.

.

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Vergonha Interplanetária

.
Tava aqui com meus zíperes e botões pensando no que me dá vergonha mesmo. Isso porque onde vou, vejo pessoas falando, escrevendo e publicado que têm vergonha de outras pessoas que elas nem conhecem. Uai, como posso ter vergonha de alguém ou algo assim, tão fora da minha alçada como políticos, cantores, artistas, instituições e o caraio a 4?

Num colou gentefina, ficou algo martelando na minha cabeça. Algo não tava certo nisso tudo.

Como a única coisa que tenho controle - e pouco, devo dizer- na minha vida é a minha própria vida, atos palavras e ações, mandei bala na sinceridade que me é peculiar e me custou MUITO a vida toda e desencadeei essa enchurrada palavral que segue aqui.

Tenho vergonha de dizer algo e fazer diferente.

Tenho vergonha de não controlar minha raiva.

Tenho vergonha de não ser generosa com aqueles que mais precisam, tipo minha família.

Tenho vergonha de saber tudo, mas tudo mesmo, e continuar a fazer cagada.

Tenho vergonha de ser tão inteligente e persistir em me apegar a um monte de porcaria como se fosse uma ignorante.

Tenho vergonha da minha ignorância, que ignora meu espírito, na hora do vamovê, e solta o bicho nas pessoas.

Tenho vergonha de me prometer várias coisas durante a madrugada, que tudo revela, e a ao raiar do dia dizer F0D4-53!!!!

Tenho vergonha de ter tido água encanada, escola, família, faculdade paga pelo contribuinte, saúde, beleza, ser branca, bonita – sem modéstia- e não fazer nada com tanta benesse.

Tenho vergonha de já ter saído do velho testamento, e ainda tratar os outros na lei do dente por dente, olho por olho.

Tenho vergonha de ser alguém tão querida por todos, ser considerada tão evoluída, a criatura perfeita para dar conselhos, e não resolver porra nenhuma na minha vida particular com minha família.

Tenho vergonha de me achar tão importante, que não consigo ver, ouvir ou ler algo, que não pense que é comigo, desfazendo dos sentimentos do outro, e me colocando como o centro das atenções.

Mas parece que é mais fácil perder a vergonha do que tomar vergonha na cara.

Tenho vergonha de usar toda minha articulação pra ganhar uma discussão, por pura vaidade.

Tenho vergonha de usar meu poder de ler o coração alheio para usar a meu favor as conclusões…

Tenho vergonha de aconselhar e esperar dias piores na tocaia,
só pra dizer…. Eu disse, eu avisei.

Tenho vergonha de ter vergonha…..

Porque essa sou eu, e eu teria que enfrentar tudo isso…..........

E finalmente tenho vergonha de não aproveitar a vida que Deus me deu.

De Reclamar.

DE esconjurar

DE colocar a culpa nos meus pais.

Na época em que nasci

No governo

Na ditadura

Nas diretas

Na democracia

No PSDB

Vergonha de não ser grata suficiente a Deus e às forças Cósmicas Universais. Porque eu agradeço, e muito. Mas na hora H, eu sou muito mal agradecida, sou cruel com quem me deu tanto.

Porque gentefina, Deus não quer agradecimentos, tenha dó. Ele não é uma tia velha que dá presente e, a gente tem que dizer mil vezes que gostou daquela merda.

Vou desenhar pro6 entenderem.

Sabe quando a gente dá um presente pra alguém, um presente que a gente escolheu mesmo, não com nosso gosto ou necessidade, mas com o olhar do outro? Então a gente dá o presente, entusiasmada, querendo que o outro goste muito, porque aquele presente é o nosso coração, por assim dizer. Aí gentefina, mil agradecimentos não valem a felicidade da pessoa ao abrir o presente. Nem a nossa, ao vê-la usá-lo com alegria. De que vale agradecimento se vem dia vai dia, e a gente não vê o neguinho usar o presente?

Penso que seja assim com Deus. Ele não gosta de neguinho agradecendo na Igreja, no Culto,  na Mesquita, na Sinagoga ou antes de dormir. Ele quer ver a gente agradecer em momentos bacanas, tipo que a gente dá um mergulho no mar e grita: obrigada senhor.

Ele quer ver a gente usar o presente da vida……

Tenho vergonha de não usar o presente de Deus.

E chega, porque tá me dando vergonha docêis, de me revelar assim, pra gentefina, e pros que nunca chegarão lá. Tipo os cara que têm vergonha de coisas que nunca estarão na alçada deles.
Nem na calçada!

foto: Eu mesma em auto Retrátil......  de cara lavada pela vergonha

35 comentários:

milu disse...

