.

.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Cyril Connolly

.





Estava folheando uns cadernos, páginas da minha vida, revendo momentos e sentimentos, numa tentativa de me rever, de me reencontrar, assim, voando de alguma página, limpa e fresca como se fosse uma nova manhã nascendo colorida.... ao invés, encontrei essa frase de Cyril Connolly.

"É melhor escrever para si mesmo e não ter público, 
do que escrever para o público e não ter a si mesmo."

20 comentários:

Senhor da Vida disse...

Excelente frase,da pra refletir sobre! bjs!

Francisco Coimbra disse...

Wal!... Assim... como um Huau! Gostei da frase, “faz todo o sentido”… bjs

Tania regina Contreiras disse...

Perfeita a frase, Wal!
beijos,

lucidreira disse...

Deixa o leitor examinar com uma reflexão bem profunda.
Vale a pena refletir sobre a frase.
Abraço

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Senhor da vida...
obrigada pela CIA!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Franciso
eu achei tbm, me mexeu por dentro, nas minhas obrigações, nas coisas que me imponho..... não quero perder a naturalidade, não nas coisa que prezo mais.... me entende?

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Tania minha flor!

Perfeita mesmo...... queria eu tê-la escrito...rsrsr

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Lu

que bom que vc gostou e pôde refeltir um pouco. Foi assim comigotbm. Obrigada por me visitar com seu otimismo e alegria.

Eloah disse...

Oi querida obrigada pela visita no meu Blog.Vim conhecer o teu.Vim, gostei e voltarei sempre.
Ah! se você guardou esta frase é porque bateu fundo na tua alma.Um forte abraço Eloah

Sylvio de Alencar. disse...

Sabe do que gosto? De visitar as paginas escritas em minha alma... Nelas, as emoções sentidas vêm junto assim como todas as emoções presentes naquele momento... Claro, um caderno é legal também!

(Talvez eu tenha dito tudo isso por inveja por não ter um caderninho para rever algumas coisas...
Ahhh..., as motivações que nos levam a falar algo são tantas e tão misteriosas! Rss!)

Bjs, minha loiraça belzebu preferida!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Eloah
seja bem vinda!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Sylvius
depois de tanto tempo, ainda me divirto muito com vc, com sua pureza, sinceridade e espírito aguçado.

Eu tenho muitos cadrenos, desde pequena..... eu até queimei alguns, tipo fetiche.

Mas tbm viajo nas páginas da alma..... não tão bem como vc. Nisso, vc tem toda a minha inveja!

OceanoAzul.Sonhos disse...

É interiormente que temos que escrever nossos sentimentos, depois de nos encotrarmos então podemos dar-nos aos outros.

Um abraço
oa.s

Walkyria Rennó Suleiman disse...

OceanoAzul...
seja bem vinda. E que belo pensamento. Tào verdadeiro....

CEM PALAVRAS disse...

Menina,
Ainda só vi os dois últimos posts e já vi que não vou sair daqui.
Eu falo no meu blog que eu comecei a escrever para desopilar a minha alma.
Coisas que teimavam em sair e eu fui deixando. Só faz um mês que comecei, as pessoas vão chegando devagarinho, colocando seus comentários e me incentivando a continuar.
Começaram a aparecer histórias na minha cabeça e eu as vou escrevendo, sem compromisso, sem rascunho ou edição.
Deixou de ser um espaço de desabafo e virou um folhetim, rssss
Volte sempre, viu?
Eu também vou estar sempre por aqui.
beijos

Walkyria Rennó Suleiman disse...

100000000 palavras...hihihi

olha, acho que o blog é isso mesmo, um espaco sem regras, sem patrão, onde a gente tem a cahnce ÜNICA de sermos nós mesmos, porque aqui, quem manda é a gente.

O auxílio luxuoso da platéia que escreve, comenta e aplaude também é fundamental....

eita coisa boa....vamos nos ver sim, vamos mesmo.

placco araujo disse...

Sabe Walkyria porque te reconheci??

Porque me parece que já a conheço há muuuito tempo.

Gosto deste teu jeito semi-debochado, mas que se revela uma criatura ainda sensível às minimas coisas, haja vista a beleza de suas fotos (mesmo as suas escolha delas) e a angústia revelada nas suas indagações..

Enfim... cá estou eu tomando uma Heinekken (excepcionalmente numa quinta) e me lembrei de te visitar..

Um beijo grande...

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Placco...
sofremos dos mesmos males, por exemplo, beber excepcionalmente nos dias de semana. Ah, mas é tão bão...

Fico feliz, mas não surpreendida de vc sentir que me conhece. Quando vc fala de mim, parece que te conheço tbm. Percebo mais e mais, que somos todos muito parecidos no que tange às dúvidas, às indagações dessa vida louca e maravilhosa....isto é: parecidos porque estamos nessa barca. Da procura, das perguntas, do querer ver e sentir as coisas.
Era isso....
beijo pra vc.

xupeta disse...

wall querida.
Apareceu a margarida.
Te seguirei até o fim, mesmo discretamente.
Regularidade nem morta.
Tu me conheces.
Tá arrasando amiga,
Beijos, xupeta.
(preto e bri sentem saudades)

Artes e escritas disse...

Concordo, mas tem um selo comemorativo dos 300 seguidores do artes e escritas esperando por você : http://selosarteseescritas.blogspot.com/2011/08/300-wwwarteseescritasblogspotcom.html
Um abraço, Yayá


voltar pro céu