no momento, visitar vc, e te ler como merece, bem como o estômago da minha alma.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Fernand´s
te linkei
pq teu blog ~e maravilhoso, toca meu coração

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Carol
eu adorei o que vc escreveu, e saiba
que muitas X, são os blogs que me acordam, me inspiram. O teu.....muitas X fez isso.
bem, meu NET pirou
mas te digo, minha fada
saber criar novas imagens ~e pra mestres.......

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Carol

eu gosto quando vc gosta

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Carol

eu gosto quando vc gosta

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Carol
eu me alimento de vc...hahahaha

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Luciane
bem vinda..... gostei muito do teu blog!


voltar pro céu