INVEJA DA FOTO, INVEJA DO TEXTO...SERÁ Q TENHO VERGONHA DA INVEJA QUE SINTO DE ALGO TÃO BOM?
SÓ SEI Q É MTO BOM PODER LERTE E RELERTE....BJS

Thais Bernardino disse...

AIAIAI LOURA LINDA... É POR ESSAS E OUTRAS QUE SOU LOUCA POR TI!!!
CONCORDO PLENAMENTE, TOTALMENTE E IRREVOGAVELMENTE COM TUDO AÍ EM CIMA!!!
LUV U!!!
BJOS

Anônimo disse...

Tal coragem acabou de te lavar.
Até com a permissão de continuar a tropeçar porque - de repente - o tropeço é que lembra a gente de mover prá algum outro lado .
Sacode tudo - mesmo que depois do sacode a gente empine e siga com os mesmos despropósitos
ou não
porque a coragem e o desprendimento de estar assim ou assado te dá aval.
sem confete

sei - vc se acha covarde com vc mesma , com a vida mas não é não.

a autoobservação não cura nada mas é uma das coisas que deuses deusas gostam mais
a verdade
a dor e a delícia de se ser o que é ....

identifiquei -me para caramba .
teu cubo pedra filosofal não é de estranhezas mas de entranhas
o que significa : tá valendo !

Barbara.

Eleonora Marino Duarte disse...

wal.. meu anjo de sempre,

não se publicam as vergonhas sem que tenhamos a certeza de nossa possibilidade de fazer tudo diferente ou tudo de novo sobre um novo momento.

admiro sua contemplação sobre si mesma e não posso deixar de lembrar que é um dos motivos que me fizeram amar a você sem qualquer restrição.

volto ao teu céu. estou tentando também rever minhas vergonhas e refazer o que precisar ser refeito para que o rarefeito sentido de viver permaneça na mesma leveza que eu preciso para respirar e seguir.

teu texto é sempre um presente de poesia e rigor consigo mesma.

maravilhosa a tua forma de formar-se dia a dia um ser humano em (e)terno molde.

te amo.

na foto de beijei a tua testa!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Milu
ter vc comigo foi um dos maiores presentes que esse blog me deu. Seu entendimento sincero e pleno do que sinto e escrevo, me dava até medo. Agora eu sorrio, porque esse amor fraterno nos une e alimenta.
Obrigada minha querida

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Tahis
dentre as novidades que a vida me trouxe, vc foi uma linda que entrou na minha vida sem a menor cerimônia, e eu adorei. Vc sabe que torço por vc, pela pessoa maravilhosa que vc é, continue a existir,mesmo com tudo fazendo doer, mesmo com a vida sendo bandida.
No final, dá tudo cereto, vc vai ver.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Bárbara....
como sou sortuda, nesse universo imenso vc veio cair aqui, lesada em geral e em particular.

Obrigada por me fazer entender que tenho aval, não tinha pensado nisso. Obrigada por me dar ˆnimo de deixar esta noite terrível acabar.... e eu poder ir dormir, mais segura, menos pequenina e sofrida.

Obrigada B, b Lima, laranjinha....

te amo muito.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

ßß

uma das maiores tristezas desse ano, pra não dizer que foi a maior, foi vc ter me abandonado.... ter deixado de vir aqui testemunhar minha vida. Um dia te conto como sofri por amor, pela falta do teu amor, que vc disse pra mim que seria para sempre...

Vc tbm me enganou...

Mas deixei de lado as interfaces e percebi como tbm tudo tinha sido cruel com vc......
E estou aqui e vc está aqui, e nosso amor está mais forte do que nunca.

ßß, nunca se perca de mim...... nunca me deixe sem saber de vc. Tenho rezado, pensado, tentado solucinar tua vida......mas pobre de mim..... nada posso fazer ainda. Quem sabe um dia possa te ajudar de modo mais concreto.

Minha linda, minha irmã, meu amor.... estou aqui chorando de saudade e gratidão, de Deus ter me mandado minha irmã de novo.
Desculpa por tudo, me perdoa....

Tania regina Contreiras disse...

Ter vergonha é bom. É enxergar a possibilidade de ser e fazer diferente. Tenho algumas tantas vergonhas, Wal, mas vou ver o que faço delas. Legal é você chegar e falar. Claricinha Lispector de nossas vidas já o disse: falar salva. E salva mesmo.
Beijão, querida!

Roberto Novaes Xavier de Lima disse...

