.

.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Meninos e lobos

.
.
proJoãoFarkas
Sinal.
Escadarias, corpos correndo,
Recreio.

A menina encosta no balcão,
pede café e um maço de Carlton.
O menino encosta na menina.
Amigos, sorrisos, esperanças…

A menina compartilha com todos,
costas no balcão,
nem nota seu café
servido ao lado do maço de cigarros.

O menino só compartilha a presença da menina.

Pega o maço, abre delicadamente a fita dourada,
o celofane, abre a caixa e com dedos de ponta de estrelas,
puxa o papel prateado que encobre os cigarros.

Sinal, escadarias, corpos correndo.
Final do recreio.

A menina pragueja, nem havia podido fumar.
Bebe o café num gole e corre atrás dos amigos.

Sinal. Fim das aulas.
Menina senta sozinha nas escadarias
observa a grande avenida com o nome de sua cidade.

Abre o maço de cigarros,
estranha que ele já estivesse aberto.
E lá dentro,
escrito com letras redondas como abraços,
ela pode ler as palavras do menino:
“Os lobos também amam”

E antes da primeira tragada,
ela já estava apaixonada.

8 comentários:

A Mina do cara! disse...

será que o menino saberã dessa paixão? isso que é difícil né... as vezes as mulheres apaixonam e nem sabemos, nem conseguimos saber...

beijos

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Mina do cara

vc tem razão, a gente se apaixona e quer que o cara descubra. Homem não é chagado em descobrir essas coisas. Espera mesmo um sinal. Mas no caso aqui, eu dei o sinal, as palavras, o braço a torcer, só não dei mais pq era muito menina ainda.

E ele foi viajar....... me deixou na mão.

CAIS DO ORIENTE disse...

Linda Wal!!!
O amor é ótimo, em qualquer idade...rs
Maravilha vc ter vivido isso!!!
Hum! Coração aos pulos, pele arrepiada, excitação em todo o corpo...Bom demais!!
Vai menina, continua a sua sina, e viva muitoooo maissssssssss!
Beijos doces!
Nádia

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Nádia,
pois é, acho que vivi isso até demais. Agora tô com vontade de viver uma amor em paz. Será que existe?
Vc é pura alegrua, nossa!
Obrigada por vir.

sam rock disse...

Walkyria, el lobo solitario en la montaña también aúlla por amor frente a la luna llena.

Un abrazo

angela disse...

E como não se apaixonar?
Esse menino nasceu sabendo das coisas...rs
beijo

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Roque
Eu acredito no amor dos lobos. Eeles precisam da solidão, de seus momentos, mas vivem em matilhas, nunca deixando de ajudar-se.
Eu sou uma loba!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Angela
ele era esperto sim, doce e meigo.... mas sabe, todos temos quartos trancados dentro de nós

obrigada querida, obrigada por vir!


voltar pro céu