.

.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Na parede da memória

.
A vida é mesmo surpreendente.
Anos atrás, exatamente 43 anos, estava eu no Festival de Inverno de Ouro Preto, 1970, quando resolvi partir pra vida louca. 

Dei um trabalho danado pro meu pai, que teve que ir me buscar, me achar na quebradas com a ajuda da polícia, e ainda me tirar da cadeia. 

Mas foi tudo muito bom, foi minha vida e hoje, eu e o véio Ibrahim temos coisas hilárias pra relembrar e dar risadas.

Mas vai daí que lá, eu conheci um menino lindo. Alto, magrinho, cabelo ao vento gente jovem reunida, e na parede da memória, este quadro não dói mais não. 

Lembro que eu o escolhi, no melhor estilo lei da natureza, onde a fêmea escolhe o macho. Eu chamei, ele veio, e foi muito lindo, regado a água de cachoeira, estrelas e luz do sol, que a folha tragou e traduziu. Ai, fiquei até romântica de repente....

Mas enfim, graças ao meu céuAberto, ele me encontrou, pode isso? Milhões de blogs e ele me encontrou. E acreditem ou não, eu não havia dado meu nome, mas apenas um apelido, e resolvemos um nome pra ele também. Coisas da juventude...... Dali pro facebook foi fácil e então resumindo, ele fez um presente pra mim. Ai gentefina da minha vida, eu fico extasiada quando vejo caixa de sedéx na portaria do meu prédio.

Esta semana Josemir me enviou estas bolsas lindas, que além de muito bem feitas, compartimentos internos e material de primeira, ele as estampou com  foto minha e do Dani, escolhida a dedo. 

Fotografei com meu isqueiro ao lado, pra dar uma ideia do tamanho. Nestes tempo onde baniram a pobre da sacolinha do super mercado, elas serão minhas parceiras inseparáveis. Sem falar na praia, piscina e outros lances mais.

Josemir, sei não como agradecer tudo de bom, belo e justo que vc já trouxe à minha vida.



13 comentários:

Helcio Maia disse...

Menina, o melhor da história é intuir que na bolsa, apesar de espaçosa e aconchegante, não caberão todas as gratas lembranças, dessas que t~em tranças, de tão charmosas.
Há coisas e pessoas que a gente só pode mesmo é reservar um lugar muito especial, do lado esquerdo do peito, né?

Adriano César Curado disse...

O melhor das lindas histórias vividas é a possibilidade de revivê-las a todo instante, bastando para isso fechar os olhos e apertar o play da memória.

Gostei do seu texto e da descrição do comportamento juvenil da época. Daria um livro.

Tania regina Contreiras disse...

Que linda história, Wal! Assim até eu fico romântica! :-))

Beijos,

Coisas miúdas ou graúdas disse...

Eu quero uma bolsa sem o isqueiro... Ou uma isqueiro que apague o fogo que ele mesmo faz :)

Vi você no SonoraLetrante e aí estou aqui, lendo.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Helcio
sim no lado esquerdo do peito....
as lembranças bonitas devem tomar espaço dentro do peito.... quem sabe um dia, restem apenas elas>

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Adriano
verdade mesmo. O lance énão perder esse botão né?
obrigada por sua visita

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Tania..... delícia mesmo. Grande beijo amiga!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Coisas miúdas ou graúdas
que bom que vc veio. As bolsas são lindas mesmo.
Um beijo

Eleonora BB Marino Duarte disse...

sei lá...

eu choro à toa mesmo... ou não, não choro nunca por coisa de nada.

estou chorando, é isso.

beijo, querida.

josemir, você arrasou!

Carol Morais disse...

Ai que história massa, Wal!!!
E as bolsas lindas que só! Amei!!!
Dá vontad ede sentar e de escutar você contndo mais e mais historias da sua vida. Conta, vai! ;*

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Carol....
eu tenho mesmo muita história, mas é porque eu fico ligada nas coisas, e quero aproveitar tudo.

Cada história tem sempre a ver com alguém, como algo vivido no nosso interior, e menos com a realidade do fato. Um dia, quem sabe....

bj grande

urbanascidades disse...

Urbanascidades e Urbanasvariedades juntam os blocos para pular o Carnaval. Hoje a poesia de Lídia la Escriba. Quer música, amanhã ouça Bob Dylan. Na segunda de carnaval conheça o carnaval de 1927 em Porto Alegre. Na terça, o desfile é por conta de um passeio de 10 dias de trem pela Suiça. E na quarta-feira de cinzas os vencedores... do Oscar desde 1929.

Jorge disse...

Tu historia me hizo recordar las mías

Besos a una mujer tan bonita

Volvere


voltar pro céu