Rapá... mó varal de calcinhas, hein! Essa mulher tem um peito e uma inteligência de dar a maior inveja!
Ainda assim, mesmo tão aparentemente exposta, guarda mistérios (mistério é uma coisa, segredo é outra) que só o Sobrenatural de Almeida pode explica (tipo você ser corintiana)rsrs.
Deu invejinha, e vontadinha de sair fazendo igual; mas deu cagaço, também, do potencial de caos que isso carrega - eu hein!
bj, gringa!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

tanitaticaram.....
falar salva mesmo, eu me esqueço sempre disso. Mas podemos, a qqr momento recomeçar e criar novas vergonhas......ahhaah vamos rir de nóix!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Roberto
que nâo é my boy, é da Bárbara, vc sempre SEsuperaSE. Como pode caber tanta coisa, estranheza, esperteza e perspicácia, num único homem....

Amei a diferençca entre segredo e mistério, pq eu vivo diznedo tudo pra todo mundo, tipo contar a vida pro chaufer de taxi..... mas na verdade, eu nâo digo nada....ahhahahaha.

Querido, tem outro mistério pra vc, eu gosto da AnaCarolinaSouBiE daí.

MOISÉS POETA disse...

Ah Wal ! também tenho vergonha de tantas coisas...

Principalmente quando a angústia me pega de calças arriadas e me joga para um canto.

Mas como saber ,realmente,da nossa própria carne? as vezes tudo é um retesar de músculos de tirar o fôlego.

Uma delicia ler-te,querida!

Beijoca !

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Moisés

é isso memso, magistral, um retesar de músculos, principalmente daquele a qhe chamamos coraçaum, k to sem acento aqui.

Bom é ter-te

Patrícia Gonçalves disse...

Puta que pariu! Mereci cada uma das vergonhas expostas acima e fiquei com vergonha de lê-las e sabê-las em mim.

Ótimo texto!

Valeu o puxão de orelha!!!

bjs

C disse...

Fiquei emocionado. É a admiração que eu já te tenho + um punhado de identificação.

Eu não tenho vergonha de muita coisa, que bom. Mas ando com uma vergonha...ando com vergonha de me permitir sentir, porque permiti que o outro diminuísse o meu sentir, e daí me sinto - sim - o cocô do cavlo do bandido. Ando com vergonha de ter aberto o coração, depois de eprceber que andava com ele semi-cerrado (sim, por pura vergonha de abri-lo), e daí aberto, com vergonha de ter "me exposto"...com vergonha de ainda aceitar as regras de um joguinho podre com o qual eu não concordo - mas, então, pq o aceito? ai...vergonha! - , e permitir que essas regras de merda me endureçam o coração, ou me façam me sentir menor por ter sido o primeiro a falar sobre o carinho. ando com vergonha dessas vergonhas bestas, de permiti-las, de aninhá-las no espaço sagrado da minha vida...

enfim, não tá saindo mto cois com coisa. faz mais de 24h que ainda não dormi - por medo de sentir vergonha por ter desejado e explicitado isso - a cabeça muito cheia de minhoca e o peito, de turbulência. hora de desligar.

vc é mulher pra caralho. obrigado pelo exemplo/inspiração.

Beijos

C disse...

e agora tô com vergonha de sair escrevendo sem revisar e ver um monte de erro ortográfico, mas sem vergonha de me justificar com a falta de sono. e é isso.

ednampc disse...

Nesse post vejo a nossa querida Wal com a capacidade incrível de expor-se e nos levar a refletir sobre nós mesmos. É inspirador e não passa desapercebido. Ao escrever você capta não só o que te toca mas alcança quem lê. Então ao criar você é generosa e esse sentimento não é melhor nem pior do que o sentimento dos outros, é sincero.

teca disse...

Não vou ter vergonha de comentar: tô boba com sua coragem!!! Me ganhou na primeira postagem! (com direito à rima...)

Ufffff... tremendo desabafo que só faz quem é grande!!! E tem coragem!!!!

Beijo imenso e muitas flores do campo para aromatizar e colorir a alma.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Patrícia,
que delícia a gente poder sempre estar assim, se tocando, se chegando. Obrigada por dividir a vergonha comigo...ehhehehehe

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Conrado meu querido
raramente releio ou corrijo as coisas, tudo vem num ímpeto. Se estou sem caneta ou PC, fica escrito na cabeça mesmo. Sei como funciona isso.

É sério isso da gente se dobrar aos outros, reconhecer como nos deixamos manipular por algumas migalhas. É foda, mas o ser humano é assim. Sozinho, absolutamente sozinho, tenta por toda lei, e sem lei alguma, ser amado.

Te entendo, tenho vergonha tbm de aceitar migalhas....... mas aceito-as, essa que é a verdade.

