.

.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Da minha janela

.

Da minha janela vejo as outras janelas da minha rua.
As luzes me chamam, o silêncio me chama e eu penso.
Penso nessas pessoas atrás das janelas….


O que elas fazem, como elas vivem e sobretudo o que sentem.
Penso que deveriamos estar conectados em sentimentos, 
ou quem sabe estejamos e minha surdez 
me impede de ouvir os sentimentos dos outros.



Não sei, não sei, 
só sei que as luzes me chamam, 
aqui, na minha janela.

fotos: WalkyriaSuleiman

22 comentários:

✿ chica disse...

Lindo e instigante questionamento sobre as outras janelas...beijos,chica

CEM PALAVRAS disse...

Wal,
Hoje você está calminha... introspectiva... filosófica...
Você é surpreendente!!!
Que composição fotos/texto.! Ao olhar para dentro das janelas você nos levou a olhar dentro de você.
Amei!!!
muitos beijos

milu disse...

Sou fascinada po janelas acesas. Qdo era adolescente gostava de caminhar a noite e olhar dentro das casas através das janelas acesas...Ficava imaginando mil histírias...Bjs.

placco araujo disse...

Sabe minha ídola..
Felizmente, apesar de estar morando em apartamento, minha janela só dá para uma imensidão de telhadinhos, onde só vejo a vida dos outros de cima, e minha miopia me impede de ver de perto, pois fosse como no seu caso, me perderia ao tentar construir qual a história por trás de cada uma daquelas janelas..

E você, com sua inesgotável necessidade de questionamento, deve até ser sugada em parte, pela vida dos outros...

um beijo grande, gentefina..


Adoraria, numa noite qualquer da vida.. tomar umas cervejas com você no ASTOR..

Be my guest!!

CAIS DO ORIENTE disse...

Vc gosta de janelas acesas, pois eu também...rs
Gosto de ficar observando janelas alheias, mas engraçado, nunca faço isso aqui, no nosso país...
Talvez por falta de tempo, ou por já ter me acostumado com o cenário.
Porém, sempre que viajo fico olhando para outras janelas, e gosto de imaginar como vivem essas pessoas...
Gostei do post !!
Bjs
Nádia

Maria Valéria disse...

que posto mais lindo:))) parabéns

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Chica
obrigada por vir espalhar alegria aqui.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Cem Palavras

isso que vc disse é tudo. Quanto mais olhamos dentro das pessoas ou das janelas, do desconhecido, mais olhamos dentro da gente. Louco isso.
Obrigada querida por me ler!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Milu...
querida Milu...

eu tabm fazia isso, e ainda faço. Tenho sentimentos diferentes, antes e agora. Mas ainda faço. Que bom que vc me acompanha nessa viagem.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Nadia

vc tem esse sangue espanhol, árabe, cigano, sabe percorrer o mundo sem envolver-se negativamente. Te admiro muito.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Maria Valéria....
que bom te ver!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Placco
vc disse tudo.
Quando canso da minha vida, fico imaginando a dos outros...pode isso?

Minha cabeça é duracelllllll

Vamos tomar essa cerva sim.
E adorei seu mimo.....

Rabisco disse...

Olá!

Um pensamento tão bonito em forma de poema.
Realmente, quantas pessoas, quantos pensamentos estão para lá de tantas janelas escuras e iluminadas que nos atravessam a vida.
Quantas?

Gostei muito!

Beijinhos

http://rabiscosincertossaltoemceuaberto.blogspot.com/

Sonhadora disse...

Minha querida

É a tua alma de poeta...que quer viver além da alma...e as janelas são a tua porta para além de ti.
hoje também estou assim.

Beijinho com carinho
Rosa

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Rabisco
é isso aí..... tantas janelas, tanta gente no quadro da memória...e a vida passando sem piedade.
Bem-vindo

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Sonhadora

que lindo o que vc disse, como vc me entende né...... vc tabm quer explodir a alma.... eu sei!

Parole disse...

As suas palavras me lembraram muito as palavras de Baudelaire... uma janela fechada incita muito mais a nossa curiosidade que uma aberta.

Gostei muito do post.Beijo.

Artes e escritas disse...

Uma noite, voltando para casa, observei essas janelas, em cada janela uma história diferente, uma experiência diferente, achei muito linda essa visão. Um abraço e obrigada pela visita, Yayá.

Jéssyca Carvalho disse...

E segue esse encantamento que, muito antes de ser pela vida alheia, é pelo coração, pelo cotidiano e pela vida que há atrás de cada janela, embaixo de cada luz.

à noite, quando o mundo desliga, ainda existe um fio de luz. Nele, há de ver-se um coração que, desassossegado, tenta decifrar outras janelas, na imensidão da madrugada...

Teus posts sempre me inspiram, querida! Obrigada por cada um deles!

Beijos de retorno...

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Jéssyca
esse fio de luz, esse sopro que nos mantém desassosegadas...é pura vida heim! Vc é MUITO inspirada!
obrigada e um garnde beijo

Jorge bay disse...

Super 10 esse negocio de intercalar fotos com tuas poesias! Voce escreve legal e fotografa muito bem! Parabens! Meu teclado ta sem acentuacao, sorry...

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Jorge, que legal receber um elogio referente à diagramação. Obrigada mesmo!


voltar pro céu