.

.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

O Livro dos Ciúmes - Carlos Trigueiro

.

Bendito dia em que o livro Confissões de um Anjo da Guarda me chamou da prateleira numa livraria. De lá pra cá, me delicio com a escrita abundante e generosa do Carlos Trigueiro. Agora, como não achava esse seu livro - o da foto, que está esgotadíssimo-, não é que ele me manda pelo correio?

Ah gentefina, as histórias são ótimas, eu que nem gostava de conto. Mas além da história ser sempre boa, indizível, matreira e inusitada, o Carlos(olha a intimidade) escereve de um jeito único. Ele antecipa e volta pra trás com tanta graça e facilidade, que parece filme, imagem pura, a gente fica enredada. Sua forma de escrever, de manter frase longas e explicativas, recheadas de humor e de caricaturas que pulam das páginas, é uma dádiva, uma alegria, um desfile de vida e possibilidades.

Olha Carlos, com esse último livro, digo que até sinto ciúmes de você. Mas é um ciúmes ao contrário, queria que toda gente pudesse ter essa alegria que tenho ao te ler, nesses tempos de tantas atribulações e tão poucas alegrias.

Já na página 26, fiz meu primeiro de muitos rabiscos no teu livro. Aqui:
 - Por incrível que possa parecer, sem nehuma explicação plausível, senti ciúmes de mim mesmo, do jovem que morou em mim, do moço galante que fui outrora. E enciumado, comecei a escrever.

obrigada.....

8 comentários:

Tania regina Contreiras disse...

Parece ótimo, Wal! òi eu por aqui...Ando atordoada, com blog, tcc e o escambau, tudo de vez.....mas voltei, aqui é meu lugar, eu voltei, voltei para ficar, sumir e voltar :-))

Paulo Francisco disse...

Agora fiquei com água na boca!
Um beijo grande

betina moraes disse...

você gosta muito dele, não é querida, do carlos...

um livro perfeito, eu diria, perfeito!

um beijo♥amor♥

Artes e escritas disse...

Que sorte! O seu anjo te protegeu nessa compra. Yayá.

claudiaymarques disse...

o Livro dos ciumes...poxa interessante!! eu sou ciumenta..rs..muitas vezes e na maioria das vezes sem razão...Gostei da sua visita no meu blog..e estar aqui é muito bacana..
muitos beijos e obrigada pelo carinho e pelas palavras.
Titi

Helcio Maia disse...

Já gostei do título, que oferece à nossa imaginação a pluralidade do substantivo, induzindo à idéia de que há espécies do gênero. Sentimos ciúmes até de nós mesmos, quando nos surpreendemos com gestos e pensamentos que parecem concorrer com tudo que julgávamos ser...
Abraço carinhoso, minha amiga.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

gente, obrigada por dar trela pros meus gostos pessoais. sinto ciúme de vcs todos!

Anônimo disse...

Todos os livros de Carlos Trigueiro são apaixonantes! Um dos grandes autores brasileiros.
Belvedere


voltar pro céu