O bom é ter gente como vc perto de mim, pois vc me dá tudo, me dá teu coração, tua alma, teus desvãos. Só assim vejo a diferença e crio vergonha e admito a vergonha.

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Teca
Que alegria de ter vc aqui no céuAberto, abertíssimo pra gente como vc.
Querida, a rima me fez sorrir e ficar assim, feliz por dentro. Feliz porque na minha infinita falibilidade, sou compreendida e aceita. Suas palavras me encantaram. Obrigada

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Edna minha querida....
Vc me conhece, sabe o quanto busco, procuro, acho e tropeço nos achados.... Penso que no fundo, todos somos iguais, os sentimentos podem variar de grau, mas eles são comuns.
Queria mesmo acreditar que posso tocar as pessoas com minha escrita. Quem sabe então, escreveria mais, viveria mais, ah sei lá. Vergonha e auto-estima não combinam.
Querida, leva minha saudade e um grande beijo

Angel disse...

Walkyria no seu melhor... sem vergonha nenhuma de usar o seu dom da palavra!
Amei!

um anjo

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Angel, obrigada por vir me visitar e pela gentileza do comentário. Ando sem vergonha mesmo...rsrsrs

teca disse...

Bom é voltar e ver que o vento continua soprando... escuto sinos ao longe... deitada na rede, vendo... no céu muito azul, nuvens bailando harmoniosamente...

Mais beijos e... queijos! :)

Fruto do Espírito disse...

A Paz de Cristo!

Amei conhecer seu blog!
Sabe irmã, fazer novas amizades e compartilhar postagens é uma forma de expressar a comunhão que existe entre nós, membros do Corpo de Cristo.
Ficaria muito feliz se visitasse a minha página e a alegria seria completa se tornasse um seguidor...
http://frutodoespirito9.blogspot.com/
Sigo de volta!

Em Cristo,

***Lucy***

P.S. Deixo o convite para conhecer o blog do irmão Araújo. Mensagens um tanto polêmicas, porém abençoadoras.
Vale a pena acessar:
http://discipulodecristo7.blogspot.com/

Fruto do Espírito disse...

A Paz de Cristo!

Amei conhecer seu blog!
Sabe irmã, fazer novas amizades e compartilhar postagens é uma forma de expressar a comunhão que existe entre nós, membros do Corpo de Cristo.
Ficaria muito feliz se visitasse a minha página e a alegria seria completa se tornasse um seguidor...
http://frutodoespirito9.blogspot.com/
Sigo de volta!

Em Cristo,

***Lucy***

P.S. Deixo o convite para conhecer o blog do irmão Araújo. Mensagens um tanto polêmicas, porém abençoadoras.
Vale a pena acessar:
http://discipulodecristo7.blogspot.com/

Tatiana disse...

Wal! Que maravilha este orgulho de sentir vergonha! Eu gosto do teu jeito sincero de ser e de se aceitar bem humana. Assim somos todos. O ego vive pregando peças nas nossas boas intenções, rsrs.
Beijo de admiração pra ti, querida

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Obrigada Lucy, seja bem vinda!

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Tatiana
Vc entende bem o que quero dizer. Ao ler teu blog, vejo em vc todos os sinais do ser humano indignado. Não com os outros, mas consigo mesmo, principalmente. Obrigada pela CIA!

Denise disse...

Walkiria, o que temos q fazer para não sentir vergonha é deixar de olhar apenas para o nosso umbigo e entender q o outro tb tem direitos. Muita paz!

CEM PALAVRAS disse...

Wal,

Hoje resolvi abrir meus velhos conhecidos e matar a saudade, depois de longo tempo ausente...
Recebi UM SOCO no estômago. Tá doendo tanto! Acho que vou apagar a luz e me esconder debaixo das cobertas.
Tô com vergonha e medo de reler seu texto e sentir mais vergonha ainda de não tomar vergonha na cara e começar a agir, item por item.
Obrigada por ter sintetizado tudo pra mim. Ficará mais fácil para eu tomar uma atitude, me orientando e seguindo tópico por tópico, na mesma ordem, sem tirar nem por.
Será que amanhã de manhã eu vou me lembrar???
muitos beijos

Walkyria Rennó Suleiman disse...

É Denise, também isso, também isso. Todos nós temos direitos.
Obrigada pela visita
beijão

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Cem Palavras
vc tem é muita palavra dentro dessa cabeça linda. Sabe, vamos sentir vergonha sim, de tudo que ainda nos agride por dentro. Mas tbm fiquei pensando que tem outro lado né...... a gente é tão humana...erra tanto.... ai Jesus!!!
Obrigada por tua linda visita e por tanto carinho


voltar pro céu