.

.

terça-feira, 5 de julho de 2016

CathaNininha



 É phoda ter uma Catharina em casa. 
 Ela já nasce nascida, 
 atrevida, re-mexida, 
 comprida e marcada pra viver. 

 É duro ensinar uma Catharina que já nasce parida, 
 na intriga de rapunzéis matutinas 
 e pardais sub- factóides, muito Guedes, 
 de Fátima a Beto, 
 me mostrando a dor de perceber que, 
 apesar de ter feito TUDO, TUDO, 
 ainda levo na cara a marca do ferro, 
 do não quero, 
 do berro! 

 É phoda deixar uma Catharina Suleiman sobrevoar o Monte Fufji 
 de biquini e caviar, 
 estranhando a espanhola na sacola,
 cheia de dias chuvosos e manhosos. 

 É phoda ver uma Catharina parida na invasão do TUCA, 
 com 9 meses e meio de ditadura, 
 anistia e muita caristia, 
 ir velejar em terras de Cabral...... 

 É phoda ver a parida parir e preferir o macho à própria parideira. 

 É phoda ver um pedaço de uma Catharina, 
 andando e falando neste mundão de Orlandos, Jorges e Dudus, 
 e só conseguir amar a Catharina inteira, 
 quando criança, 
 Giovanotta e cheia de Dores..... 

 É phoda ver uma CathariNininha fumar, 
 beber, se jogar, 
 pintar e escrever sua vida nos muros da cidade, 
 quando toda cidade te odeia 
 e você é um cão sem dono
 do bando do Bernardo. 

 É phoda ter no porta-retrátil,
 a foto da sereia Betiníssima.
 Ser marinha e poeta,
 desterrada em águas lusitanas,
 atravessando os mares da cidade paulistana.

 É phoda ver uma Catharina correndo, 
 em vão, nos desvão do Prado,
 de Caios,  
 Daniéis 
 e Fábios. 

 Nessa noite senhora,
 nesta hora, 
 acendo meu cigarro de palha. 
 Acalmo meu coracão:
 sei que as galinhas estão na cama,
 dormindo com Romeus, 
 Alans, Minowas e Anas, 
 Rosas, Belas e Ribeiras, 
 e Japonesas princesas.

 Ora, ora....
 olho a janela que me emoldura,
 quase a reboque, 
 e procuro a negra mordedura,
 na cara dura, 
 negra como um negativo Kodak,
 tempos de variados Golpes.
   
 É phoda.... tanta saudade, 
 tanta maldade e realidade. 

 Monarquista celestial, 
 puritana bacana, 
 ela voa! 

 Terríveis anjos em seus aviões.... 

 Saudade de você, 
 Gigi, tão Helena, 
 que vuou, vuou, vuou...... 

 Mas, amanhã, 
 sempre existe a esperança equilibrista, 
 de que não haja outro dia. 

 Fim da agonia! 

Amém!

Foto - Obra de CatharinaSuleiman




Taki o comente que fiz pro ilustre ZARCO!

Ludwig Zarco, como não poderia deixar de ser, matou a charada dirigida a ele. A Catharina achou que eu estava falando da filha dela, que perdi a infância.... e patati patatá.....djura?

Tava falando da minha irmãzinha, Regina Helena Cunha Lima....a para sempre GIGI, que morreu num, vôo rasante, no Centro da Cidade......
Voa minha flor...vc sempre foi anja.

TERRÍVEIS ANJOS EM SEU AVIÕES.....
porque a gente, (separado viu inhorantada,) sempre fumos anjos teríveis....taki seu livro minha GIGI, e minhas poesias todas...que não me deixam mentir, ajudam!

Queria tanto, que todos que se reconheceram, me contassem, como o Zarco, tão ilustre, muito mais que TODOS vcs juntos..... me disse, numa tarde que durou uma vida, muita risada e fofocaiada.....


-Aquele vôo, Gigi...... Tudo bem Walkyria.... a vida vale a pena, não voe sem me avisar, posso estar viajando no dia enterro, e não fazer valer sua vontade de ser cremada, para não ficar com a SULEIMANZADA, mesmo depois de morta!...ahhaahhahaahah

Um comentário:

Walkyria Rennó Suleiman disse...

Ludwig Zarco, como não poderia deixar de ser, matou a charada dirigida a ele. A Catharina achou que eu estava falando da filha dela, que perdi a infância.... e patati patatá.....djura?

Tava falando da minha irmãzinha, Regina Helena Cunha Lima....a para sempre GIGI, que morreu num, vôo rasante, no Centro da Cidade......
Voa minha flor...vc sempre foi anja.

TERRÍVEIS ANJOS EM SEU AVIÕES.....
porque a gente, (separado viu inhorantada,) sempre fumos anjos teríveis....taki seu livro minha GIGI, e minhas poesias todas...que não me deixam mentir, ajudam!

Queria tanto, que todos que se reconheceram, me contassem, como o Zarco, tão ilustre, muito mais que TODOS vcs juntos..... me disse, numa tarde que durou uma vida, muita risada e fofocaiada.....

-Aquele vôo, Gigi...... Tudo bem Walkyria.... a vida vale a pena, não voe sem me avisar, posso estar viajando no dia enterro, e não fazer valer sua vontade de ser cremada, para não ficar com a SULEIMANZADA, mesmo depois de morta!...ahhaahhahaahah



voltar pro céu